Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

ONU reconhece potencial terapêutico da Canábis e remove-a do Anexo IV da Convenção de 1961

Publicado

em

Foto: D.R. Sensi Seeds

A Comissão das Nações Unidas sobre Estupefacientes (CND) aceitou hoje, quarta-feira, a recomendação 5.1 da Organização Mundial da Saúde (OMS) para remover a canábis e a resina de canábis do Anexo IV da Convenção Única de 1961 sobre Drogas e Narcóticos. A votação foi a primeira da sessão e aquela onde a diferença entre votos a favor e contra foi menor. A apertada votação contou com 27 votos a favor, 1 abstenção e 25 votos contra de todos os 53 participantes.

A recomendação 5.1 da OMS consiste em “Excluir a canábis e a resina de canábis do Anexo IV da Convenção de 1961″. Esta recomendação era amplamente aguardada pela indústria para permitir a realização de investigação científica. Esta votação é uma vitória para a indústria por reconhecer o valor medicinal da canábis e a resina de canábis na leitura das convenções, algo que não acontecia anteriormente e que dificultava sobremaneira a investigação científica para os benefícios da utilização medicinal da canábis.

A Comissão das Nações Unidas sobre Estupefacientes está reunida na 63ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre Drogas e Narcóticos (CND), em Viena, na Áustria. As atenções centram-se na reclassificação da canábis, que foi aprovada numa votação apertada.

63ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre Drogas e Narcóticos (CND) teve hoje o seu início em Viena, na Áustria. A agenda desta sessão centra todas as atenções na votação das Nações Unidas (ONU) da reclassificação da canábis, cujo resultado irá ter amplas repercussões na indústria em todo o mundo.

 

Votações dos diferentes países, CNDMonitor

Veja também:

Mais de 200 ONGs de 55 países pedem à ONU para reclassificar a canábis

1 Comment
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments

[…] primeiro aniversário da votação histórica sobre a canábis na ONU, a 2 de Dezembro do ano passado, foram levantadas sérias preocupações sobre como a política de […]

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional6 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações6 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...