Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Marcha Global da Marijuana decorre amanhã em Lisboa

Publicado

em

É já amanhã, dia 5 de Maio, que decorre a 12ª edição da Marcha Global da Marijuana (MGM), que desde 1999 está presente em mais de 300 cidades de todo o mundo. Em Lisboa, a Marcha Global da Marijuana acontece desde 2006.

A Marcha Global da Marijuana (adaptado do Inglês, Marijuana Global March), é uma iniciativa internacional que consiste em ajuntamentos populares em várias cidades espalhadas pelo globo, em defesa da legalização da canábis. A MGM nasceu em Nova Iorque, em 1999, como resultado de concentrações que vinham a acontecer entre grupos de apoiantes da legalização da canábis. As concentrações realizam-se, desde então, no primeiro sábado do mês de Maio, sendo um ex-libris da cultura canábica que ocorre um pouco por todo o mundo.

Este evento chegou a território português depois do virar de século, em 2006, com Portugal a ser representado por Lisboa na MGM. No ano seguinte, a cidade do Porto aderiu ao evento, aumentando assim a representatividade Portuguesa na Marcha.

O movimento ganhou tracção nos anos seguintes, com a adesão de Coimbra em 2008, e Braga a juntar-se ao evento em 2009.

A MGM Lisboa em 2018
Este ano, a MGM vai ser realizada no dia 5 de Maio e em Lisboa os preparativos para o certame já se iniciaram. Foi organizado um Jantar Benefit pela comissão organizadora e as Noites da Folha. Os organizadores apelaram também para um ajuntamento popular na sexta-feira, 27 de Abril, “para questionar o proibicionismo, pensar formas de resistir e sobretudo construir ferramentas para o subverter ou ultrapassar”.

Cartaz Marcha Global da Marijuana, 2018

No Manifesto da Comissão Organizadora da Marcha Global de Marijuana de Lisboa, são apontados argumentos relativos à situação ambígua do consumo de canábis “num país onde se pode consumir mas não se pode obter (…) e onde qualquer consumidor é ‘obrigado’ a contactar e a movimentar-se no mercado ilícito”. A Comissão advoga que, de forma a controlar a qualidade e circulação da substância, bem como a redução de riscos e danos associados ao consumo, se possa produzir e adquirir canábis de forma lícita em Portugal.

Este ano, todavia, parece que a MGM do Porto não se vai realizar. Nos meios digitais é possível encontrar referências e páginas ligadas à Marcha Global de Marijuana do Porto, bem como o respectivo website. No entanto, a Cannapress contactou os proprietários do website e confirmou a informação de que a Marcha Global do Porto não será formalmente organizada, à semelhança do que vem a acontecer nos anos anteriores.
______________________________________________________
Foto de Destaque: MGM 2017, “EPHEMERA” — Biblioteca e Arquivo de José Pacheco Pereira

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional8 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional3 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....