Connect with us

Economia

Canábis é a cultura mais valiosa do Estado do Maine. Pacientes lideram consumo

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | Leafly

A canábis já gerou vendas de mais de 200 milhões de dólares no Estado do Maine, apesar da situação pandémica, com os pacientes e cuidadores a encabeçar a lista de consumidores. A canábis torna-se assim a cultura mais valiosa do Maine, superando os produtos agrícolas tradicionais, como batatas, leite ou mirtilos.

As vendas de canábis medicinal no estado do Maine totalizaram 221,8 milhões de dólares entre Janeiro e Outubro, mais do que o dobro do que havia sido vendido no período homólogo, de acordo com os dados do Estado relativos às vendas. Isso coloca o sector num ritmo que pode culminar em vendas de 266 milhões de dólares durante este ano, apesar de uma pandemia global que deixou muitos habitantes do país desempregados e reduziu os gastos dos consumidores em todo o país.

“Desde Março, todos participamos numa experiência nacional”, disse Patrick Anderson, CEO do Anderson Economic Group, que emite avaliações comparativas mensais do mercado nacional de canábis. “O que aprendemos é que não importa o que aconteça, os americanos vão conseguir a sua canábis, álcool, alimentos de panificação e carros, independentemente da economia.”

Vendas dispararam em 2020, durante a pandemia

No ano passado, a primeira vez que o Maine conseguiu tabular todas as vendas legais de canábis medicinal, registou mais de 100 milhões de dólares em vendas, o dobro do esperado. As vendas acumuladas em 2020 mostram que o mercado dobrou mais uma vez, crescendo 152%.

O gasto médio mensal com canábis aumentou quando os bloqueios de COVID-19 começaram no início de 2020 e os consumidores aumentaram as compras para ter o seu próprio abastecimento, de acordo com a New Frontier Data. No Colorado, o consumidor médio gastou 43% mais em Abril do que em Março; em Las Vegas, os gastos aumentaram 32% no mesmo período e em Massachusetts as vendas aumentaram 48%.

A indústria canábis aparenta ser imune a muitos dos problemas que afectam os negócios durante a pandemia, de acordo com o analista de pesquisa Noah Tamares da New Frontier Data. Por ser uma “droga” federalmente ilegal, a maior parte da produção e do consumo de canábis é local, protegendo-a de falhas na cadeia de abastecimento. As medidas de confinamento também parecem não ser motivadoras de disfunções nos padrões de consumo – antes da pandemia 65% dos consumidores relataram usar canábis sozinhos.

Pacientes e cuidadores lideram consumo de canábis

Com a probabilidade de uma nova onda de confinamentos e medidas restritivas no futuro, os gastos com canábis estão a disparar novamente, de acordo com a New Frontier Data. Colorado viu aumentos nos gastos de 25 por cento de Agosto a Setembro e 38 por cento de Setembro a Outubro. Durante os mesmos períodos em Massachusetts, os gastos aumentaram 16 e 34 por cento, respectivamente.

Uma análise mensal das vendas de canábis medicinal do Maine mostra números cada vez maiores ao longo do ano, mas uma comparação direta com o Colorado e Massachusetts é difícil, porque muitas empresas enviam os seus impostos sobre vendas – que servem de base para os números de vendas projectados do estado -, numa base trimestral, em vez de mensal.

Os números incluem vendas de oito dispensários de canábis medicinal do Maine e uma rede de quase três mil cuidadores registados que atendem cerca de 65 mil pacientes certificados de canábis medicinal. O Maine só começou a rastrear dados de impostos sobre vendas para cuidadores no ano passado. Em 2019, os cuidadores comandaram as vendas, sendo responsáveis por uns surpreendentes 76% do mercado de canábis medicinal do estado, que totalizou 109 milhões de dólares.

_______________________________________________________________________

Foto de destaque: Leafly

 

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos2 dias atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa3 dias atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional6 dias atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional7 dias atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações2 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias2 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo2 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos2 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...