Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Medicane vai fornecer flores de canábis à Alemanha através da Cantourage

Publicado

em

Foto: D.R. | PRNewsfoto/Cantourage

A Medicane – MHI Cultivo Medicinal SA, que tem a sua unidade de produção de canábis medicinal em Campo Maior, no Alentejo, fez uma parceria estratégica com a Cantourage, para fornecer as farmácias alemãs com uma nova marca de flores secas de canábis, de grau medicinal, chamada Relecan. Em declarações ao Cannareporter, Vera Broder, CEO da MHI, disse que a empresa está a preparar o pedido de ACM – Autorização de Colocação no Mercado – para submeter ao Infarmed, de forma a poder fornecer também o mercado português. 

O produto Relecan, de origem portuguesa, pode ser prescrito a pacientes que sofram de dor crónica, convulsões e várias outras doenças, e já se encontra disponível nas farmácias de toda a Alemanha. A MHI está a operar em Portugal desde 2019 e foi designada “Projecto de Interesse Nacional” (PIN) pelo governo português em Março de 2021, em reconhecimento do seu papel fundamental no fornecimento de produtos de canábis medicinal a pacientes na Europa.

A Cantourage vai fabricar a Relecan, uma nova marca de flores secas de canábis medicinal, produzidas em Portugal pela Medicane, e que estarão disponíveis para venda na Alemanha, mediante prescrição médica. A empresa alemã referiu, em comunicado de Imprensa, que “a qualidade do produto de flores secas Relecan é única graças à tecnologia de radiofrequência Canna-Wave, que elimina a necessidade de pesticidas químicos normalmente usados”. A MHI cultiva as flores nas suas estufas do Alto Alentejo, perto de Campo Maior e o processo utilizado pela Cantourage reduz a carga microbiológica do produto, que evita a radiação ionizante usada pela maioria das outras empresas de canábis, na mesma linha tecnológica da MediCane no cultivo.

As flores Relecan são cultivadas por agrónomos especialistas da MHI, baseados nas técnicas de cultivo de canábis desenvolvidas ao longo de mais de uma década pelos especialistas da MediCane em Israel. O país é um dos mais avançados na investigação com canábis medicinal, com cientistas israelitas a realizar pesquisas sobre as aplicações médicas da canábis há mais de cinco décadas.

Philip Schetter, Co-CEO da Cantourage, referiu que “a nova parceria com MHI Cultivo Medicinal e o lançamento de Relecan na Alemanha representam um marco significativo para o avanço da canábis medicinal na Europa. As importações recorde de produtos de flores secas para a Alemanha no ano passado mostram a real procura para este segmento. A Cantourage está motivada para atender a esta necessidade crescente com um produto de alta qualidade e em parceria com um cultivador tão inovador, tecnologica e ambientalmente consciente”.

Já Vera Broder, CEO da MHI Cultivo Medicinal, disse que “os pacientes alemães merecem canábis medicinal de alta qualidade, cultivada na Europa e ambientalmente sustentável, e temos o prazer de apresentar nossos produtos às farmácias alemãs juntamente com a Cantourage.”

Em comunicado de Imprensa, a Cantourage salientou ainda que o novo produto, Relecan, é “particularmente de alta qualidade e distinto por três razões: as condições climáticas em Portugal são consideradas as mais favoráveis ​​da Europa em termos de temperatura e níveis de humidade, ao longo das quatro estações; as flores são protegidas durante o cultivo, usando a tecnologia Canna-Wave, de radiofrequência, que foi integrada na prática de controle de pragas da canábis; a Cantourage garante que trata o produto com seu processo exclusivo de redução microbiológica, que permite minimizar a carga microbiológica sem o uso de irradiação, melhorando a qualidade do produto sem a necessidade de etapas regulatórias adicionais, o que acelera ainda mais o cronograma de produção e entrega”.

O acordo da Cantourage com a MHI Cultivo Medicinal prevê a adesão da empresa à plataforma de acesso rápido da Cantourage. A plataforma foi lançada em Junho de 2021 para permitir que os cultivadores de canábis medicinal em todo o mundo entrassem nesses mercados de forma rápida e compatível. A Cantourage assinou contratos com 15 empresas em todo o mundo e a MHI é o terceiro parceiro a lançar com sucesso os seus produtos, que já estão disponíveis nas farmácias alemãs desde a semana passada.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional3 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....