Connect with us

Cânhamo

Última Hora: Mais um agricultor de cânhamo detido hoje na Sertã

Laura Ramos

Published

on

Pawel Soyer no seu terreno na Sertã - Foto: D.R.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) terá detido, esta manhã, mais um agricultor de cânhamo, desta vez em Santo António do Marmeleiro, no concelho Sertã, distrito de Castelo Branco. O Cannareporter teve a informação que se trata de Pawel Soyer, agricultor associado da CannaCasa e membro da cooperativa de cânhamo industrial Lusicanna. 

Uma fonte que preferiu não ser identificada disse ainda ao Cannareporter que, pouco antes de a GNR ter chegado ao local, Pawel terá recebido um e-mail da DGAV – Direcção Geral de Alimentação e Veterinária, a indeferir o seu pedido de cultivo de cânhamo.

Agricultores de cânhamo manifestaram-se em frente à DGAV, em 2019. Pawel é o terceiro a contar da esquerda. Hugo Monteiro é o último. Foto: Laura Ramos | Cannareporter

À semelhança de Hugo Monteiro, detido há duas semanas, e de Barry McCullough, detido a 27 de Julho, Pawel também esteve presente nos protestos dos agricultores na DGAV em 2019.

A Rádio Condestável, sediada em Cernache do Bonjardim, na Sertã, avançou esta manhã que a zona de Santo António do Marmeleiro “registou a presença de muitos agentes da autoridade” e que “por várias vezes, ouvintes daquela zona ligaram para a Rádio Condestável tentando saber o que se passava. Face a isto, tentámos obter explicações para este inusitado movimento de agentes da autoridade mas até ao momento (13:00) o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR ainda não nos atendeu para nos prestar as necessárias explicações.
Um popular mais atento disse-nos que esta ação poderá estar relacionada com apreensão de droga, situação que ainda não conseguimos apurar ou confirmar, o que tentaremos fazer durante a tarde de hoje”, relatou a mesma rádio.

Foto divulgada por Pawel Soyer em 2020, nas redes sociais

O Cannareporter tentou contactar a GNR de Castelo Branco, ainda sem sucesso, mas está a acompanhar esta situação e actualizará as informações logo que possível.

O sector do cânhamo tem estado a sofrer entraves e várias detenções ocorreram ao longo deste ano, com vários agricultores e associações a acusar a GNR e a DGAV de bloquearem esta cultura em Portugal.

Por outro lado, a Comissão Europeia lançou recentemente uma página específica para o cânhamo industrial, destacando que “a produção de cânhamo oferece amplas oportunidades para agricultores, sectores industriais e consumidores na União Europeia”, além dos seus benefícios ambientais e da sua importância para a sustentabilidade.

O cultivo de cânhamo na Europa aumentou 75% nos últimos anos, mas Portugal não se inclui na lista de países que estão a investir nesta cultura.

*******************************************************************************
Apoie o Cannareporter e o jornalismo independente! Se considera importante o acesso a informação especializada em canábis ou cânhamo em Portugal e no resto do mundo, considere ser um dos nossos patronos. Pode contribuir com a partir de apenas 3€ / mês ou investir em publicidade no nosso site, dando visibilidade à sua marca em mais de 30 países. Veja as contrapartidas em www.patreon.com/cannareporter ou peça mais informações através do e-mail publicidade@cannareporter.eu. Obrigado!

Publicidade

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade.

Para continuar a desenvolver este projecto e para garantir os recursos para acompanhar a indústria em Portugal, o apoio dos leitores é fundamental.


l

Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter!

Torna-te Patreon e contribui para o projecto CannaReporter!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *