Connect with us
Publicidade
Publicidade

Cânhamo

França: Governo quer proibir venda de flores de CBD mas agricultores entram na justiça

Publicado

em

Foto: D.R. | lchanvre.com/quest-ce-que-le-chanvre/

A indústria francesa de canabidiol enfrenta novas adversidades com a notícia de que o governo pretende proibir a venda de flores de CBD. A medida pode vir a afectar seriamente a indústria do cânhamo do país, onde as flores de CBD podem representar mais de metade das vendas, num mercado avaliado em 180 milhões de euros, anunciou a BusinessCann. França é o maior produtor europeu de cânhamo industrial, com cerca de mil lojas físicas de CBD no país e muitos outros pontos de venda online.

Os agricultores e produtores da indústria de CBD responderam prontamente à intenção governamental com um pedido ao Conselho de Estado, o mais alto tribunal administrativo, para suspender a directriz logo no início de 2022.

As razões invocadas para a proibição
A decisão do governo de proibir a venda de flores de CBD foi justificada pela Missão Interministerial de Combate a Drogas e Comportamentos de Dependência (MILDECA, o equivalente ao SICAD em Portugal) por “motivos de saúde”. A entidade declarou que ‘as flores são consumidas quase exclusivamente em charros fumados com tabaco’ e que ‘muitos elementos cancerígenos provêm da combustão da substância orgânica’. Citou ainda razões de “ordem pública” invocando a incapacidade de a polícia distinguir as flores com baixo teor de THC, CBD e outras flores de canábis. No entanto, testes rápidos e baratos estão disponíveis para diferenciar os dois. A MILDECA reafirmou ainda a sua posição de que ‘os produtos contendo CBD não podem, sob pena de sanções criminais, fazer alegações terapêuticas’.

Decisão anunciada no último dia de 2021

O anúncio da medida ocorreu a 31 de Dezembro, quando o governo francês finalmente ratificou as decisões do Tribunal de Justiça Europeu e dos seus próprios tribunais nacionais, na longa saga KanaVape, que tinha trazido desenvolvimentos positivos para a indústria, com os agricultores franceses agora capazes de extrair CBD de toda a planta e o teor permitido de THC a subir de 0,2% para 0,3%.

O presidente da União dos Profissionais do CBD (UPCBD), Charles Moral, disse à Newsweed que “as flores representam 70% do facturamento das nossas lojas. Portanto, podemos temer demissões, fechos … tudo isso, além do risco criminal para os comerciantes e as acções que eles não podem mais vender. ”

Nova medida pode ser devastadora para os agricultores

O novo decreto diz que os extractos de cânhamo, incluindo o CBD, agora podem ser legalmente produzidos a partir de toda a planta do cânhamo, incluindo a flor e as folhas. Com os níveis de THC e CBD vinculados, um limite de 0,2% de THC pode produzir cerca de 6% de CBD, com 0,3%, pode aumentar para quase 10% de CBD. Com os agricultores a ter permissão para colher as flores, mas não para vendê-las, também houve um retrocesso por parte dos sindicatos.

François-Guillaume Piotrowski, presidente da Associação Francesa de Produtores de Canabinóides (AFPC), disse: “A flor representa 80 a 85% de nossas vendas. O impacto é radical. As empresas vão resistir a isso? Não, é improvável. Não podemos ainda quantificar o total, mas pelo menos 80% dos nossos 280 membros querem desistir.”

Em declarações ao Newsweed Aurélien Delecroix, presidente do Sindicato Profissional do Cânhamo (SPC), alertou: “As autoridades dizem que não é possível diferenciar o cânhamo do CBD do THC. Claro que é possível! Existem testes rápidos para diferenciar CBD e THC. Portanto, esse será um dos muitos argumentos que serão apresentados. ”

Para que o Conselho de Estado suspenda o decreto é necessário comprovar graves prejuízos económicos, conforme requerido pelos fazendeiros. Na Bélgica e no Luxemburgo, as flores de CBD são tratadas como tabaco, embora sejam proibidas no Reino Unido.

1 Comment
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments

[…] (Agence France Presse) e o Le Monde. A mais alta instância administrativa de França tinha sido accionada pelos agricultores e profissionais do sector do cânhamo, que pretendiam suspender com urgência uma portaria do Ministério da Saúde de 30 de Dezembro, […]

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional14 horas atrás

High Tide e Sanity Group unem forças para a legalização na Alemanha

A High Tide Inc., uma empresa canadiana especializada na distribuição de acessórios para fumadores e produtos ligados ao consumo de...

Internacional19 horas atrás

Suíça iniciou vendas legais de canábis com software de rastreio focado na transparência

Após 6 meses de atraso, a Suíça está pronta a fazer história com a venda legal de canábis no país,...

Internacional19 horas atrás

Argentina cria Agência Regulatória da Indústria do Cânhamo e da Canábis Medicinal

A Argentina deu um passo ousado no sentido de se tornar um actor importante no mercado global da canábis, ao...

Internacional2 dias atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações2 dias atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo2 dias atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional3 dias atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional6 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa7 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações7 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...