Connect with us

internacional

Empresa canadiana fornece matéria prima para produzir CBD no Brasil

Avatar

Published

on

A Brains Bioceutical Corporation, uma empresa com sede em Vancouver, no Canadá, vai fornecer a matéria prima para produzir o primeiro medicamento brasileiro de canábis aprovado pela Anvisa. A farmacêutica autorizada a comercializar o fitofármaco é a Prati-Donaduzzi, do Paraná, que deverá importar o extracto, já que o cultivo de canábis não foi autorizado no Brasil.

O produto será uma solução oral de canabidiol (CBD) em frasco de 30 ml, com concentração de 200 mg/ml e <0,2% de THC. A empresa não divulgou o valor  pelo qual o produto será comercializado para as farmácias e distribuidoras. Porém, segundo uma fonte médica do Paraná ouvida pelo CannaReporter, o óleo será vendido para as farmácias por cerca de 300 euros. “Recebi a visita de uma representante comercial (da Prati-Donaduzzi). Ela sabia que eu prescrevia (canábis) e veio me visitar para mostrar o produto deles”, informou o mesmo profissional de saúde.

Anvisa não considera CBD um medicamento
O óleo autorizado não é considerado um medicamento pela Anvisa, mas uma categoria à parte, a de “Produtos com Canábis”. Foi a solução que o órgão encontrou para que os derivados da planta entrassem no mercado mais rápido, sem passar pelos testes clínicos, que demoram anos. Por esse motivo, o preço do produto não precisará de aprovação da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos do Brasil, ficando a cargo da própria farmacêutica.

Segundo a Prati-Donaduzzi, o óleo será produzido na fábrica da farmacêutica na cidade de Toledo, no interior do Paraná. A expectativa é que o produto esteja disponível nas farmácias antes do Dia das Mães do Brasil, 10 de maio.

A Brains Bioceutical apresenta-se como o líder global na produção de Ingredientes Farmacêuticos Ativos (API) baseada em canabidiol farmacêutico, bem-estar e veterinário. A empresa irá exportar do Reino Unido o API de GMP europeu para a farmacêutica brasileira formular o produto que será vendido nas farmácias e distribuidoras. Em comunicado, a empresa anunciou a parceria como “uma conquista histórica para trazer o primeiro produto registado de canábis medicinal do Brasil”.

“Nossos parceiros no Brasil são líderes globais em produção farmacêutica e ensaios clínicos. Estou muito orgulhoso desse momento histórico, no qual combinamos nossas forças para criar o primeiro produto registado sob o novo regime. O padrão que estabelecemos para a equipa de cientistas e executivos de renome mundial da Brains continua a alcançar marcos de referência com uma busca incansável por inovações históricas no sector do CBD. Estamos ansiosos para  capitalizar as oportunidades de mercado resultantes. Agora, registamos o produto CBD no epicentro do continente europeu no Reino Unido e fornecemos o material CBD ao nosso parceiro sul-americano para obter o primeiro produto registado de canábis sob os novos regulamentos da Anvisa no Brasil. ” concluiu Rick Brar, Presidente e CEO da Brains Bioceutical.
________________________________________________________________
Imagem de Destaque: Michal Wozniak @ Unsplash

Publicidade

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade.

Para continuar a desenvolver este projecto e para garantir os recursos para acompanhar a indústria em Portugal, o apoio dos leitores é fundamental.


l

Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter!

Torna-te Patreon e contribui para o projecto CannaReporter!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *