Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Brasil: Projecto que legaliza cultivo de canábis será votado ainda em Novembro

Publicado

em

Foto: D.R. | Sechat

O Projecto de Lei 399/15, que legaliza o cultivo de canábis para fins medicinais e industriais no Brasil por empresas e governos vai ser votado na Câmara ainda este mês de Novembro. A informação foi confirmada ao Cannabis & Saúde pelo presidente da Comissão Especial da Cannabis, Paulo Teixeira (PT-SP), e pela assessoria do deputado Luciano Ducci (PSB-PR), relator do texto. O Presidente da Comissão da Canábis acredita que o PL 399/15 será aprovado pela maioria dos deputados e seguirá para o Senado.

A proposta foi aprovada pela comissão especial em junho e, desde então, estava nas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O PL 399/15 deveria ir directo para o Senado Federal, por ter carácter terminativo na comissão. No entanto, o parlamentar Diego Garcia (Pode-PR), um dos principais opositores à proposta, apresentou também em Junho um requerimento para levar o texto ao plenário da Casa e conseguiu as assinaturas necessárias.

Sendo assim, é esse recurso que será posto em votação. Caso ele seja aprovado, aí sim o PL 399 será votado pelos 513 deputados federais antes de seguir ao Senado. Ou seja: duas votações.

Como se trata de uma pauta sensível ao governo Bolsonaro, Lira demorou para colocá-la a votação. Segundo Paulo Teixeira, como uma forma contrapartida por desagradar o Executivo, Lira vai apresentar também uma pauta de interesse do bolsonarismo, o PL 3262/21, que regulamenta o ensino domiciliar, ou homeschooling.

Conforme Paulo Teixeira, o recurso do PL 399 será colocado em pauta “nas próximas semanas, provavelmente na semana que vem ou na seguinte”. Já a assessoria de Luciano Ducci informou que a votação será na segunda quinzena de novembro.

“É um núcleo muito pequeno que se opõe à pauta!”

Teixeira segue confiante na aprovação pela maioria dos deputados, uma vez que, tanto os partidos da esquerda, como PT e PSOL, como da direita, do PSDB ao NOVO, defendem sua aprovação.

“É remédio. É uma linha muito negacionista de querer associar o remédio a outras finalidades. Do ponto de vista do medicamento, é um núcleo muito pequeno de pessoas que se opõem a essa pauta”.

Caso aprovado na Câmara e depois no Senado, o texto vai para sanção presidencial. Jair Bolsonaro (sem partido) já fez diversas declarações contrárias à proposta, inclusive a chamando de “porcaria” e garantindo que o vetará. Contudo, um eventual veto do presidente pode ser derrubado no Congresso.

O projecto legaliza o cultivo de canábis para fins medicinais, industriais e de pesquisa por empresas, governos e ONGs. O texto veta o cultivo por pessoas físicas e a venda de flores in natura. Para cultivo de espécies com psicoactividade, as autorizações serão concedidas pela Anvisa e deverão seguir regras rígidas, como muro de 2 metros com cerca eléctrica, vídeo-vigilância 24h e acesso por biometria.

Já para o cultivo do cânhamo, variedade sem THC utilizada na produção de alimentos e fibras e produtos veterinários, a permissão será dada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional6 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...