Connect with us
Publicidade
Publicidade

internacional

África do Sul legaliza Canábis e auto-cultivo para consumo próprio

O Tribunal Constitucional da África do Sul acaba de legalizar o uso adulto de Canábis em locais privados, tornando-se num dos poucos países do mundo a legalizar a Canábis com fins recreativos. Numa regulamentação inédita e unânime, os juízes legalizaram também o auto-cultivo para consumo próprio, avançou esta semana a BBC News. Os activistas pela […]

Publicado

em

O Tribunal Constitucional da África do Sul acaba de legalizar o uso adulto de Canábis em locais privados, tornando-se num dos poucos países do mundo a legalizar a Canábis com fins recreativos.

Numa regulamentação inédita e unânime, os juízes legalizaram também o auto-cultivo para consumo próprio, avançou esta semana a BBC News.


Os activistas pela legalização celebraram nas galerias públicas do Tribunal Constitucional, cantando
“Weed are free now”.O Governo Sul-Africano, que se tinha manifestado contra a legalização, argumentando que a Canábis era “uma droga que prejudicava a saúde das pessoas”, ainda não comentou oficialmente a decisão do Tribunal Constitucional.

A partir de agora, deixa de ser crime a posse de Canábis pelos adultos, desde que em privado e para consumo próprio. No entanto, continua a ser ilegal utilizar Canábis em público, vendê-la ou fornecê-la.

O Conselho de Desenvolvimento da Canábis da África do Sul congratulou-se com a regulamentação e pediu ao Governo que retirasse as acusações contra as pessoas que foram apanhadas no passado.

Jeremy Acton, líder do Dagga Party, (na África do Sul a Canábis é conhecida como “dagga”) disse que a regulação devia ter ido ainda mais longe, legalizando também a posse de Canábis em locais públicos.

Esta lei vem comprovar que a Constituição da África do Sul é uma das mais liberais do mundo, reconhecendo o direito do indivíduo a cultivar e a fumar a sua própria Canábis, contrariando as preocupações do Governo com a ordem pública ou questões de saúde.

A África do Sul tem milhares de presos devido a pequenos crimes relacionados com venda de Canábis, por isso o impacto da nova lei será enorme. O Governo deverá agora decidir qual a quantidade máxima de Canábis que se poderá possuir.

Com a autorização do auto-cultivo, o Tribunal Constitucional espera minar os grupos organizados de tráfico de Canábis, mas a Polícia (que era também contra esta lei) teme que esta regulamentação crie mais ambiguidade.

O problema é que a regulamentação do Tribunal não previu qualquer forma de comércio de Canábis, o que significa que o Governo não conseguirá taxar o mercado das transacções de Canábis.

O Tribunal deu 24 meses ao Parlamento Sul-Africano para actualizar e aplicar a lei.

Em África, o Lesotho e o Zimbabué já legalizaram a Canábis, mas apenas para fins medicinais.
_____________________________________________________________
Foto de Destaque: D.R. // Herb.co

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade

Mais recentes

internacional1 dia atrás

Zimbabwe: Presidente pede 27 milhões de canábis medicinal à Swiss Biocieuticals

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, comissionou a empresa de canábis medicinal Swiss Biocieuticals a produzir cerca de 27 milhões de...

Opinião5 dias atrás

A canábis pode ajudar a estudar?

No mundo contemporâneo, entrar na Universidade tornou-se sinónimo de “futuro”, ao mesmo tempo que também se podem viver as primeiras experiências...

internacional1 semana atrás

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer...

Opinião1 semana atrás

O papel da Enfermagem no cuidado ao paciente submetido a tratamento com canabinóides

Hoje, dia 12 de Maio, assinala-se o Dia Mundial do Enfermeiro. De acordo com o código ético e deontológico de...

Opinião1 semana atrás

Legalização da canábis em Nova York: Equidade social e económica no licenciamento e extinção de condenaçãoCannabis Legalization in New York: Social & Economic Equity Licensing and Conviction Expungement

A aplicação draconiana anti-canábis, perseguida ao longo dos anos nos Estados Unidos, é uma das coisas mais insanas que uma...

Dá-me música!2 semanas atrás

Playlist da Canábis: #2 – Peter Tosh – “Legalize it”

A pedido dos leitores – porque também vos ouvimos – a seguinte entrada na nossa playlist é o hino pró-legalização...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis regressa em 2022 a Lisboa e à Madeira

A PTMC – Portugal Medical Cannabis está de volta! Lisboa – 16 e 17 de Junho – Auditório dos Contabilistas...

internacional2 semanas atrás

Alemanha: Ministro da Saúde vai avançar com a legalização do uso adulto de canábis

O Ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou ontem novas medidas sobre a assistência médica na Alemanha, onde incluiu a...

Entrevistas2 semanas atrás

Tej Virk tem uma mensagem para o Governo Português: “Legalizem antes da Alemanha!”

Tej Virk, CEO da Akanda Corporation, que recentemente adquiriu a portuguesa Holigen por 26 milhões de euros, ganhou reputação no espaço global...

internacional3 semanas atrás

Depois da Itália, Curaleaf obtém licença para medicamentos à base de extractos de canábis em Malta

A Curaleaf International obteve licença para uma linha de medicamentos à base de extractos de canábis em Malta. A gama de...

Publicidade