Connect with us

Nacional

CannPrisma inaugura instalações de canábis medicinal em Castro Marim

Publicado

em

João Nascimento no cultivo experimental da CannPrisma em outdoor. Esta plantação serviu apenas para testes e será destruída. Foto: Laura Ramos | Cannareporter

A CannPrisma inaugurou esta segunda-feira a sua unidade de cultivo e processamento de canábis medicinal em Castro Marim, no Algarve. A empresa familiar, 100% portuguesa, prevê um investimento de 30 milhões de euros nos próximos cinco anos e entra oficialmente no mercado internacional de canábis medicinal: 90% da sua produção irá para exportação.

A unidade de cultivo e processamento tem cerca de 10 hectares e três mil metros quadrados de estufas e infraestruturas de suporte com “tecnologia de última geração”. Este ano, a Cannprisma fez a primeira plantação experimental em exterior, para testar diferentes variedades. Toda a produção em outdoor será destruída, pois serviu apenas para pesquisa. O projecto da CannPrisma prevê investir cerca de 30 milhões de euros nos próximos cinco anos, sendo que, até à data, já foram investidos cerca de 15 milhões. Além disso, a empresa prevê criar entre 200 a 300 empregos (tem agora cerca de 50) e uma facturação de cerca de 20 milhões de euros, sendo que cerca de 90% desse valor deverá resultar da exportação.

Uma das estufas da CannPrisma. Foto: Laura Ramos | Cannareporter

A CannPrisma pretende fazer parcerias com diversas entidades institucionais, como universidades, e empresas locais, para fomentar a Investigação e Desenvolvimento (I&D) por quadros altamente qualificados. Para o próximo ano está previsto o cultivo de cerca de 12 mil quilos de flor de canábis. As instalações da empresa cumprem as normas GACP (Good Agricultural and Collection Practices) e encontram-se em testes desde o segundo semestre de 2020, tendo obtido recentemente a licença do Infarmed para cultivar, processar, importar e exportar produtos à base de canábis para fins medicinais.

João Nascimento, CEO da CannPrisma, salientou que “o projecto é fruto de três anos de trabalho e de muita motivação, gerada por um sonho partilhado por toda a equipa. Sem ela, eu não estaria aqui hoje”.

Instalações da CannPrisma no dia da inauguração. Foto: Laura Ramos | Cannareporter

No seu discurso, destacou as fases de crescimento que ambiciona para o futuro da empresa, sendo que com as primeiras instalações concluídas, segue-se a construção da unidade industrial farmacêutica GMP, em Vila Real de Santo António, onde a empresa está sediada, e onde vão produzir e embalar flor seca.

A CannPrisma é uma empresa familiar e a primeira só com capital português a obter a licença do Infarmed. A empresa é composta por quatro sócios – João Nascimento (CEO), os seus pais, Elsa e Paulo Nascimento (Executive Managing Partners) e o farmacêutico Fernando Águas (Director Industrial/QP). O evento de inauguração da passada segunda-feira contou com a presença de várias entidades locais, como o Presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, o Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, José Apolinário, e vários representantes da Junta de Freguesia, GNR e PSP, entre outros.

*******************************************************************************
Apoie o Cannareporter e o jornalismo independente! Se considera importante o acesso a informação especializada em canábis ou cânhamo em Portugal e no resto do mundo, considere ser um dos nossos patronos. Pode contribuir com a partir de apenas 3€ / mês ou investir em publicidade no nosso site, dando visibilidade à sua marca em mais de 30 países. Veja as contrapartidas em www.patreon.com/cannareporter ou peça mais informações através do e-mail publicidade@cannareporter.eu. Obrigado!

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade. Para continuar a desenvolver este projecto, o apoio dos leitores é fundamental.
Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter desde 3€ por mês !
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *