Connect with us

Economia

Canadá: Medidas de apoio financeiro do COVID-19 excluem sector da canábis

Avatar

Published

on

O Export Development do Canadá (EDC) e o Business Development Bank do Canadá (BDC) traçaram, na última semana, um plano de medidas financeiras excepcionais para responder à crise económica gerada pelo Coronavírus. Num esforço para ajudar a economia, à medida que o COVID-19 continua a obrigar negócios a fechar, o governo canadiano vai atribuir empréstimos no valor de 10 mil milhões de dólares, mas excluiu toda a indústria da canábis.

Dan Sutton, CEO e fundador da Tantalus Labs, sediada na British Columbia, escreveu no Twitter que o BDC lhe transmitiu que “não está autorizado a fazer negócios com empresas de canábis”.

“O nosso trabalho é diferente do que qualquer outro negócio canadiano?”

Segundo Dan Sutton, existe falta de vontade do BDC em servir o sector, o que poderá ter um impacto dramático nas pequenas empresas. “Ao proteger a saúde e a segurança dos nossos funcionários, as empresas de canábis podem enfrentar paralisações operacionais relacionadas com a quarentena, levando à perda de colheitas”, disse ele ao Cannabis Business Times. “As pequenas empresas dependem da venda de canábis à medida que é colhida e uma interrupção deste fluxo de caixa coloca em risco a continuidade da operação. Com milhões de dólares bloqueados em activos biológicos actualmente em cultivo, empresas como a Tantalus Labs esperam que o governo do Canadá aprecie a contribuição para a economia do sector da canábis e possa nos ajudar, para que não tenhamos de escolher entre a segurança dos funcionários ou a proteção dos seus empregos”, disse Sutton.

O CEO da Auxly, Hugo Alves, também mostrou o seu desagrado relativamente a esta medida do BDC, ao questionar o motivo de uma agência federal recusar trabalhar com um sector criado especificamente pelo governo federal.

Um porta-voz da EDC disse ao Yahoo Finance Canada que está a analisar o problema de forma mais detalhada, por serem ainda desconhecidos os tipos de empresas elegíveis no acesso ao programa. Seja qual for o caso, o sector de canábis do Canadá certamente está a sentir a tensão do COVID-19. A Canopy Growth, por exemplo, anunciou que fechará temporariamente todos os 23 locais de venda a retalho corporativos da Tokyo Smoke & Tweed como resposta ao surto de Coronavírus.

Empréstimos através de fundo agrícola

O Farm Credit Canada (FCC), um credor agrícola do governo, diz que todo o conjunto dos seus produtos para empréstimos está disponível para produtores legais de canábis em todo o país, garantindo às empresas o acesso ao capital necessário para superar qualquer fluxo de caixa para desafios a curto prazo.

Embora os produtos para empréstimos não estejam vinculados à pandemia do COVID-19, qualquer liquidez oferecida pela FCC pode ser útil para empresas de canábis que sentem as consequências económicas e financeiras generalizadas da pandemia.
__________________________________________________________________
Foto de Destaque: Shutterstock on BIV

 

Advertisement

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade.

Para continuar a desenvolver este projecto e para garantir os recursos para acompanhar a indústria em Portugal, o apoio dos leitores é fundamental.


l

Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter!

Torna-te Patreon e contribui para o projecto CannaReporter!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *