Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

EUA: Estudo mostra que maioria dos médicos não tem conhecimentos sobre canábis medicinal

Publicado

em

Foto: D.R. | docsofcannabis.com

Um estudo levado a cabo nos Estados Unidos da América (EUA) revela que quase dois terços dos médicos não tem conhecimentos sobre canábis medicinal, divulgou ontem a Forbes. A pesquisa contou com a participação de mais de 400 profissionais de saúde e concluiu que 65 por cento dos questionados sobre a canábis como tratamento para a dor crónica não conseguiu responder às perguntas dos seus pacientes. A mesma percentagem de médicos admitiu, ainda, que os próprios pacientes são a sua fonte dominante de informação sobre o tema da canábis para fins terapêuticos.

O estudo foi encomendado pela Cannaceutica, uma empresa de canábis medicinal, que entrevistou 445 médicos que tratam da dor crónica, incluindo clínicos gerais e especialistas em áreas como ortopedia, reumatologia e medicina do desporto, sobre os seus conhecimentos sobre a canábis medicinal. Os médicos que participaram no estudo tinham de dois a 35 anos de prática, algum conhecimento sobre canábis medicinal e, pelo menos, alguma probabilidade de a recomendar aos seus pacientes com dor crónica, presumindo que a canábis medicinal estava legalmente disponível.

Uma esmagadora maioria (84%) dos prestadores de cuidados de saúde inquiridos disse que os seus doentes pediram ou perguntaram sobre canábis para dores crónicas, com 72% a relatar que tinham sido questionados sobre isso nos 30 dias anteriores. Daniele Piomelli, directora do Instituto para o Estudo da Cannabis da Universidade da Califórnia, Irvine, e membro do Conselho de Revisão Institucional da UCI, que aprovou a pesquisa, disse em comunicado de imprensa que o estudo “enfatiza o interesse público sobre a canábis como analgésico e a falta de dados fidedignos ​​e / ou educação médica sobre o seu uso correcto. ”

O estudo, que ainda não foi publicado ou revisto por pares, descobriu também que quase dois terços (64%) dos médicos disseram que os próprios pacientes eram a sua fonte dominante de informação sobre canábis, seguido pela Internet (44%) e revistas médicas (40%). A pesquisa revela uma gritante falta de conhecimento sobre os usos terapêuticos da canábis entre os profissionais de saúde, a maioria dos quais recebe pouca ou nenhuma formação sobre canábis medicinal ou sobre o Sistema Endocanabinóide na Faculdade de Medicina.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional8 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional4 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....