Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

BE promove audição pública para legalização recreativa

Publicado

em

O debate em torno da legalização da canábis volta ao Parlamento amanhã, dia 18 de Dezembro, numa iniciativa do deputado Moisés Ferreira e do Bloco de Esquerda (BE).

O Bloco vai propor um projecto de lei centralizado no uso recreativo da canábis e esta é a primeira vez que o propõe enquanto partido integrante na coligação governativa.

Depois de várias propostas, enquanto partido da oposição, para a legalização da canábis terem sido inviabilizadas quer por governos do PSD quer pelo PS, os partidos mais representativos em Portugal.

O pontapé de saída é dado amanhã, dia 18 de Dezembro, com a sociedade civil e a Canábis com protagonistas na audição pública para o uso da canábis para fins recreativos. A Cannativa – Associação de Estudos sobre Canábis estará presente e será representada pelo seu vice-presidente Dinis Dias.

À semelhança do procedimento para a canábis medicinal, várias organizações e instituições deverão ser ouvidas e consultadas para a formulação do projecto de lei.

O plano do deputado Moisés Ferreira e do Bloco de Esquerda (BE) para propor a legalização de canábis para todos os fins já era conhecido. A convocação da sociedade civil para uma audição pública acerca da legalização da canábis para fins recreativos é o primeiro passo do deputado bloquista, que tinha já afirmado na Marcha Global de Marijuana, em Lisboa, que pretendia avançar em 2019 com um texto para legalizar integralmente a canábis no País.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional1 dia atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações2 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional2 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional3 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa3 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional3 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional4 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional5 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional5 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....