Connect with us

Corporações

GW Pharma comprada pela Jazz por 7,2 mil milhões de dólares

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | Business Insider | Cannareporter edit

Foi hoje divulgado um acordo para a compra da farmacêutica GW Pharmaceuticals pela Jazz Pharmaceuticals. O valor total da transacção ascende a 7,2 mil milhões de dólares, sendo 6,7 mil milhões líquidos, que correspondem à soma que entrará nos cofres da GW, em dinheiro.

A transação, que já foi aprovada por unanimidade pelos Conselhos de Administração de ambas as empresas, deve ser concluída no segundo trimestre de 2021.

A histórica e pioneira empresa farmacêutica com desenvolvimento de medicamentos à base de canábis e proprietária dos medicamentos aprovados Sativex e Epidiolex, a GW Pharmaceuticals, acaba de ser comprada, segundo um acordo divulgado durante o dia de hoje no seu site. A empresa compradora é a Jazz Pharma, constituída em 2003 e transaccionada também no mercado de acções da Nasdaq. Da compra da GW resulta um líder biofarmacêutico global.

Bruce Cozadd, Chairman e CEO da Jazz Pharmaceuticals

 

Após a conclusão da transacção, que requer a aprovação dos accionistas da GW Pharma bem como de vários organismos reguladores, a empresa combinada será líder em neurociência, com uma forte presença comercial e operacional global bem posicionada no sector da canábis para fins medicinais, diversificando assim o seu portfólio.

Bruce Cozadd, presidente e CEO da Jazz Pharmaceuticals afirmou estar “a juntar duas equipas que partilham uma paixão pelo desenvolvimento de terapias diferenciadas que avançam a ciência e transformam a vida dos pacientes. Isto ajudará a facilitar uma integração bem-sucedida e agregar recursos à Jazz. Dada a solidez do nosso balanço patrimonial e dos motivadores financeiros significativos desta transacção, estamos confiantes no valor que podemos oferecer aos accionistas e pacientes das empresas. Estamos ansiosos para dar as boas-vindas à equipa da GW na Jazz, para construirmos uma empresa ainda mais forte”, concluiu Cozadd.

Justin Gover, CEO da GW Pharmaceuticals

O CEO da GW Pharmaceuticals, Justin Gover, afirma, em retrospectiva, que a GW construiu uma posição de liderança global sem paralelo na ciência dos canabinóides, incluindo o lançamento bem-sucedido do Epidiolex, um produto inovador no campo da epilepsia e uma linha de investigação no ramo da neurociência diversificada e robusta. O CEO da GW afirma ainda acreditar que “a Jazz é um parceiro de crescimento ideal, que está comprometido em apoiar os nossos esforços comerciais, bem como programas clínicos e de investigação que já estão em andamento.”

 

 

O comunicado assume ainda que a transacção é fundamentada através de quatro pilares:

  • Criação de um Líder Biofarmacêutico Global Inovador e de Alto Crescimento com Força Financeira;
  • Robusto pipeline combinado em neurociência e oncologia para impulsionar o crescimento sustentável;
  • Cultura partilhada e talento excepcional, que irão promover a missão para transformar a vida dos pacientes;
  • Esperança de proporcionar um valor substancial para o accionista;

Termos da Transacção

De acordo com os termos do contrato, os detentores de Recibos de Acções Depositárias Americanas (ADS) da GW, que são títulos equivalentes às acções ordinárias de empresas estrangeiras cotadas na bolsa americana (no caso desta empresa, cada ADS representa 12 acções ordinárias GW Pharmaceuticals). Os detentores de ADS terão o direito de receber 220 dólares para cada ADS dos quais 200 dólares serão pagos em dinheiro e 20 dólares em acções ordinárias da Jazz. Isso representa um premium de aproximadamente 50 por cento sobre o preço de fecho das ações da GW a 2 de Fevereiro de 2021, de 146,25 dólares, e 60 por cento sobre o preço médio ponderado dos últimos 30 dias da empresa, com o valor de 137,17 dólares.

O número de ações ordinárias da Jazz a ser emitidas para os detentores de ADSs da GW será baseado no preço médio ponderado do volume das ações ordinárias da Jazz durante o período de 15 dias de negociação anterior à data de fecho da transação. A quantidade de acções está sujeito às limitações no máximo e número mínimo de ações ordinárias da Jazz passíveis de emissão por cada ADS da GW, com base numa faixa de preço de 139,72 a 170,76 dólares por ação ordinária da Jazz. 

Os detentores de ações ordinárias da GW que não estão no formato ADS, terão igualmente o direito de receber a contraprestação das suas acções, no entanto, o valor a atribuir por acção ordinária corresponde a um dozeavo do valor para cada ADS.

O dinheiro da contraprestação da transacção será financiado através do recurso a uma combinação de dinheiro em caixa e financiamento de dívida. A Jazz Pharmaceuticals obteve financiamento de dívida assegurado na sua totalidade pelo BofA Securities e pela JP Morgan Securities LLC. O financiamento inclui uma parte significativa da dívida pré-pagável, em linha com o compromisso da Jazz de alavancagem rápida.

A GW é uma das empresas líderes na investigação, desenvolvimento, fabrico e comercialização de novas terapêuticas aprovadas por reguladores, destacando-se o Sativex e Epidiolex. Adicionalmente, a GW tem uma plataforma científica e uma linha inovadora profunda de candidatos a produtos canabinóides, bem como experiência altamente especializada de fabrico, desenvolvida ao longo de duas décadas de pioneirismo e construção de liderança na ciência dos canabinóides. 

A Jazz tem uma posição de liderança em medicamentos para dormir e nos negócios de oncologia em rápido crescimento. A companhia afirma ainda estar entusiasmada em adicionar ao seu portfólio a plataforma de canabinóide líder da indústria, pipeline e produtos inovadores, que fortalecerão e impulsionarão oportunidades sustentáveis ​​de criação de valor de longo prazo.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Cânhamo13 horas atrás

Itália: Alteração que queria proibir canábis light foi arquivada

A alteração que o governo de Giorgia Meloni queria fazer na lei da canábis em Itália e que pretendia proibir...

Cânhamo15 horas atrás

A confusão do cânhamo em Portugal: ASAE apreende CBD na Kings Yard, mas deixa flores por serem para “coleccionismo”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 845 produtos numa loja da Kings Yard, que “apresentavam na sua...

Cânhamo4 dias atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional4 dias atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...

Internacional6 dias atrás

Alemanha aprova o primeiro clube social de canábis após a legalização

A Ministra da Agricultura da Baixa Saxónia, Miriam Staudte, anunciou esta segunda-feira que o seu gabinete autorizou o primeiro clube...

Cânhamo1 semana atrás

Tailândia cada vez mais perto de reclassificar a canábis e o cânhamo como substâncias controladas

A Tailândia deu mais um passo decisivo no sentido de voltar a proibir a canábis no país. Na passada sexta-feira,...

Internacional2 semanas atrás

Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) passa a ser Agência da União Europeia das Drogas (EUDA)

A 2 de Julho de 2024 o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) passará a ser a Agência...

Eventos3 semanas atrás

ICRS – International Cannabinoid Research Society reúne médicos e investigadores em Salamanca para o 34º Simpósio sobre Canabinoides

Se pensa que a investigação com canábis é algo recente e que inda não há estudos suficientes… pense outra vez! É...

Crónica3 semanas atrás

Terroir 101 – Uma Introdução

Este artigo inicia uma série sobre temas necessários para os que acreditam que esta planta merece ser reverenciada e elevada...

Eventos3 semanas atrás

Editora do CannaReporter®, Laura Ramos, nomeada “Jornalista do Ano” nos prémios Business of Cannabis

A indústria da canábis está prestes a reunir-se em Londres para dois dias de Cannabis Europa e uma noite de...