Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Grupo de trabalho da Assembleia da República debate canábis medicinal

Publicado

em

O debate na especialidade sobre a utilização da canábis para fins medicinais começou esta semana na Assembleia da República (AR), com a composição do grupo de trabalho liderado por Moisés Ferreira, do Bloco de Esquerda (BE). O grupo irá ouvir vários especialistas na matéria, começando por João Goulão, do SICAD, já na próxima quinta-feira, dia 8 de Fevereiro.

A Comissão Parlamentar de Saúde, a quem foi delegado o debate na especialidade dos projectos de lei n.º 726/XIII/3.ª BE — Regula a utilização da planta, substâncias e preparações de canábis para fins medicinais e 727/XIII/3.ª PAN — Pela admissibilidade de utilização de canábis para fins medicinais, constituiu um grupo de trabalho para debater a questão da utilização da canábis para fins medicinais.

A primeira sessão ordinária realizou-se no passado dia 31 de Janeiro, na Sala 9 da AR, com o objectivo de definir a metodologia de trabalho.

O grupo de trabalho para a canábis medicinal é liderado pelo deputado Moisés Ferreira do Bloco de Esquerda. Foto: DR

Moisés Ferreira é o único representante do Grupo Parlamentar do BE e coordenador do grupo de trabalho, do qual fazem parte também Cristóvão Simão Ribeiro, do Grupo Parlamentar do PSD, Isabel Alves Moreira e Maria Antónia de Almeida Santos, do Grupo Parlamentar do PS, Isabel Garriça Neto, do Grupo Parlamentar do CDS-PP, Carla Cruz, do Grupo Parlamentar do PCP e André Silva, a representar o Grupo Parlamentar do PAN.

Uma notícia do Público avançou que, além de João Goulão, Presidente do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), a Comissão pretende ouvir a directora-geral de Saúde, Graça Freitas, e o presidente do conselho de administração do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, José Laranja Pontes.

Serão ouvidos ainda responsáveis do Infarmed, da Ordem dos Médicos e da Ordem dos Farmacêuticos. No que respeita a Associações, foi chamado o Grupo de Activistas em Tratamentos (GAT) e a Cannativa — Associação de Estudos sobre Canábis, estando ainda prevista a audição de alguns pacientes que utilizam canábis para fins terapêuticos.

O pedido de audiência foi ainda enviado para outros especialistas, no sentido de colher o máximo de contributos para esta reapreciação dos projectos de lei. A primeira sessão realiza-se no dia 8 de Fevereiro, com a audição de João Goulão, do SICAD, às 17h30.

———————————————————————————————————————
Foto de destaque: DR

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional9 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional4 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....