Connect with us
Publicidade
Publicidade

internacional

Alemanha cada vez mais perto de legalizar o uso adulto de canábis

Publicado

em

Foto: D.R. | globalno-aktualno.com

A mais provável próxima aliança do governo da Alemanha está a preparar um acordo para legalizar o uso adulto de canábis, o sinal mais evidente de que o crescimento do mercado europeu legal de canábis, há muito esperado, está a ganhar força, anunciou a BNN Bloomberg. A legalização recreativa na Alemanha pode impulsionar o mercado europeu a movimentar 3,2 mil milhões de euros até 2025, segundo projecções da Prohibition Partners.

Os deputados sociais-democratas, verdes e democratas livres estarão, supostamente, a acertar os pormenores, incluindo as condições sob as quais a venda e o uso recreativo de canábis seriam permitidos e regulamentados na Alemanha, de acordo com pessoas próximas das negociações, que preferiram não ser identificadas, uma vez que estas discussões ainda são privadas. Os políticos fazem parte de negociações mais alargadas sobre a formação de um novo governo, com os três partidos a apontar, no início de Dezembro, para a posse de um novo governo sob o comando do social-democrata Olaf Scholz.

Nenhuma decisão final sobre a canábis foi tomada, ainda, e o resultado pode mudar, mas um acordo sobre a legalização recreativa não seria muito surpreendente na Alemanha. Os prováveis ​​parceiros da aliança têm sido mais abertos à ideia do que os democratas-cristãos de Angela Merkel, que estão no poder desde 2005.

A legalização daria um impulso a um mercado europeu que deve movimentar 3,2 mil milhões de euros até 2025, ao invés dos 403 milhões de euros no final deste ano, segundo o European Cannabis Report da Prohibition Partners. A medida poderia gerar novas receitas fiscais e ser uma bênção para as empresas de canábis medicinal dos EUA e do Canadá, bem como para uma emergente indústria alemã, que inclui empresas como a Cantourage GmbH e a Synbiotic SE.

Muitos produtores de canábis já entraram na Europa através de empresas medicinais e têm-se posicionado para beneficiar de um maior mercado, nomeadamente o recreativo. A Curaleaf Holdings Inc., a maior empresa dos Estados Unidos, comprou, no início deste ano, a Emmac Life Sciences Ltd., posicionando-a para capitalizar no mercado europeu. O CEO da Curaleaf, Boris Jordan, também tem uma participação na startup Algea Care, com sede em Frankfurt.

A Tilray, que tem instalações em Portugal, afirma ter como objectivo a exportação de canábis para a Europa e tem promovido a sua fusão com a empresa americana Aphria. Outras empresas canadianas, como Aurora e a Canopy Growth, também fornecem, actualmente, o mercado medicinal alemão.

A opinião pública dos alemães em relação a uma eventual legalização tem vindo a ser cada vez mais favorável nos últimos anos. Numa pesquisa de final de Outubro, realizada pela Associação Alemã do Cânhamo, 49 por cento dos entrevistados disseram ser a favor da legalização da canábis, com venda em lojas especializadas, como nos EUA e Canadá, em comparação com 46 por cento, que ainda se opõe.

1 Comment
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments

[…] não é novidade que o novo governo da Alemanha se prepara para legalizar o uso adulto de canábis, mas a operadora de transportes públicos de Berlim, a BVG (Berliner Verkehrsbetriebe) foi mais […]

Publicidade

Mais recentes

internacional2 dias atrás

Zimbabwe: Presidente pede 27 milhões de canábis medicinal à Swiss Biocieuticals

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, comissionou a empresa de canábis medicinal Swiss Biocieuticals a produzir cerca de 27 milhões de...

Opinião7 dias atrás

A canábis pode ajudar a estudar?

No mundo contemporâneo, entrar na Universidade tornou-se sinónimo de “futuro”, ao mesmo tempo que também se podem viver as primeiras experiências...

internacional1 semana atrás

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer...

Opinião1 semana atrás

O papel da Enfermagem no cuidado ao paciente submetido a tratamento com canabinóides

Hoje, dia 12 de Maio, assinala-se o Dia Mundial do Enfermeiro. De acordo com o código ético e deontológico de...

Opinião2 semanas atrás

Legalização da canábis em Nova York: Equidade social e económica no licenciamento e extinção de condenaçãoCannabis Legalization in New York: Social & Economic Equity Licensing and Conviction Expungement

A aplicação draconiana anti-canábis, perseguida ao longo dos anos nos Estados Unidos, é uma das coisas mais insanas que uma...

Dá-me música!2 semanas atrás

Playlist da Canábis: #2 – Peter Tosh – “Legalize it”

A pedido dos leitores – porque também vos ouvimos – a seguinte entrada na nossa playlist é o hino pró-legalização...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis regressa em 2022 a Lisboa e à Madeira

A PTMC – Portugal Medical Cannabis está de volta! Lisboa – 16 e 17 de Junho – Auditório dos Contabilistas...

internacional2 semanas atrás

Alemanha: Ministro da Saúde vai avançar com a legalização do uso adulto de canábis

O Ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou ontem novas medidas sobre a assistência médica na Alemanha, onde incluiu a...

Entrevistas3 semanas atrás

Tej Virk tem uma mensagem para o Governo Português: “Legalizem antes da Alemanha!”

Tej Virk, CEO da Akanda Corporation, que recentemente adquiriu a portuguesa Holigen por 26 milhões de euros, ganhou reputação no espaço global...

internacional3 semanas atrás

Depois da Itália, Curaleaf obtém licença para medicamentos à base de extractos de canábis em Malta

A Curaleaf International obteve licença para uma linha de medicamentos à base de extractos de canábis em Malta. A gama de...

Publicidade