Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Grupo de trabalho da Assembleia da República debate canábis medicinal

Publicado

em

O debate na especialidade sobre a utilização da canábis para fins medicinais começou esta semana na Assembleia da República (AR), com a composição do grupo de trabalho liderado por Moisés Ferreira, do Bloco de Esquerda (BE). O grupo irá ouvir vários especialistas na matéria, começando por João Goulão, do SICAD, já na próxima quinta-feira, dia 8 de Fevereiro.

A Comissão Parlamentar de Saúde, a quem foi delegado o debate na especialidade dos projectos de lei n.º 726/XIII/3.ª BE — Regula a utilização da planta, substâncias e preparações de canábis para fins medicinais e 727/XIII/3.ª PAN — Pela admissibilidade de utilização de canábis para fins medicinais, constituiu um grupo de trabalho para debater a questão da utilização da canábis para fins medicinais.

A primeira sessão ordinária realizou-se no passado dia 31 de Janeiro, na Sala 9 da AR, com o objectivo de definir a metodologia de trabalho.

O grupo de trabalho para a canábis medicinal é liderado pelo deputado Moisés Ferreira do Bloco de Esquerda. Foto: DR

Moisés Ferreira é o único representante do Grupo Parlamentar do BE e coordenador do grupo de trabalho, do qual fazem parte também Cristóvão Simão Ribeiro, do Grupo Parlamentar do PSD, Isabel Alves Moreira e Maria Antónia de Almeida Santos, do Grupo Parlamentar do PS, Isabel Garriça Neto, do Grupo Parlamentar do CDS-PP, Carla Cruz, do Grupo Parlamentar do PCP e André Silva, a representar o Grupo Parlamentar do PAN.

Uma notícia do Público avançou que, além de João Goulão, Presidente do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), a Comissão pretende ouvir a directora-geral de Saúde, Graça Freitas, e o presidente do conselho de administração do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, José Laranja Pontes.

Serão ouvidos ainda responsáveis do Infarmed, da Ordem dos Médicos e da Ordem dos Farmacêuticos. No que respeita a Associações, foi chamado o Grupo de Activistas em Tratamentos (GAT) e a Cannativa — Associação de Estudos sobre Canábis, estando ainda prevista a audição de alguns pacientes que utilizam canábis para fins terapêuticos.

O pedido de audiência foi ainda enviado para outros especialistas, no sentido de colher o máximo de contributos para esta reapreciação dos projectos de lei. A primeira sessão realiza-se no dia 8 de Fevereiro, com a audição de João Goulão, do SICAD, às 17h30.

———————————————————————————————————————
Foto de destaque: DR

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade

Mais recentes

internacional1 dia atrás

Zimbabwe: Presidente pede 27 milhões de canábis medicinal à Swiss Biocieuticals

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, comissionou a empresa de canábis medicinal Swiss Biocieuticals a produzir cerca de 27 milhões de...

Opinião5 dias atrás

A canábis pode ajudar a estudar?

No mundo contemporâneo, entrar na Universidade tornou-se sinónimo de “futuro”, ao mesmo tempo que também se podem viver as primeiras experiências...

internacional1 semana atrás

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer...

Opinião1 semana atrás

O papel da Enfermagem no cuidado ao paciente submetido a tratamento com canabinóides

Hoje, dia 12 de Maio, assinala-se o Dia Mundial do Enfermeiro. De acordo com o código ético e deontológico de...

Opinião1 semana atrás

Legalização da canábis em Nova York: Equidade social e económica no licenciamento e extinção de condenaçãoCannabis Legalization in New York: Social & Economic Equity Licensing and Conviction Expungement

A aplicação draconiana anti-canábis, perseguida ao longo dos anos nos Estados Unidos, é uma das coisas mais insanas que uma...

Dá-me música!2 semanas atrás

Playlist da Canábis: #2 – Peter Tosh – “Legalize it”

A pedido dos leitores – porque também vos ouvimos – a seguinte entrada na nossa playlist é o hino pró-legalização...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis regressa em 2022 a Lisboa e à Madeira

A PTMC – Portugal Medical Cannabis está de volta! Lisboa – 16 e 17 de Junho – Auditório dos Contabilistas...

internacional2 semanas atrás

Alemanha: Ministro da Saúde vai avançar com a legalização do uso adulto de canábis

O Ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou ontem novas medidas sobre a assistência médica na Alemanha, onde incluiu a...

Entrevistas2 semanas atrás

Tej Virk tem uma mensagem para o Governo Português: “Legalizem antes da Alemanha!”

Tej Virk, CEO da Akanda Corporation, que recentemente adquiriu a portuguesa Holigen por 26 milhões de euros, ganhou reputação no espaço global...

internacional3 semanas atrás

Depois da Itália, Curaleaf obtém licença para medicamentos à base de extractos de canábis em Malta

A Curaleaf International obteve licença para uma linha de medicamentos à base de extractos de canábis em Malta. A gama de...

Publicidade