Connect with us

Internacional

Colômbia retrocede e proíbe posse de drogas para consumo pessoal

Publicado

em

Ouvir este artigo

A sociedade civil está a juntar-se em Bogotá, na Colômbia, para se manifestar contra um novo Decreto-Lei que proíbe a posse de drogas para utilização pessoal, depois de mais de 20 anos de permissão prevista na Constituição.

Nos protestos, a população age em forma de desobediência pacífica, por considerar que esta lei ignora os direitos constitucionais dos cidadãos colombianos.

O presidente da Colômbia, Ivan Duque, que já foi elogiado por Donald Trump, assinou um decreto permitindo que a polícia confisque todas e quaisquer quantidades de droga, quando a posse e transporte de pequenas quantias para uso pessoal está prevista constitucionalmente, desde 1994. 

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fjquintana77%2Fvideos%2F10156719213697954%2FUzpfSTExNDc2OTk3ODY2NDY3MDoxMjQ1NDQ3NDMyMjYzNTgw%2F&width=800&show_text=false&appId=288970418173804&height=411Segundo alguns activistas colombianos, apesar de o país definir uma quantidade considerada para consumo pessoal, “a polícia agora tem permissão para apreender quantidades dentro do limite para consumo e consequentemente aplicar de uma coima de entre 200 a 8000 pesos (entre 10 e 300 euros aproximadamente)”.  Esta multa, aplicada apenas nas quantidades inferiores ao limite de consumo para fins pessoais, pode ainda “ser atenuada ou substituída pela frequência em sessões informativas para os consumidores que se assumam dependentes”.

A população colombiana juntou-se em protesto em Bogotá para criticar esta medida, “que já entrou em vigor, mas que acreditamos, não irá durar muito”, confidenciou à Cannapress um activista colombiano.

https://players.brightcove.net/665003303001/4k5gFJHRe_default/index.html?videoId=5851471643001

Video  de Alessandro Rampietti, da Al Jazeera

A Colômbia é um dos países que, ao contrário daquela que é a tendência ao redor do mundo, está a endurecer as suas políticas de drogas, apesar de ter uma constituição progressista, na qual o consumo está descriminalizado. O sistema colombiano permite ainda ao consumidor ter uma quantidade limite de 22 gramas de canábis e ainda o cultivo de 19 plantas em casa para consumo próprio. 

Esta medida foi apresentada após uma promessa eleitoral de reforçar as políticas de drogas, mas especialistas e críticos estão cépticos quanto ao efeito que estas novas medidas terão sobre as organizações criminosas ou a produção daquele que ainda é o maior país produtor mundial de cocaína.

A Colômbia legalizou a canábis para fins medicinais em 2015. A presente medida não afecta os utilizadores de canábis medicinal nem as companhias que produzem neste momento.
__________________________________________________________________
Imagem de destaque: D.R.

 

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...