Connect with us

Entrevistas

Paulo Tavares: “A canábis medicinal deve ser fornecida gratuitamente aos doentes”

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

Médico Oncologista do Serviço de Oncologia do Hospital da Universidade de Coimbra, Paulo Freitas Tavares nasceu em Outubro de 1961 e licenciou-se em Medicina pela Universidade de Coimbra em 1985. Há mais de 30 anos que Paulo Tavares aconselha a utilização de canábis aos seus doentes oncológicos, monitorizando e orientando o seu consumo.

Especialista em Hematologia Clínica desde 1993 e em Oncologia Médica desde 1997, Paulo Tavares é também consultor em Hematologia Clínica. Trabalha essencialmente como Oncologista e é responsável pela Unidade de Tumores do Aparelho Locomotor do CHUC (Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra), nomeada “Centro de Referência de Oncologia de Adultos — Sarcomas das Partes Moles e Ósseos” e integrante da European Reference Network (ERN EURACAN). Deu entrevistas na rádio e na televisão e foi convocado como perito por tribunais sobre a importância da utilização médica de uma substância proibida na altura.

No seguimento da notícia da aprovação das flores de canábis com 18% de THC em Portugal, as primeiras a serem autorizadas pelo Infarmed, enviámos algumas questões a Paulo Freitas Tavares, para saber de que modo as poderá utilizar na sua prática clínica.

Na sua opinião, o que representa a aprovação deste primeiro produto no mercado?
Estou espantado com esta aprovação face à informação apresentada. Tudo é estranho. Desde ser uma empresa canadiana a viver de fundos europeus até conseguir plantas com <1% de CBD seguramente por engenharia genética. Não é este o produto que os doentes precisam, e atrevo-me a dizer que até pode ser perigoso. Na canábis é sabido que é a mistura de vários canabinóides naturais que a tornam eficaz e segura, contrariando uns os efeitos secundários de outros.

O folheto para os profissionais de saúde tem toda a informação de que precisa para prescrever?
É claro e notório que não. Os médicos necessitam saber a composição exacta da preparação, saber todos os compostos presentes e em que quantidades. No caso da canábis, conhecer detalhadamente o conteúdo em canabinóides e terpenos. Para além disso, é de boa norma assegurar que foram analisados e não encontrados vários possíveis contaminantes, como metais pesados, pesticidas, bactérias ou fungos.

Quantos pacientes é que estima que possam vir a beneficiar dele?
Prescrito por mim, nenhum.

Qual o preço de venda ao público que, na sua perspectiva, seria o mais acessível e adequado a este tipo de produto?
Defendo que a canábis medicinal, dada a sua importância, deve ser fornecida gratuitamente aos doentes pelas farmácias hospitalares sob prescrição médica. Exactamente como é feito para a maioria dos tratamentos do cancro, das hepatites, da SIDA. O doente não paga nada.

Que outros produtos espera ver aprovados no futuro em Portugal ou quais são os que neste momento mais falta fazem aos pacientes?
Os doentes precisam de uma boa canábis natural, criada ao ar livre, sem pesticidas nem contaminantes e com toda a panóplia de canabinóides que ela possui. Sempre com informação completa da composição! A canábis como produto agrícola terá variações com os terrenos, as sementes usadas, e no mesmo terreno e com a mesma semente, será diferente em cada colheita, como o vinho.

Tem uma ideia de quantos dos seus pacientes beneficiam actualmente de canábis e como a adquirem?
Tenho dezenas de doentes que têm de utilizar canábis para sobreviver e que infelizmente têm que a comprar no mercado negro, a preços especulativos.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional3 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional4 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional5 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional1 semana atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos1 semana atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...

Eventos2 semanas atrás

EVO NXT: Festival de Produtos da Próxima Geração regressa a Málaga. Canábis estará em destaque

A 2ª edição do Festival de Negócios para os Produtos da Próxima Geração, EVO NXT, regressa a Málaga já na...

Internacional3 semanas atrás

É oficial: Alemanha é o terceiro país da Europa a legalizar o uso recreativo de canábis

O Bundesrat aprovou hoje, sexta-feira, o projecto de lei para regulamentar a utilização de canábis para fins recreativos no país....