Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Núcleo de Investigação Criminal da GNR faz investigação de três meses para apreender duas plantas de canábis

Publicado

em

Foto: D.R. | GNR Faro

O Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Faro deteve “em flagrante” um homem de 50 anos por cultivo de canábis. Em comunicado de Imprensa, a GNR disse que a detenção aconteceu “na sequência de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há cerca de três meses no Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Tavira” tendo apreendido duas plantas de canábis e várias cabeças de canábis em fase de secagem.

De acordo com o comunicado da GNR, a detenção do homem de 50 anos aconteceu “em flagrante” no passado dia 10 de Novembro, em Vila Nova de Cacela, no concelho de Vila Real de Santo António, no Algarve. “Na sequência de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há cerca de três meses, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária, tendo apreendido duas plantas de canábis e várias cabeças de canábis em fase de secagem”, pode ler-se no mesmo comunicado de Imprensa.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Faro.

Portugal descriminalizou a posse e o consumo de todas as drogas em 2001, mas a compra, a venda e o cultivo de canábis continuam a ser punidos por lei, com centenas de detenções por consumo de pequenas quantidades a acabar como processos nos tribunais por “tráfico de estupefacientes”. Raramente os detidos são, efectivamente, presos, sendo libertados depois de presentes a um Juiz, o que representa custos administrativos para o Estado. A GNR efectua detenções por posse ou cultivo de canábis em Portugal praticamente todos os dias.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional3 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....