Connect with us

Nacional

Snoop Dogg investe 13 milhões de euros na empresa portuguesa AceCann

Laura Ramos

Published

on

Foto: D.R. | Trace.tv

Snoop Dogg vai investir 15 milhões de dólares (cerca de 13 milhões de euros) na empresa portuguesa de canábis medicinal AceCann, que obteve a pré-licença do Infarmed no ano passado. A AceCann conseguiu o investimento através de uma ronda de investimento liderada pela Casa Verde Capital, uma empresa de capital de risco co-fundada pelo rapper norte-americano.

A AceCann referiu que este investimento será utilizado no desenvolvimento de um centro de produção em Vendas Novas, onde pretende “cultivar, processar e extrair produtos médicos a partir de canábis”. A construção das instalações da AceCann arrancou em Setembro, mas a empresa foi fundada em 2019 e recebeu a pré-licença do Infarmed para cultivo, importação e exportação de canábis medicinal em Junho de 2020, estando actualmente a aguardar a licença definitiva. Com as novas instalações a AceCann conseguirá “gerir de forma precisa a temperatura, humidade e outras variáveis” para garantir que cada planta irá ter os cuidados necessários.

Pedro Gomes, CEO da AceCann – Foto: Laura Ramos | Cannareporter

Em comunicado, Pedro Gomes, CEO da AceCann disse que “queremos criar o gold standard na canábis medicinal – desde o cultivo à comercialização, sendo donos da propriedade intelectual em todos os passos da cadeia de valor. Com o apoio dos nossos investidores, vamos conseguir acelerar a missão para desenvolver produtos consistentes e de elevada qualidade que dão acesso aos pacientes a inovação com capacidade para transformar a vida”. A AceCann aposta na produção de canábis em “métodos de cultivo mais pequenos, escaláveis e indoor.

Yonatan Meyer, partner da Casa Verde, disse que o investimento na empresa portuguesa é feito num momento em que “a legalização está a atravessar a Europa”, prevendo “um rápido e exponencial crescimento da procura por flor de canábis e extractos de elevada qualidade”. O investidor afirmou ainda que “com uma equipa com experiência e técnicas de cultivo e extracção únicas e rede alargada”, a AceCann “poderá tornar-se num fornecedor premium para a indústria em expansão de canábis medicinal na Europa”.

Além deste fundo, a ronda de investimento contou ainda com a presença da portuguesa Lince Capital e dos co-fundadores da Advanced Grow Labs, Chris Mayle e Marc Gare, Frank Cid, CEO da Royal Life Centers e do investidor “angel” Sebastian de la Rosa, da Whistler Medical Marijuana.

Publicidade

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade.

Para continuar a desenvolver este projecto e para garantir os recursos para acompanhar a indústria em Portugal, o apoio dos leitores é fundamental.


l

Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter!

Torna-te Patreon e contribui para o projecto CannaReporter!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *