Connect with us
Publicidade
Publicidade

internacional

Supremo Tribunal da Andaluzia absolve responsáveis de clube de canábis

Publicado

em

Foto: D.R.

O Supremo Tribunal de Justiça da Andaluzia (STJA) absolveu os responsáveis ​​por um clube de canábis que tinham sido condenados a uma pena de três anos e dois meses de prisão e multa de três mil euros por “crime contra a saúde pública e associação ilícita”. Os juízes absolveram o presidente, secretário e tesoureiro da associação ‘Indica Medicinal’, após considerarem que em todos os momentos agiram com a convicção de que a actividade do clube era totalmente legal. 

A sentença, agora anulada pelo STJA, tinha sido proferida pelo Tribunal Provincial de Almería, avançou o Diário de Almeria.

“Os réus realizaram essa actividade por acreditar que era lícita e cumpriam todos os requisitos exigidos para realizá-la”, diz a sentença do STJA, citada pelo Diario de Almería. “Na sua actuação há “um invencível erro de proibição” do art. 14.3 do Código Penal, porque a inscrição dos estatutos neles gerou a “crença de que as atividades que foram recolhidas (…) incluindo a facilitação da canábis aos parceiros, nas condições aí estabelecidas, eram legais”.

A associação Indica Medicinal foi constituída em Almería em 2017 e em Junho de 2018 mudou parcialmente o conselho de administração, da qual passaram a fazer parte os três elementos que estiveram presentes em tribunal. Em Outubro do mesmo ano, a polícia procurou a associação para fazer uma fiscalização que deu origem ao processo judicial. A sentença do Tribunal Provincial que foi anulada tinha proferido uma pena de 14 meses de prisão e 1200 euros de multa por crime contra a saúde pública e 24 meses e 2160 euros por crime de associação ilícita.

Publicidade

Mais recentes

internacional2 dias atrás

Zimbabwe: Presidente pede 27 milhões de canábis medicinal à Swiss Biocieuticals

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, comissionou a empresa de canábis medicinal Swiss Biocieuticals a produzir cerca de 27 milhões de...

Opinião7 dias atrás

A canábis pode ajudar a estudar?

No mundo contemporâneo, entrar na Universidade tornou-se sinónimo de “futuro”, ao mesmo tempo que também se podem viver as primeiras experiências...

internacional1 semana atrás

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer...

Opinião1 semana atrás

O papel da Enfermagem no cuidado ao paciente submetido a tratamento com canabinóides

Hoje, dia 12 de Maio, assinala-se o Dia Mundial do Enfermeiro. De acordo com o código ético e deontológico de...

Opinião2 semanas atrás

Legalização da canábis em Nova York: Equidade social e económica no licenciamento e extinção de condenaçãoCannabis Legalization in New York: Social & Economic Equity Licensing and Conviction Expungement

A aplicação draconiana anti-canábis, perseguida ao longo dos anos nos Estados Unidos, é uma das coisas mais insanas que uma...

Dá-me música!2 semanas atrás

Playlist da Canábis: #2 – Peter Tosh – “Legalize it”

A pedido dos leitores – porque também vos ouvimos – a seguinte entrada na nossa playlist é o hino pró-legalização...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis regressa em 2022 a Lisboa e à Madeira

A PTMC – Portugal Medical Cannabis está de volta! Lisboa – 16 e 17 de Junho – Auditório dos Contabilistas...

internacional2 semanas atrás

Alemanha: Ministro da Saúde vai avançar com a legalização do uso adulto de canábis

O Ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou ontem novas medidas sobre a assistência médica na Alemanha, onde incluiu a...

Entrevistas3 semanas atrás

Tej Virk tem uma mensagem para o Governo Português: “Legalizem antes da Alemanha!”

Tej Virk, CEO da Akanda Corporation, que recentemente adquiriu a portuguesa Holigen por 26 milhões de euros, ganhou reputação no espaço global...

internacional3 semanas atrás

Depois da Itália, Curaleaf obtém licença para medicamentos à base de extractos de canábis em Malta

A Curaleaf International obteve licença para uma linha de medicamentos à base de extractos de canábis em Malta. A gama de...

Publicidade