Connect with us

internacional

ONU reconhece potencial terapêutico da Canábis e remove-a do Anexo IV da Convenção de 1961

Publicado

em

Foto: D.R. Sensi Seeds

A Comissão das Nações Unidas sobre Estupefacientes (CND) aceitou hoje, quarta-feira, a recomendação 5.1 da Organização Mundial da Saúde (OMS) para remover a canábis e a resina de canábis do Anexo IV da Convenção Única de 1961 sobre Drogas e Narcóticos. A votação foi a primeira da sessão e aquela onde a diferença entre votos a favor e contra foi menor. A apertada votação contou com 27 votos a favor, 1 abstenção e 25 votos contra de todos os 53 participantes.

A recomendação 5.1 da OMS consiste em “Excluir a canábis e a resina de canábis do Anexo IV da Convenção de 1961″. Esta recomendação era amplamente aguardada pela indústria para permitir a realização de investigação científica. Esta votação é uma vitória para a indústria por reconhecer o valor medicinal da canábis e a resina de canábis na leitura das convenções, algo que não acontecia anteriormente e que dificultava sobremaneira a investigação científica para os benefícios da utilização medicinal da canábis.

A Comissão das Nações Unidas sobre Estupefacientes está reunida na 63ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre Drogas e Narcóticos (CND), em Viena, na Áustria. As atenções centram-se na reclassificação da canábis, que foi aprovada numa votação apertada.

63ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre Drogas e Narcóticos (CND) teve hoje o seu início em Viena, na Áustria. A agenda desta sessão centra todas as atenções na votação das Nações Unidas (ONU) da reclassificação da canábis, cujo resultado irá ter amplas repercussões na indústria em todo o mundo.

 

Votações dos diferentes países, CNDMonitor

Veja também:

Mais de 200 ONGs de 55 países pedem à ONU para reclassificar a canábis

Apoie o João Costa on Patreon!
Publicidade

O CannaReporter é um projecto independente e completamente suportado pela comunidade.

Para continuar a desenvolver este projecto e para garantir os recursos para acompanhar a indústria em Portugal, o apoio dos leitores é fundamental.


l

Clique abaixo e torne-se apoiante do CannaReporter!

Torna-te Patreon e contribui para o projecto CannaReporter!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *