Connect with us

Internacional

Cidadãos Coreanos advertidos para não consumirem Canábis no Canadá

Publicado

em

Ouvir este artigo

Os cidadãos da Coreia do Sul que vivem ou estão de férias no Canadá estão proibidos de consumir Canábis, mesmo após a legalização naquele país da América do Norte.

Os cidadãos coreanos foram avisados, através da sua embaixada no Canadá, que o uso recreativo de Canábis, apesar de legal no Canadá, continua ilegal na Coreia do Sul e não evitará que os seus cidadãos corram o risco de sofrer punições no seu país natal.

O aviso foi feito pelo Twitter: “Mesmo que os sul-coreanos estejam numa região onde a Canábis é legal, será ilegal o seu consumo. Por favor, tenha cuidado para não cometer um acto ilegal e ser punido”.

Os sul-coreanos sabem há décadas que podem ser processados ​​em casa por usar drogas no exterior, mesmo em países onde o consumo é legal. Segundo a lei de narcóticos do país, o cultivo, posse, transporte ou consumo de canábis é um crime punível com até cinco anos de prisão ou multa de até 50 milhões de won, cerca de 40 mil euros. Os sul-coreanos estão sujeitos ao código criminal do seu país, não importando onde estejam no mundo.

As punições são feitas, principalmente, contra cidadãos que voltam ao país e que consomem canábis ou que frequentam casinos no exterior, ambas actividades ilegais na Coreia do Sul. A Canábis foi oficialmente proibida na Coreia do Sul por Park Chung-Hee, um ditador militar, nos anos 70.
__________________________________________________________________
Foto de Destaque: D.R.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
33
5 anos atrás

Qual a relevância de noticiar ignorância ? já se sabe que é altamente proibido e controlado e vendo o vosso site ainda promove mais essa energia de proibição e controlo. a referirem-se a esta planta como droga e medicamento em inúmeros artigos..parece as notícias mainstream. Ver o vosso site tem aliás um efeito que repele a utilização desta planta. dá ideia que depositam credibilidade nas normas impostas pelo sistema sem dar uma opinião concreta da vossa parte. Mas nem existe opinião, é uma planta que como as outras deveria poder crescer livremente sem qualquer imposição. tudo o resto é conversa, e o facto de eles saberem que tal cenário iria destabilizar as normas de controlo globalista e a crença das pessoas em “Goverment God” e nesta matrix aqui montada. Mas agora é tarde, pois já um novo sistema está a ser montado tendo como um dos elementos a legalização de cannabis. Agora que a sociedade está suficientemente dopada e “dumbed down” por tecnologia e chemtrails, cannabis vai ser útil para promover aceitação desta rede de inteligência artificial que é ao mesmo tempo a nossa decadência pois esta poeira digital que paira no ar no meio de nós diariamente e é responsável pela propagação de wi-fi para os SlavePhones (entre outras utilidades) é também causa de cancro, doença, dor e morte. O tabaco está a ser usado como bode expiatório para os efeitos causados por esta substância por isso é só verem as imagens nos maços para saberem o que estou a falar e os efeitos que isto causa, daí também o Vaping Boom e a eventual legalização de cannabis que será promovida a sua vaporização também. Uma critica construtiva !

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional1 semana atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos1 semana atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional1 semana atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos2 semanas atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional2 semanas atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos2 semanas atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos3 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem3 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...