Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

EUA: Polícia treina cães para ignorar cheiro a canábis

Publicado

em

Os cães da polícia norte-americana estão a ser treinados para ignorar o cheiro a canábis, no seguimento da legalização da planta em vários dos Estados Unidos da América (EUA), anunciou o site americano Herb.

À medida que os EUA alteram a sua política relativa à canábis, o uso de unidades K-9 (o diminutivo atribuído aos cães-polícia, transcrição fonética de “canine”) para farejar droga está a complicar-se. Muitos cães foram treinados para procurar narcóticos como cocaína e heroína, mas também para farejar drogas leves como canábis. Os K-9, porém, não foram treinados para fazer distinção entre drogas e também não são capazes de distinguir entre componentes legais ou ilegais no que respeita à canábis.

Treinar cães para ignorar canábis é simples, basta excluí-la do treino de narcóticos. Segundo o porta-voz do Departamento da Polícia de Seattle, Sean Whitcomb, também é possível treinar cães da polícia que já se encontram ao serviço, ensinando-os a ignorar a substância. Contudo, a reprogramação do treino pode ser um processo moroso e dispendioso, pois são necessárias mais de 400 horas para treinar cães que farejem drogas.

A cidade de Rifle, no Colorado, recebeu recentemente dois novos cães da polícia, Jax e Makai, que foram pagos através de uma angariação de fundos organizada por um jovem de 12 anos, quando soube que Tulo, o K9 do Departamento da Polícia de Rifle estava a atingir a idade de aposentação, 9 anos. Os novos cães, Jax e Makai estão a ser agora treinados para ignorar o cheiro de canábis, já que a planta é legal no Colorado, tanto para fins medicinais como para fins recreativos.

“Os cães que conseguem cheirar canábis têm levantado dúvidas em tribunal, podendo tornar as coisas mais difíceis”, afirmou o agente da polícia Garret Duncan ao Glenwood Springs Post Independent.

Apesar da descoberta de actividades criminosas com o auxílio de cães da polícia, têm surgido algumas discrepâncias que podem ser contestadas em tribunal. Em Julho do ano passado, três juízes decidiram que um cão que detecta canábis não é o suficiente para justificar uma busca.
_________________________________________________________________________
Imagem de destaque: Benzinga

 

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade

Mais recentes

Eventos1 dia atrás

Cannabis Europa: “Estamos num mercado em baixa, mas a canábis europeia é um touro”

Artigo original publicado por Ben Stevens na BusinessCann A CANNABIS Europa abriu as suas portas a mais de 1.200 delegados...

Entrevistas6 dias atrás

Paulo Correia: “Foi com a erva que deixei o álcool e as outras drogas”

Paulo Correia talvez represente aquelas pessoas que não tiveram igualdade de oportunidades na vida, logo desde a infância. O segundo...

Internacional7 dias atrás

Espanha: Congresso dos Deputados aprova lei da canábis medicinal

O Congresso dos Deputados de Espanha aprovou esta semana a regulamentação da canábis medicinal. O relatório que foi a votação na subcomissão...

Eventos1 semana atrás

Cannabis Europa: Mercado do Reino Unido pode crescer mais de 1000 milhões de libras até 2026

Uma análise da Prohibition Partners mostra que o mercado do Reino Unido pode crescer mais de mil milhões de libras...

Eventos2 semanas atrás

Vasco Bettencourt, Director da Unidade de Licenciamentos do Infarmed, preside sessão de abertura da PTMC – Portugal Medical Cannabis

O Director da Unidade de Licenciamentos do INFARMED, Vasco Bettencourt, vai presidir a sessão da abertura da conferência PTMC –...

Internacional3 semanas atrás

EFSA suspende avaliação de pedidos de CBD como “novo alimento”

A avaliação de pedidos de submissão do canabidiol (CBD) enquanto novo alimento na Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) está...

Internacional3 semanas atrás

Luxemburgo aprova auto-cultivo de 4 plantas de canábis por residência

O Conselho de Ministros do Luxemburgo aprovou formalmente, na passada sexta feira, alterações legislativas que permitem o consumo de canábis...

Nacional3 semanas atrás

Luís Figo lança a sua marca de produtos de CBD

Já não é notícia que o CBD (canabidiol) ajuda na recuperação de lesões desportivas e que muitos atletas são embaixadores...

Saúde3 semanas atrás

O potencial terapêutico da canábis em patologias do foro oncológico

De acordo com a União Europeia (UE), o cancro é a segunda principal causa de mortalidade nos países da UE,...

Economia3 semanas atrás

Turismo de canábis nos EUA é uma indústria de 17 mil milhões e está apenas a descolar, diz a Forbes

O turismo relacionado com a canábis está prestes a explodir no mundo legalizado, em especial nos Estados Unidos da América...

Publicidade