Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Líbano aprova canábis medicinal para tentar sair da crise

Publicado

em

Numa tentativa de recuperar da crise em que mergulhou com o Coronavírus, o Líbano aprovou o cultivo de canábis para fins medicinais e industriais, anunciou a Reuters. A nova legislação entrou em vigor esta semana, numa altura em que a libra libanesa desvalorizou 50 por cento em relação ao dólar desde Janeiro, a maior queda da sua história.

A produção legal de canábis poderá gerar cerca de mil milhões de dólares por ano de receita na economia, segundo estudos prévios da consultora McKinsey. A planta é cultivada, ilegalmente, há mais de 100 anos no Vale do Bekaa, no leste do país, perto da fronteira com a Síria, mas o Líbano pretende atrair agora investimento estrangeiro para produzir legalmente e revitalizar a economia.

Segundo as Nações Unidas, o Líbano é um dos cinco maiores produtores mundiais de canábis. A planta costuma seguir para a Síria, que há quase dez anos está imersa numa guerra civil, a Jordânia e outros países da região.Com a legalização, o governo libanês acredita que poderá ajudar a suprir a procura mundial por canábis, mais voltada para o uso medicinal e industrial, e não recreativo.

A decisão do Parlamento foi “realmente motivada por motivos económicos, nada mais”, disse à Reuters Alain Aoun, um deputado do Movimento Patriótico Livre, fundado pelo presidente Michel Aoun. “Temos reservas morais e sociais, mas hoje existe a necessidade de ajudar a economia de qualquer maneira”, afirmou. O único partido que votou contra a aprovação foi o Hezbollah.

Muitos países do Oriente Médio foram apanhados de surpresa com a notícia. Em geral, o consumo de bebidas alcoólicas e substâncias ilícitas é considerada uma grave transgressão aos preceitos religiosos. “O mais incrível é a medida ter passado no Parlamento libanês, que conta com vários membros do Hezbollah, um grupo xiita bastante conservador”, diz o fotógrafo Kareem Azhour, de 35 anos. Em Maio de 2019, o grupo proibiu a realização do desfile Gay Pride em Beirute.
__________________________________________________________________
Imagem de destaque: The Greenfund.com

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade

Mais recentes

Eventos1 dia atrás

Cannabis Europa: “Estamos num mercado em baixa, mas a canábis europeia é um touro”

Artigo original publicado por Ben Stevens na BusinessCann A CANNABIS Europa abriu as suas portas a mais de 1.200 delegados...

Entrevistas6 dias atrás

Paulo Correia: “Foi com a erva que deixei o álcool e as outras drogas”

Paulo Correia talvez represente aquelas pessoas que não tiveram igualdade de oportunidades na vida, logo desde a infância. O segundo...

Internacional7 dias atrás

Espanha: Congresso dos Deputados aprova lei da canábis medicinal

O Congresso dos Deputados de Espanha aprovou esta semana a regulamentação da canábis medicinal. O relatório que foi a votação na subcomissão...

Eventos1 semana atrás

Cannabis Europa: Mercado do Reino Unido pode crescer mais de 1000 milhões de libras até 2026

Uma análise da Prohibition Partners mostra que o mercado do Reino Unido pode crescer mais de mil milhões de libras...

Eventos2 semanas atrás

Vasco Bettencourt, Director da Unidade de Licenciamentos do Infarmed, preside sessão de abertura da PTMC – Portugal Medical Cannabis

O Director da Unidade de Licenciamentos do INFARMED, Vasco Bettencourt, vai presidir a sessão da abertura da conferência PTMC –...

Internacional3 semanas atrás

EFSA suspende avaliação de pedidos de CBD como “novo alimento”

A avaliação de pedidos de submissão do canabidiol (CBD) enquanto novo alimento na Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) está...

Internacional3 semanas atrás

Luxemburgo aprova auto-cultivo de 4 plantas de canábis por residência

O Conselho de Ministros do Luxemburgo aprovou formalmente, na passada sexta feira, alterações legislativas que permitem o consumo de canábis...

Nacional3 semanas atrás

Luís Figo lança a sua marca de produtos de CBD

Já não é notícia que o CBD (canabidiol) ajuda na recuperação de lesões desportivas e que muitos atletas são embaixadores...

Saúde3 semanas atrás

O potencial terapêutico da canábis em patologias do foro oncológico

De acordo com a União Europeia (UE), o cancro é a segunda principal causa de mortalidade nos países da UE,...

Economia3 semanas atrás

Turismo de canábis nos EUA é uma indústria de 17 mil milhões e está apenas a descolar, diz a Forbes

O turismo relacionado com a canábis está prestes a explodir no mundo legalizado, em especial nos Estados Unidos da América...

Publicidade