Connect with us
Publicidade
Publicidade

Economia

Mercado norte-americano de canábis legal valerá mais de 43 mil milhões em 2025

Publicado

em

Foto: D.R. | Mynews4.com

Um estudo da New Frontier Data recentemente publicado diz que o mercado legal de canábis nos Estados Unidos da América deverá gerar mais de 43 mil milhões de dólares (36 mil milhões de euros) até 2025, noticiou a Forbes. São já 19 os Estados que legalizaram o uso adulto de canábis nos EUA, abrindo as portas a um mercado de milhares de milhões de dólares em receitas legais.

O relatório, intitulado “Cannabis in the U.S. 2021 Mid-Year Market Update” concluiu que 141 milhões de americanos (43 por cento da população adulta), residem em 18 estados com uso adulto, “representando uma base de consumidores diversificada e amplamente distribuída para os comerciantes segmentarem e observarem”.

O mesmo estudo projecta que em 2025, 42 por cento da procura anual total de canábis dos EUA seja satisfeita por compras legais em mercados regulamentados, o que representa um salto de 24% em relação a 2020. A New Frontier Data cita um aumento nos gastos do mercado legal, bem como a conversão dos gastos existentes do consumidor no mercado ilícito em fontes regulamentadas legais como razões para o aumento estimado na procura do consumidor.

Cerca de 5,4 milhões de americanos, ou 2,4 por cento da totalidade dos adultos dos EUA, serão, em 2025, pacientes registados em Estados com canábis medicinal. À medida que mais estados legalizam e aumenta o consumo de cannabis, a confiança dos investidores também aumenta. O estudo descobriu que, em Maio de 2021, a receita de fundos no mercado legal de canábis mais do que triplicou, acumulando 6 mil milhões.

Durante a pandemia de 2020, o consumo ilícito de canábis nos EUA foi estimado em mais de 65 mil milhões de euros.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional6 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações6 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...