Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Israel a um passo de legalizar a canábis recreativa

Publicado

em

D.R. Kobi Gideon/Flash90

O governo israelita dá mais um a passo no sentido da legalização da canábis para fins recreativos. De acordo com o ministro da Justiça, Avi Nissenkorn, o novo projecto-lei deverá estar pronto no final deste mês, para ser lido e discutido no Knesset, o parlamento israelita, em Dezembro. Após a discussão, a nova lei poderá entrar em vigor no prazo de um ano. 

Algumas das mudanças previstas são a legalização da posse até 15 gramas e a descriminalização até 50 gramas, para maiores de 21 anos. Ficam excluídas as pessoas que se encontrem em estabelecimentos prisionais, em liberdade condicional ou que trabalhem nos serviços de segurança. O auto-cultivo não será permitido, pelo menos nesta primeira fase. A venda de canábis passará a ser permitida em lojas autorizadas, para uso apenas em casa, deixando de fora o consumo em locais públicos.

Israel é um dos países que têm liderado a investigação e o uso de canábis medicinal nos últimos anos, com mais de 70 mil utilizadores autorizados a ter acesso à planta por prescrição médica. A discussão sobre o uso recreativo, que sempre encontrara uma forte oposição entre as facções políticas mais ortodoxas e a polícia nacional, acabou por ganhar força durante a longa campanha eleitoral em que o país se viu mergulhado. Desde abril de 2019, Israel teve três eleições sem que nenhum partido fosse claramente eleito até que, finalmente, após as eleições de Março deste ano, o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, e o seu ex-rival Benny Gantz, chegaram a um pacto no governo. Este processo transformou a questão da legalização do uso recreativo da canábis num tema de bandeira para vários partidos, culminando agora com a discussão, no parlamento, deste novo projecto-lei.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...