Connect with us

Nacional

Portuguesa Pure Healing bate recorde de 28% de THC numa planta automática

Publicado

em

Foto: D.R. | Dutch Passion

A Auto Cinderella Jack pode ser a variedade automática mais forte de sempre e o recorde pertence à empresa portuguesa de canábis medicinal Pure Healing. As flores da planta produzida pela empresa portuguesa, que tem a sua plantação perto de Alcácer do Sal, foram testadas recentemente pelo banco de sementes holandês Dutch Passion com um  nível de 28% de THC e menos de 2% de CBD.

Os testes foram realizados com o dispositivo Purpl PRO e este “é o nível de THC mais alto já visto pela Dutch Passion na planta Auto Cinderella Jack”, o que “ilustra a qualidade das melhores sementes de canábis auto-florescentes”, pode ler-se no site do banco de sementes holandês.

Foto: Instagram da Delta 9 Analytics

De acordo com a Dutch Passion, “a medição de 28% de THC veio do dispositivo de medição Purpl PRO. Este é um dispositivo analítico ‘seco’, que usa espectroscopia, em vez de algumas das técnicas analíticas de química húmida tradicionais mais complicadas. Para usar o Purpl PRO, as flores são moídas num pó fino e scaneado com uma luz infravermelha, para determinar os níveis de canabinóides. Regra geral, o Purpl indica uma precisão de +/- 2% em THC e CBD.⁣

A empresa alerta que os níveis de THC de 28% da Auto Cinderella Jack são excepcionais e servem apenas para os utilizadores medicinais ou recreativos mais experientes. Com esta potência elevada, é necessária apenas uma pequena quantidade de flores para obter um efeito mais intenso. ⁣

Pure Healing aposta em plantas 100% biológicas
Sérgio Neto, um dos responsáveis da empresa portuguesa, disse ao Cannareporter que “na Pure Healing cuidamos ao máximo as nossas plantas. Os métodos que aplicamos são 100% naturais e resultam num produto completamente orgânico. Queremos estabelecer uma posição e ser uma referência no cultivo de canábis para fins medicinais e científicos. 28 % de potência de THC é bom, mas conseguimos resultados superiores e não queremos parar por aqui. Em breve iremos partilhar os resultados do perfil de canabinóides e terpenos”.

A Pure Healing utiliza predadores naturais para combater as suas pragas, de forma a obter flores de canábis 100% biológicas. Foto: Sérgio Neto

A Pure Healing recebeu a pré-licença do Infarmed em Novembro de 2019 e a licença de produção em Agosto deste ano, tendo realizado este mês a sua primeira colheita, em especial de plantas cultivadas ao ar livre, em cerca de 5 mil metros quadrados. A paixão pelo cultivo de canábis de boa qualidade começou há uma década, quando a avó de Sérgio foi diagnosticada com leucemia. Sérgio conheceu Ricardo, que também enfrentava problemas de saúde na sua família, e ambos trataram os seus familiares com óleos extraídos da canábis, que na altura, admitem, cultivaram ilegalmente.⁣ Da vontade de ajudar outras pessoas, acabaria por nascer a Pure Healing, que irá trazer canábis orgânica e de alta qualidade para ser utilizada com fins terapêuticos. O clima estável e as muitas horas de sol de Portugal permitem condições perfeitas de cultivo e uma área de secagem especialmente construída permite condições de secagem / cura optimizadas para a Pure Healing.

Da genética da semente à potência da flor
A Auto Cinderella Jack é uma linha de plantas automáticas híbridas de alto rendimento e foi criada pelos seus altos níveis de THC, a par dos seus terpenos, que lhe conferem um odor e sabor especiais.

A Pure Healing tem trabalhado em estreita colaboração com o geneticista holandês Head Mahmoud Hanachi, da Dutch Passion, desde que obteve a sua licença de cultivo. Mahmoud costuma ajudar os novos produtores licenciados sobre os melhores métodos de cultivo, aconselhando as melhores sementes e técnicas. Parte da abordagem da Pure Healing para colheitas com alto THC é começar com a melhor genética, além de investir em métodos de cultivo optimizados e em nutrientes com as condições de cultivo ideais fornecidas pelo clima ameno de Portugal. A Pure Healing também utiliza predadores naturais ​​para proteger as plantas das pragas e a sua estratégia de qualidade passa também por trabalhar com dois laboratórios independentes, que monitorizam e analisam constantemente a qualidade das suas flores. “Isso permite melhorias contínuas de colheita a colheita”, garante Sérgio Neto.

Actualmente, a Pure Healing só vende flores de canábis, produzindo cerca de duas toneladas por ano. A sua colheita actual começou a crescer apenas em Agosto, altura em que a empresa recebeu a licença do Infarmed. Pode parecer tarde para começar uma nova produção, mas ao cultivar sementes de plantas automáticas num clima mediterrâneo, o início em Agosto ainda permite tempo suficiente para as plantas florescerem.

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade. Para continuar a desenvolver este projecto, o apoio dos leitores é fundamental.
Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter desde 3€ por mês !
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *