Connect with us

Nacional

OPCM: “É um marco histórico em Portugal e na Europa”

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: Laura Ramos | Cannareporter

A aprovação do primeiro produto ou substância à base de canábis em Portugal, flores secas com 18% de THC, vem resolver os problemas dos pacientes portugueses que recorrem à canábis medicinal? O Cannareporter contactou as associações portuguesas na área da canábis, o OPCM – Observatório Português de Canábis Medicinal e a Cannativa – Associação de Estudos sobre Canábis. Apenas o OPCM respondeu, através de um ofício enviado pela sua presidente, Carla Dias.

O que representa para o OPCM este novo produto no mercado?
Do ponto de vista do OPCM o facto da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) ter aprovado a primeira substância à base da planta da canábis para fins medicinais é um marco histórico em Portugal e na Europa. É o primeiro de muitos passos importantes para a concretização da lei n.2 33/2018, de 18 de julho da Canábis Medicinal.

Qual será o preço de venda ao público que, na perspectiva do OPCM, é o mais acessível e adequado a este tipo de produto?
Na perspectiva do OPCM o preço praticado deve cumprir a lei. O regime de preços das preparações ou substâncias à base da planta da canábis para fins medicinais, encontra-se regulamentado na Portaria nº 44-A/2019, de 31 de janeiro, assim, após obtenção da ACM, os respetivos titulares comunicam o preço a praticar, aprovado pelo Infarmed, ficando disponível no site Infomed (infarmed.pt)

Que outros produtos esperam ver aprovados em Portugal?
As preparações e substâncias à base da planta Canábis que beneficiem as 7 indicações
terapêuticas listadas pelo Infarmed deverão ser de momento as prioritárias. As submissões das ACMs são da inteira responsabilidade e vontade das empresas já licenciadas. As empresas licenciadas que estão em condições de as submeter, fizeram certamente os seus estudos de mercado, a fim de perceber quais as necessidades dos doentes em Portugal.

Quantos pacientes é que o OPCM estima que possam vir a beneficiar dele?
A empresa que obteve a aprovação da primeira ACM é certamente detentora dessa informação fruto de um estudo de mercado, fundamental neste processo. De qualquer modo, avaliando as indicações terapêuticas deste primeiro produto com ACM aprovado e as percentagens de doentes que não têm a sua patologia controlada pela medicação convencional, poderá chegar-se a um número.

Quantos pacientes existem atualmente a beneficiar de canábis em Portugal e que principais dificuldades enfrentam?
Pacientes que beneficiam de canábis??? Os pacientes até agora não beneficiavam de Canábis Medicinal como previsto na lei n.2 33/2018, de 18 de julho, mas vão poder fazê-lo a partir deste momento, visto que a maior dificuldade se prendia com o acesso. A direcção do OPCM tem conhecimento que esta é, seguramente, a primeira ACM de outras, que serão aprovadas em breve e permitirão a outros doentes com outras patologias beneficiar das mesmas.

Que iniciativas está a desenvolver o OPCM para divulgar estas terapêuticas junto dos profissionais de saúde e que tipo de apoios está a facilitar aos pacientes no nosso país?
De acordo com os estatutos, o OPCM “pode desenvolver todas as ações que considere necessárias ou convenientes para a prossecução do seu fim, sempre no estrito respeito pela legislação em vigor.” Deste modo, o acesso à terapêutica prevista na lei pelos doentes que dela necessitam e que agora se inicia com a primeira ACM é o resultado de uma estreita colaboração do OPCM com entidades governamentais, privadas e associativas.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional18 horas atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos1 dia atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional3 dias atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos4 dias atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional6 dias atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional6 dias atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos7 dias atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos2 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem2 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas2 semanas atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...