Connect with us

Corporações

GW Pharma comprada pela Jazz por 7,2 mil milhões de dólares

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | Business Insider | Cannareporter edit

Foi hoje divulgado um acordo para a compra da farmacêutica GW Pharmaceuticals pela Jazz Pharmaceuticals. O valor total da transacção ascende a 7,2 mil milhões de dólares, sendo 6,7 mil milhões líquidos, que correspondem à soma que entrará nos cofres da GW, em dinheiro.

A transação, que já foi aprovada por unanimidade pelos Conselhos de Administração de ambas as empresas, deve ser concluída no segundo trimestre de 2021.

A histórica e pioneira empresa farmacêutica com desenvolvimento de medicamentos à base de canábis e proprietária dos medicamentos aprovados Sativex e Epidiolex, a GW Pharmaceuticals, acaba de ser comprada, segundo um acordo divulgado durante o dia de hoje no seu site. A empresa compradora é a Jazz Pharma, constituída em 2003 e transaccionada também no mercado de acções da Nasdaq. Da compra da GW resulta um líder biofarmacêutico global.

Bruce Cozadd, Chairman e CEO da Jazz Pharmaceuticals

 

Após a conclusão da transacção, que requer a aprovação dos accionistas da GW Pharma bem como de vários organismos reguladores, a empresa combinada será líder em neurociência, com uma forte presença comercial e operacional global bem posicionada no sector da canábis para fins medicinais, diversificando assim o seu portfólio.

Bruce Cozadd, presidente e CEO da Jazz Pharmaceuticals afirmou estar “a juntar duas equipas que partilham uma paixão pelo desenvolvimento de terapias diferenciadas que avançam a ciência e transformam a vida dos pacientes. Isto ajudará a facilitar uma integração bem-sucedida e agregar recursos à Jazz. Dada a solidez do nosso balanço patrimonial e dos motivadores financeiros significativos desta transacção, estamos confiantes no valor que podemos oferecer aos accionistas e pacientes das empresas. Estamos ansiosos para dar as boas-vindas à equipa da GW na Jazz, para construirmos uma empresa ainda mais forte”, concluiu Cozadd.

Justin Gover, CEO da GW Pharmaceuticals

O CEO da GW Pharmaceuticals, Justin Gover, afirma, em retrospectiva, que a GW construiu uma posição de liderança global sem paralelo na ciência dos canabinóides, incluindo o lançamento bem-sucedido do Epidiolex, um produto inovador no campo da epilepsia e uma linha de investigação no ramo da neurociência diversificada e robusta. O CEO da GW afirma ainda acreditar que “a Jazz é um parceiro de crescimento ideal, que está comprometido em apoiar os nossos esforços comerciais, bem como programas clínicos e de investigação que já estão em andamento.”

 

 

O comunicado assume ainda que a transacção é fundamentada através de quatro pilares:

  • Criação de um Líder Biofarmacêutico Global Inovador e de Alto Crescimento com Força Financeira;
  • Robusto pipeline combinado em neurociência e oncologia para impulsionar o crescimento sustentável;
  • Cultura partilhada e talento excepcional, que irão promover a missão para transformar a vida dos pacientes;
  • Esperança de proporcionar um valor substancial para o accionista;

Termos da Transacção

De acordo com os termos do contrato, os detentores de Recibos de Acções Depositárias Americanas (ADS) da GW, que são títulos equivalentes às acções ordinárias de empresas estrangeiras cotadas na bolsa americana (no caso desta empresa, cada ADS representa 12 acções ordinárias GW Pharmaceuticals). Os detentores de ADS terão o direito de receber 220 dólares para cada ADS dos quais 200 dólares serão pagos em dinheiro e 20 dólares em acções ordinárias da Jazz. Isso representa um premium de aproximadamente 50 por cento sobre o preço de fecho das ações da GW a 2 de Fevereiro de 2021, de 146,25 dólares, e 60 por cento sobre o preço médio ponderado dos últimos 30 dias da empresa, com o valor de 137,17 dólares.

O número de ações ordinárias da Jazz a ser emitidas para os detentores de ADSs da GW será baseado no preço médio ponderado do volume das ações ordinárias da Jazz durante o período de 15 dias de negociação anterior à data de fecho da transação. A quantidade de acções está sujeito às limitações no máximo e número mínimo de ações ordinárias da Jazz passíveis de emissão por cada ADS da GW, com base numa faixa de preço de 139,72 a 170,76 dólares por ação ordinária da Jazz. 

Os detentores de ações ordinárias da GW que não estão no formato ADS, terão igualmente o direito de receber a contraprestação das suas acções, no entanto, o valor a atribuir por acção ordinária corresponde a um dozeavo do valor para cada ADS.

O dinheiro da contraprestação da transacção será financiado através do recurso a uma combinação de dinheiro em caixa e financiamento de dívida. A Jazz Pharmaceuticals obteve financiamento de dívida assegurado na sua totalidade pelo BofA Securities e pela JP Morgan Securities LLC. O financiamento inclui uma parte significativa da dívida pré-pagável, em linha com o compromisso da Jazz de alavancagem rápida.

A GW é uma das empresas líderes na investigação, desenvolvimento, fabrico e comercialização de novas terapêuticas aprovadas por reguladores, destacando-se o Sativex e Epidiolex. Adicionalmente, a GW tem uma plataforma científica e uma linha inovadora profunda de candidatos a produtos canabinóides, bem como experiência altamente especializada de fabrico, desenvolvida ao longo de duas décadas de pioneirismo e construção de liderança na ciência dos canabinóides. 

A Jazz tem uma posição de liderança em medicamentos para dormir e nos negócios de oncologia em rápido crescimento. A companhia afirma ainda estar entusiasmada em adicionar ao seu portfólio a plataforma de canabinóide líder da indústria, pipeline e produtos inovadores, que fortalecerão e impulsionarão oportunidades sustentáveis ​​de criação de valor de longo prazo.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Saúde4 dias atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional5 dias atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Associação Mães pela Canábis publica e-book sobre canábis medicinal

A Associação de Mães pela Canábis (AMC) anunciou o lançamento de um e-book intitulado “Fronteiras da Cannabis: CIÊNCIA, TERAPÊUTICA &...

Corporações3 semanas atrás

Akanda assina carta de intenção para vender RPK Biopharma à Somaí. “Será uma das poucas empresas verticais de canábis da UE”, diz Michael Sassano

A Akanda Corporation, uma empresa internacional de canábis medicinal cotada na Nasdaq (AKAN) e que detém a empresa portuguesa Holigen, anunciou...

Cânhamo3 semanas atrás

Portugal: DGAV admite que o CBD é a sua “grande dor de cabeça” e produtores reclamam utilização da planta inteira

A conferência “Cânhamo Industrial – o (Re)nascer da Fileira em Portugal” promovida pela Cânhamor e pela Consulai, que decorreu dia...

Internacional3 semanas atrás

Pensionista espanhol contorna segurança do aeroporto de Lisboa com 21 kg de canábis

Um pensionista espanhol de 63 anos foi detido em Malta, depois de aterrar no aeroporto num voo proveniente de Lisboa,...

Cânhamo3 semanas atrás

Portugal: O futuro do cânhamo industrial discute-se amanhã em Beja

  O auditório EDIA, em Beja, vai receber amanhã, dia 30 de Janeiro, a partir das 14 horas, uma ronda...

Internacional4 semanas atrás

Espanha: Directora da Fiscalia Especial Antidroga propõe campanhas sobre o risco do consumo de canábis

A directora da Fiscalia Especial Antidroga, Rosa Ana Morán Martínez, alertou recentemente que Espanha se tornou ‘o principal produtor de...

Entrevistas1 mês atrás

Elena Battaglia, Veterinária: “Tenho pacientes oncológicos que se esperava que morressem há dois anos e ainda estão vivos”

Falámos com a veterinária italiana Elena Battaglia, que tem vasta experiência a utilizar canabinóides em animais, e nos explicou de...

Cânhamo1 mês atrás

Canhify aposta no cânhamo com biorrefinaria verde, em parceria com a Universidade de Coimbra

A Canhify, ex-Hemporama, reforçou o seu compromisso com a sustentabilidade e a missão de liderar o desenvolvimento de produtos de...