Connect with us
Publicidade
Publicidade

internacional

Malásia vai permitir a importação e o uso de canábis medicinal

Publicado

em

Marcha da Marijuana em Kuala Lumpur, na Malásia, em 2012 - Foto: Sensi Seeds

A Malásia vai autorizar a importação e o uso de canábis para fins medicinais se os produtos estiverem em conformidade com as regulamentações governamentais, anunciou o Ministro da Saúde Khairy Jamaluddin. Os produtos deverão ser registados no governo para avaliação e estarão sujeitos a receita médica.

Jamaluddin acrescentou que as leis existentes que regulam a canábis na Malásia são a Lei de Drogas, a Lei de Venenos e a Lei de Venda de Drogas, todas de 1952, que não proíbem o uso de canábis para fins medicinais. A venda de canábis medicinal para tratamentos exigirá uma receita e só pode ser feita por um médico com carteira profissional ou um farmacêutico licenciado, disse o Ministro em resposta por escrito a perguntas parlamentares.

Os produtos que contêm canábis devem ser registados na Autoridade de Controle de Drogas do país, e os importadores devem ter licenças e autorizações de importação. Os vendedores com evidências científicas suficientes para usar canábis para fins medicinais podem solicitar que os seus produtos sejam avaliados pela Autoridade para que seja comercializado na Malásia, disse Khairy.

As leis de canábis da Malásia são das mais rígidas do mundo, com multas pesadas, sentenças de prisão perpétua e mesmo pena de morte para os traficantes de canábis. Depois da vizinha Tailândia ter retirado a canábis da lista de narcóticos, legalizando os fins medicinais e incluindo o auto-cultivo até seis plantas por família, a discussão para a legalização medicinal na Malásia começou em 2018 e está agora cada vez mais perto de ser uma realidade.

Publicidade

Mais recentes

internacional2 dias atrás

Zimbabwe: Presidente pede 27 milhões de canábis medicinal à Swiss Biocieuticals

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, comissionou a empresa de canábis medicinal Swiss Biocieuticals a produzir cerca de 27 milhões de...

Opinião7 dias atrás

A canábis pode ajudar a estudar?

No mundo contemporâneo, entrar na Universidade tornou-se sinónimo de “futuro”, ao mesmo tempo que também se podem viver as primeiras experiências...

internacional1 semana atrás

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer...

Opinião1 semana atrás

O papel da Enfermagem no cuidado ao paciente submetido a tratamento com canabinóides

Hoje, dia 12 de Maio, assinala-se o Dia Mundial do Enfermeiro. De acordo com o código ético e deontológico de...

Opinião2 semanas atrás

Legalização da canábis em Nova York: Equidade social e económica no licenciamento e extinção de condenaçãoCannabis Legalization in New York: Social & Economic Equity Licensing and Conviction Expungement

A aplicação draconiana anti-canábis, perseguida ao longo dos anos nos Estados Unidos, é uma das coisas mais insanas que uma...

Dá-me música!2 semanas atrás

Playlist da Canábis: #2 – Peter Tosh – “Legalize it”

A pedido dos leitores – porque também vos ouvimos – a seguinte entrada na nossa playlist é o hino pró-legalização...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis regressa em 2022 a Lisboa e à Madeira

A PTMC – Portugal Medical Cannabis está de volta! Lisboa – 16 e 17 de Junho – Auditório dos Contabilistas...

internacional2 semanas atrás

Alemanha: Ministro da Saúde vai avançar com a legalização do uso adulto de canábis

O Ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou ontem novas medidas sobre a assistência médica na Alemanha, onde incluiu a...

Entrevistas3 semanas atrás

Tej Virk tem uma mensagem para o Governo Português: “Legalizem antes da Alemanha!”

Tej Virk, CEO da Akanda Corporation, que recentemente adquiriu a portuguesa Holigen por 26 milhões de euros, ganhou reputação no espaço global...

internacional3 semanas atrás

Depois da Itália, Curaleaf obtém licença para medicamentos à base de extractos de canábis em Malta

A Curaleaf International obteve licença para uma linha de medicamentos à base de extractos de canábis em Malta. A gama de...

Publicidade