Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Luxemburgo legaliza Canábis Medicinal

Depois de Portugal, o Luxemburgo é o mais recente país da União Europeia a legalizar a Canábis Medicinal. A lei foi aprovada por unanimidade no passado dia 28 de Junho de 2018 e permite que a canábis seja prescrita e usada pelos pacientes que sofrem de patologias como dor crónica, náuseas resultantes da quimioterapia ou […]

Publicado

em

Depois de Portugal, o Luxemburgo é o mais recente país da União Europeia a legalizar a Canábis Medicinal.

A lei foi aprovada por unanimidade no passado dia 28 de Junho de 2018 e permite que a canábis seja prescrita e usada pelos pacientes que sofrem de patologias como dor crónica, náuseas resultantes da quimioterapia ou os espasmos musculares resultantes da Esclerose Múltipla.

O rascunho original do projeto de lei estipulava que apenas os especialistas poderiam prescrever a droga, mas a versão final aprovada permite que qualquer médico de clínica geral possa prescrever canábis, se tiver realizado a formação necessária para o efeito.

A ministra da Saúde do Luxemburgo, Lydia Mutsch, congratulou-se com o avanço na legalização do acesso à canábis para fins medicinais: “O uso medicinal de canábis é um passo importante nos nossos esforços para reduzir a dor e o sofrimento de alguns pacientes, onde é habitual haver tratamentos que não o permitem”. A canábis medicinal será importada do Canadá, em forma de óleos ou cápsulas, e só estará disponível mediante receita médica nas farmácias do hospital, de acordo com o jornal The Luxembourg Times.
__________________________________________________________
Foto de destaque: D.R. // Prohibition Partners

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...