Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

EUA: Polícia treina cães para ignorar cheiro a canábis

Publicado

em

Os cães da polícia norte-americana estão a ser treinados para ignorar o cheiro a canábis, no seguimento da legalização da planta em vários dos Estados Unidos da América (EUA), anunciou o site americano Herb.

À medida que os EUA alteram a sua política relativa à canábis, o uso de unidades K-9 (o diminutivo atribuído aos cães-polícia, transcrição fonética de “canine”) para farejar droga está a complicar-se. Muitos cães foram treinados para procurar narcóticos como cocaína e heroína, mas também para farejar drogas leves como canábis. Os K-9, porém, não foram treinados para fazer distinção entre drogas e também não são capazes de distinguir entre componentes legais ou ilegais no que respeita à canábis.

Treinar cães para ignorar canábis é simples, basta excluí-la do treino de narcóticos. Segundo o porta-voz do Departamento da Polícia de Seattle, Sean Whitcomb, também é possível treinar cães da polícia que já se encontram ao serviço, ensinando-os a ignorar a substância. Contudo, a reprogramação do treino pode ser um processo moroso e dispendioso, pois são necessárias mais de 400 horas para treinar cães que farejem drogas.

A cidade de Rifle, no Colorado, recebeu recentemente dois novos cães da polícia, Jax e Makai, que foram pagos através de uma angariação de fundos organizada por um jovem de 12 anos, quando soube que Tulo, o K9 do Departamento da Polícia de Rifle estava a atingir a idade de aposentação, 9 anos. Os novos cães, Jax e Makai estão a ser agora treinados para ignorar o cheiro de canábis, já que a planta é legal no Colorado, tanto para fins medicinais como para fins recreativos.

“Os cães que conseguem cheirar canábis têm levantado dúvidas em tribunal, podendo tornar as coisas mais difíceis”, afirmou o agente da polícia Garret Duncan ao Glenwood Springs Post Independent.

Apesar da descoberta de actividades criminosas com o auxílio de cães da polícia, têm surgido algumas discrepâncias que podem ser contestadas em tribunal. Em Julho do ano passado, três juízes decidiram que um cão que detecta canábis não é o suficiente para justificar uma busca.
_________________________________________________________________________
Imagem de destaque: Benzinga

 

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional1 dia atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações2 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional2 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional3 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa3 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional3 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional4 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional5 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional5 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....