Connect with us
Publicidade
Publicidade

Cânhamo

Alemanha: Supremo Tribunal Federal diz que venda de flores de cânhamo é legal

Publicado

em

Foto: D.R. | amychapmanlaw.com

O Tribunal Federal de Justiça da Alemanha (BGH) declarou que a venda de flores e folhas de cânhamo aos consumidores não pode ser proibida, numa decisão publicada na semana passada, anunciou a RTL. A decisão vem fortalecer a legalidade da venda de produtos industriais à base de cânhamo na Alemanha e corrobora a visão já manifestada pelo Supremo Tribunal de Justiça Europeu.

Para a European Industrial Hemp Association (EIHA) esta decisão, juntamente com a decisão do Tribunal de Justiça Europeu de Novembro de 2020, são um passo histórico para o desenvolvimento bem-sucedido da indústria do cânhamo na Europa.

Desta forma, o BGH reconhece e protege os direitos dos agricultores e produtores alemães, bem como dos retalhistas e comerciantes de produtos à base de cânhamo.

A distribuição aos consumidores finais e a posse de produtos comerciais de cânhamo não processados ​​não se enquadram, assim, na Lei de Estupefacientes, desde que não haja uso indevido intencional para fins de intoxicação. A decisão do 6º Senado Criminal do BGH surge no seguimento um julgamento do Tribunal Regional de Braunschweig, sobre a responsabilidade penal pela venda de chá de canábis.

O caso do chá de canábis de Braunschweig
Os réus do caso Braunschweig foram condenados a vários meses de liberdade condicional por tráfico de estupefacientes, por terem vendido chá de cânhamo, certificado pela UE e com baixo teor de THC (0,08% a 0,33%). O perito do Tribunal Regional de Braunschweig determinou que o consumidor podia sofrer uma intoxicação com o produto se o utilizasse como ingrediente de panificação, ao invés de colocar água sobre ele.

De acordo com a Lei Alemã de Estupefacientes, a canábis da UE pode ser vendida excepcionalmente se “servir exclusivamente para fins comerciais ou científicos que excluem o abuso para fins intoxicantes”. O tribunal distrital disse que a venda “a usuários finais para fins de consumo” era proibida, mas segundo a decisão do BGH, não é esse o caso. No entanto, a Suprema Corte apontou que o uso abusivo do produto canábis para intoxicação deve ser descartado. A decisão significa que vender chá de canábis aos consumidores é legal, desde que ninguém se intoxique com ele.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...