Connect with us

Nacional

Portugal: 84% usa canábis para aliviar stress e relaxar, 40% para ansiedade e depressão

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: Dimitri Bong @ Unsplash

A esmagadora maioria de uma amostra de 3188 pessoas que utilizam canábis afirma utilizá-la para reduzir o stress e relaxar (84%), enquanto que 60% diz que o faz para se divertir ou melhorar a qualidade do sono (52%). Cerca de 40% garante que a canábis ajuda a tratar a ansiedade ou a depressão e mais de 75% dos utilizadores que responderam ao inquérito concorda plenamente que consumir canábis devia ser legal.

Os dados foram publicados na sequência de um inquérito do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência em cerca de 30 países europeus, entre os quais Portugal, através do SICAD – Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências.

O inquérito decorreu online entre Março e Maio de 2021, destinou-se a maiores de 18 anos e teve como principal objectivo aprofundar o conhecimento sobre os padrões de utilização de substâncias ilícitas, visando uma melhor adequação das políticas públicas. Responderam ao questionário 3188 pessoas.

Benefícios na saúde e no bem-estar são os principais motivos para o consumo

Além das utilizações mais frequentes acima referidas, os inquiridos disseram utilizar canábis também para socializar (36%), para melhorar o desempenho escolar, académico ou profissional (21%), para reduzir dores ou inflamações (15%) ou apenas para experimentar (3%).

O estudo revela ainda que três quartos dos inquiridos concordam completamente com a legalização do consumo de canábis, sendo que 25% concorda em grande medida.

De acordo com o inquérito, 3019 consumiram canábis ilegal (95%) e 614 consumiram “canábis legal” (19%), que o próprio estudo define como “produtos de CBD e/ou de baixo teor de THC, comercializados em lojas). Apenas 2 inquiridos consumiram canábis prescrita por um médico, o que equivale a 0,1% dos inquiridos.

Usualmente, 95% faz “charros” para consumir a canábis herbácea, sendo que 2,5% usa vaporizador, 1,2% usa cachimbo de água, 0,7% usa cachimbo seco 0,6% utiliza canábis na comida.

Dos inquiridos, 88% disse consumir canábis herbácea (ou erva), 64% a resina (ou haxixe), 15% ingeriu produtos comestíveis e 9% óleo ou extracto de canábis.

Veja os resultados completos do inquérito aqui:

https://www.sicad.pt/BK/Documents/Can%C3%A1bis%20em%20Portugal%20Inqu%C3%A9rito%20Online%20Europeu%20sobre%20Drogas%202021.pdf

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments

[…] Portugal, segundo dados de um inquérito do Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência, 40% das pessoas que admitiram o uso da planta utiliza-a para tratar ansiedade e depressão, sendo […]

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa1 semana atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos2 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações2 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...