Connect with us
Publicidade
Publicidade

Cânhamo

Alemanha: Transportes Públicos testam aceitação da canábis com bilhetes comestíveis de cânhamo

Publicado

em

Foto: D.R. | BVG

Já não é novidade que o novo governo da Alemanha se prepara para legalizar o uso adulto de canábis, mas a operadora de transportes públicos de Berlim, a BVG (Berliner Verkehrsbetriebe) foi mais longe e lançou um bilhete comestível com óleo de sementes de cânhamo que, segundo a empresa, “pode ajudar a minimizar o stress durante as viagens no Natal e aliviar o infame mau humor dos berlinenses”. Os bilhetes custam 8,80 euros e são válidos por 24 horas.

A BVG garante que os bilhetes não contêm substâncias proibidas, são feitos de papel comestível regado com óleo de sementes cânhamo e têm “supostamente, um efeito relaxante”.

O bilhete comestível de cânhamo da BVG numa estação de metro de Berlim. Foto: Bild

O óleo de cânhamo usado para “regar” os bilhetes não contém canabidiol (CBD) e muito menos tetrahidrocanabinol (THC), servindo apenas como uma forma de testar a aceitação dos alemães em geral e dos berlinenses em particular à regulamentação do uso adulto da canábis.

Os bilhetes, que vão estar disponíveis durante uma semana, custam 8,80 euros e são válidos por 24 horas. A empresa de transportes públicos BVG já é conhecida pelas suas campanhas promocionais atrevidas e esta explora as notícias sobre a nova coligação do governo alemão se preparar para regulamentar a canábis para uso adulto.

“É claro que tudo isto deve ser visto como um piscar de olhos”, disse o porta-voz da BVG, Jannes Schwentu, acrescentando que a ideia do bilhete foi sensibilizar as pessoas para, durante o período stressante do Natal, apanharem o autocarro ou o metro.

“Nós deixamos muito claro que qualquer pessoa que quiser usar o bilhete como uma passagem real, por favor, apenas mordisque ou coma depois da sua viagem, porque se tiver uma dentada, deixará de ser válida”, salientou Schwentu.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...