Connect with us

Internacional

Tailândia retira extractos de canábis da lista de narcóticos

Publicado

em

Ouvir este artigo

A Tailândia removeu os extractos de cânhamo da sua lista de substâncias narcóticas, segundo comunicado das autoridades no dia 2 de Setembro de 2019. Este é o mais recente esforço do Governo Tailandês para promover o desenvolvimento de produtos de canábis para fins medicinais.

A Tailândia, que tem uma tradição de usar canábis para aliviar dores e fadiga, legalizou a canábis para uso médico e as pesquisas no ano passado, com o intuito de ajudar a aumentar os proveitos agrícolas.

“A intenção é permitir que extratos sejam usados ​​em medicamentos, cosméticos e alimentos e apoiar o cânhamo como uma colheita comercial”, disse Tares Krassanairawiwong, secretário-geral da Administração de Alimentos e Medicamentos da Tailândia, aos repórteres, acrescentando que a semente e o óleo de cânhamo também serão isentos.

Os extratos de plantas de canábis e cânhamo, como CBD puro, produtos à base de CBD e produtos com teor de THC inferior a 0,2%, o ingrediente psicoativo da canábis, foram removidos da Categoria 5 da lista de substâncias controladas, informou o órgão regulador.

Nascimento de um mercado

Neste momento, apenas os hospitais e centros de pesquisas e investigação podem solicitar licenças para desenvolver extratos médicos de canábis, mas as empresas vêem na Tailândia uma oportunidade de negócio. Ishaan Shah, da família bilionária Shah, fundou o Ganja Group em Bangcoc e tem planos para fornecer canábis medicinal ao braço farmacêutico do GP Group, a Megalife Sciences Pcl, que é gerido pela família Shah. “Estamos a trabalhar para a extracção de canabidiol (CBD), esse é nosso objetivo a curto prazo”, disse Shah à Reuters.

O mercado de canábis da Tailândia poderá atingir mais um valor de mais de 500 milhões de Euros até 2024, segundo a análise da empresa Prohibition Partners.

As licenças ainda não estão disponíveis para empresas

As drogas da categoria 5 são puníveis com até 15 anos de prisão e multas de até 1,5 milhão de baht (45 mil Euros). A Expara, gestora de fundos de capital de risco em estágio inicial, tem como objetivo arrecadar 27 milhões de Euros até dezembro deste ano para investir em tecnologia relacionada com a canábis, disse o diretor administrativo Douglas Abrams.

“Acreditamos que a mudança no ambiente regulatório é um indicador líder de rápido crescimento neste novo setor”, disse ele à Reuters. A produção, o cultivo e a venda de canábis são limitados aos produtores tailandeses, que recebem licenças de cinco anos para proteger a indústria doméstica, disse Tares, acrescentando que estava a rever os regulamentos que permitirão que as empresas solicitem licenças.

Até agora, foram diferidos 334 pedidos, principalmente para hospitais e agências de saúde, segundo o site da FDA. A Tailândia entregou seu primeiro patch de 10.000 garrafas de extrato de óleo de canábis para pacientes no mês passado.

 

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
4 anos atrás

I believe this site has some really superb information for everyone :D. “Do not go where the path may lead, go instead where there is no path and leave a trail.” by Ralph Waldo Emerson.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa19 minutos atrás

Cannatrol traz tecnologia inovadora de pós-colheita de canábis para a Europa em parceria com a Paralab Green

A disponibilidade do sistema patenteado Total Dry-Cure-Store expande-se a toda a UE NORTH SPRINGFIELD, Vt.–(BUSINESS WIRE)– A Cannatrol, criadora do único...

Comunicados de Imprensa11 horas atrás

Tilray recebe a primeira nova licença de cultivo de canábis na Alemanha, ao abrigo dos novos regulamentos

Foi concedida uma nova licença de cultivo de canábis às instalações Aphria RX da Tilray na Alemanha, permitindo um aumento...

Comunicados de Imprensa12 horas atrás

Sanity Group garante capital de crescimento adicional no valor total de 17 milhões de euros

O Sanity Group GmbH, uma das principais empresas de canábis da Alemanha, anunciou a conclusão de um investimento do Jupiter...

Internacional16 horas atrás

Rigoroso limite de 0,0001% de THC pode isolar Japão dos mercados internacionais de CBD

A 30 de Maio de 2024, um choque sísmico atingiu a indústria japonesa de CBD. Em resposta à revisão da...

Nacional19 horas atrás

Portugal: Médicos já podem prescrever 8 derivados de canábis – saiba quais

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou na semana passada duas novas ACMs (Autorização...

Internacional4 dias atrás

Tailândia: Activistas suspendem greve de fome para preparar novas formas de protesto: “Estamos confiantes de que a canábis não será reclassificada como narcótico”

O grupo de activistas tailandês que se auto-intitula “Writing Thailand’s Cannabis Future Network”, liderado por Kitty Chopaka, anunciou hoje o...

Internacional5 dias atrás

Alemanha: Médicos de 16 especialidades já podem prescrever canábis sem aprovação dos seguros

O Comité Federal Misto Alemão (Gemeinsamer Bundesausschuss, ou G-BA) anunciou esta semana as excepções aos requisitos de aprovação para a...

Nacional6 dias atrás

Infarmed aprova duas novas ACM’s de preparações à base de canábis

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou duas novas ACMs (Autorização de Colocação no...

Cânhamo6 dias atrás

Leonardo Sousa: “É literalmente a auto-suficiência de um país que está aqui atrás, a quase todos os níveis”

Aos 31 anos, Leonardo Rodrigues Sousa tem-se destacado como um dos mais jovens empreendedores no sector do cânhamo industrial em...

Entrevistas7 dias atrás

Adonis Georgiadis: “A única discussão é sobre o uso farmacêutico. Não há efeito dominó na Grécia”

Encontrámos Adonis Georgiadis, Ministro da Saúde da Grécia, em Londres, na Cannabis Europa, uma das mais antigas conferências sobre canábis...