Connect with us

Entrevistas

Tom Hemp’s: “Dillaz une conhecimento e cultura e mostra que o CBD não faz mal”

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

Depois da publicação do lançamento de uma linha de flores de cânhamo seleccionadas pelo rapper português Dillaz, falámos com a Tom Hemp’s,  para perceber a relação desta empresa com Portugal e a sua visão do cânhamo e do mercado europeu.

Em entrevista exclusiva ao CannaReporter, uma porta-voz da empresa respondeu às questões via e-mail.

Como começou a Tom Hemp’s?
Qual é a nossa história? Foi de um pequeno café a um projecto de paixão e a uma marca de estilo de vida na capital alemã. O nosso fundador, Cristian Accardo, já comercializava alimentos e produtos de mercearia à base de cânhamo no seu pequeno café na animada Kreuzberg, antes que todos soubessem dos benefícios do CBD. Foi assim que a ideia inicial para a primeira loja CBD da Europa surgiu e foi lançada. Muita coisa aconteceu desde então, mas nós, ainda hoje, na Tom Hemp’s estamos a trabalhar incansavelmente para tornar nossa visão uma realidade: não só para uma quantidade reservada de selecionados, mas para que uma grande massa tenha acesso a produtos baseados em CBD, para entendê-los, usá-los e para ter uma noção mais alargada. Acreditamos que a CBD merece ainda mais atenção – e é para isso que trabalhamos todos os dias.

Cristian Accardo é o CEO e fundador da Tom Hemp’s

Como vêem o mercado de flores de cânhamo na Europa? Está em crescimento?
A Tom Hemp’s é uma marca de CBD sediada em Berlim, com duas lojas em Berlim, uma loja principal em Palma de Maiorca, Espanha e em breve abriremos a nossa primeira loja em Itália e no Luxemburgo. Em geral, o mercado de CBD está a crescer constantemente. É lindo ver como o mercado europeu se está a desenvolver. Infelizmente, ainda existem muitos problemas, devido à falta de regulamentação, o que basicamente acontece em toda a Europa. Isto torna, às vezes, as coisas muito difíceis, pois é sempre muito incerto o que virá no futuro.

Como é que optaram por esta parceria com um rapper Português?
Há dois anos, quando nos juntámos pela primeira vez com a Tom Hemp’s à feira internacional do cânhamo portuguesa, a Cannadouro, tivemos a oportunidade de construir uma forte ligação a Portugal. Nós conhecemos óptimas pessoas e foi uma experiência maravilhosa desde o início. Também iniciámos uma parceria maravilhosa com nosso distribuidor Santello Hempstyle e ainda estamos a trabalhar lado a lado até aos dias de hoje. É claro que esta é apenas uma das muitas razões pelas quais iniciámos a parceria com o artista português Dillaz – devido à nossa forte ligação a Portugal, aos nossos revendedores e, claro, aos nossos estimados distribuidores, a Santello Hempstyle.

Como é que a Tom Hemp’s descreveria o mercado em Portugal?
O mercado em Portugal é muito importante porque está em constante crescimento e de uma forma geral Portugal foi um dos primeiros países a legalizar a canábis medicinal, o que deu às empresas uma base nestes últimos anos. Ficámos com a impressão de que Portugal tem um grande apreço pela planta do cânhamo e pelos seus efeitos fantásticos. Em geral, os produtos naturais são muito importantes e por isso pensámos na Tom Hemp’s representar produtos naturais, feitos com amor e paixão, na capital alemã, Berlim.

Cristian Accardo em Portugal, entrevistado por João Carvalho, na CannaDouro 2019, no Porto

Todos os nossos produtos são feitos com cânhamo industrial 100% europeu, são certificados pela UE e isentos de pesticidas e herbicidas. Isto torna o mercado português tão especial, bem como a paixão pelo CBD e também a visão para o mesmo. Como em toda a Europa, Portugal também tem de lidar com problemas e arbitrariedades do Estado, devido à falta de regulamentação. Acreditamos que um dia iremos receber o respeito e a compreensão pelo nosso trabalho e é muito bom ver que Portugal também luta por ele constantemente.

Por que é que faz sentido ter o Dillaz como parceiro?
Uma das razões é que Dillaz, como artista, tem muito interesse no produto em si. Esta é a base para todas as colaborações que a Tom Hemp’s está a fazer em todo o mundo. A colaboração com Dillaz une conhecimento e cultura e mostra ao público que o CBD não faz mal, e tem efeitos positivos no corpo humano sem quaisquer efeitos psicoactivos. A segunda razão é porque amamos o Dillaz como artista e a música que ele está a criar. Ele é uma pessoa maravilhosa e as pessoas da Crew 75 que estão com ele, fazem um trabalho fantástico. As nossas visões combinam desde o início e foi maravilhoso colaborar e lançar um produto juntos.

Vários internautas já manifestaram o seu agrado com o produto seleccionado por Dillaz

Portugal é um mercado atraente para os produtos da Tom Hemp’s?
Claro que o mercado português está muito aberto aos produtos naturais e agradecemos cada parceria. Como mencionado anteriormente, temos a impressão que partilhamos a mesma visão e paixão pelos produtos. Estamos trabalhando incansavelmente para tornar a nossa visão uma realidade e tornar os produtos baseados em CBD disponíveis, compreensíveis, fáceis de usar e vistos de forma holística para muitos, não apenas para alguns. Ficámos com a impressão de que o mercado português acredita nas mesmas coisas, principalmente que o CBD merece ainda mais atenção.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Tailândia: Activistas suspendem greve de fome para preparar novas formas de protesto: “Estamos confiantes de que a canábis não será reclassificada como narcótico”

O grupo de activistas tailandês que se auto-intitula “Writing Thailand’s Cannabis Future Network”, liderado por Kitty Chopaka, anunciou hoje o...

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Médicos de 16 especialidades já podem prescrever canábis sem aprovação dos seguros

O Comité Federal Misto Alemão (Gemeinsamer Bundesausschuss, ou G-BA) anunciou esta semana as excepções aos requisitos de aprovação para a...

Nacional3 dias atrás

Infarmed aprova duas novas ACM’s de preparações à base de canábis

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou duas novas ACMs (Autorização de Colocação no...

Cânhamo4 dias atrás

Leonardo Sousa: “É literalmente a auto-suficiência de um país que está aqui atrás, a quase todos os níveis”

Aos 31 anos, Leonardo Rodrigues Sousa tem-se destacado como um dos mais jovens empreendedores no sector do cânhamo industrial em...

Entrevistas4 dias atrás

Adonis Georgiadis: “A única discussão é sobre o uso farmacêutico. Não há efeito dominó na Grécia”

Encontrámos Adonis Georgiadis, Ministro da Saúde da Grécia, em Londres, na Cannabis Europa, uma das mais antigas conferências sobre canábis...

Cânhamo5 dias atrás

CBD… What the FAQ? — Tudo o que precisa de saber sobre Canabidiol

Está em milhares de produtos. É apresentado como a nova panaceia para quase todas as maleitas e embora pareça que...

Cânhamo7 dias atrás

Itália: Alteração que queria proibir canábis light foi arquivada

A alteração que o governo de Giorgia Meloni queria fazer na lei da canábis em Itália e que pretendia proibir...

Cânhamo7 dias atrás

A confusão do cânhamo em Portugal: ASAE apreende CBD na Kings Yard, mas deixa flores por serem para “coleccionismo”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 845 produtos numa loja da Kings Yard, que “apresentavam na sua...

Cânhamo1 semana atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional1 semana atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...