Connect with us

Internacional

CBD no Reino Unido: Um processo “controverso, caro e árduo”, mas necessário para “limpar a indústria”, diz ACI

Publicado

em

Ouvir este artigo
Alguns dos óleos de CBD à venda no Reino Unido. Foto: Wales Online

A ACI – Association for the Cannabinoid Industry, que representa vários dos grandes players da indústria de CBD (canabidiol) no Reino Unido, diz que a limitação da venda de CBD apenas às empresas com uma permissão emitida pela FSA – Food Standards Agency, é “um processo controverso, caro e árduo”. No entanto, serve para “limpar” a indústria, que “precisa desesperadamente disso”. As declarações foram dadas em exclusivo ao Cannareporter pela Directora de Inovação da ACI, Leila Simpson, que alertou para a desconfiança dos consumidores em relação aos produtos contendo CBD.

“Os britânicos adoram CBD – somos o segundo maior mercado mundial depois dos Estados Unidos da América (EUA), já ultrapassando os mercados de vitamina C e vitamina D combinados e avaliados em 2021 em 690 milhões de libras. No entanto, esta é a ponta do iceberg, pois numa pesquisa no final de 2019, descobrimos que 48% da população do Reino Unido compraria CBD, se estivesse num ambiente mais regulamentado”.

A desconfiança dos consumidores reflecte bastante os padrões da indústria até este ponto. “Embora existam muitas empresas de CBD a trabalhar genuinamente, com óptimos padrões (e tenho o prazer de representar algumas delas na ACI), a verdade é que existem produtos sem nenhum padrão ou garantia de qualidade”, alerta Leila Simpson.

Em 2019, o The Times, em parceria com a ACI, publicou um artigo sobre o CBD existente nas prateleiras da segunda maior rede de farmácias do país e concluiu, entre outros, que:

  • 11 dos 29 produtos continham substâncias controladas;
  • 11 dos 29 tinham menos de 50% do CBD anunciado no rótulo;
  • Um produto de CBD à venda por 90 libras continha 0% de CBD;

Leila Simpson diz que esta é uma situação preocupante, principalmente quando se trata de produtos que depois são ingeridos pelos consumidores: “Quando pensamos no consumidor final e por que motivo ele estará a consumir CBD, essa é uma situação extremamente preocupante e uma perda para o sector por conta de erros recorrentes. Este estudo foi repetido em 2020 com resultados muito semelhantes, pois na altura não havia incentivo para que os players do sector mudassem”.

A ACI espera agora que o processo “Novel Foods” da FSA ajude a garantir que o CBD à venda no Reino Unido seja realmente o que diz no rótulo. “Espera-se que haja, pelo menos, planos para gerar dados de segurança robustos que sejam verificados pela FSA. Tudo isso permitirá que a indústria atinja o seu potencial e o futuro do CBD no Reino Unido está prestes a mudar drasticamente”.

A indústria de CBD no Reino Unido aguarda agora, “com a respiração suspensa”, a publicação da lista das empresas com permissão para vender CBD. Estima-se que mais de 80% das marcas de CBD venham a ser banidas do mercado britânico nas próximas semanas.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional3 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional4 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional5 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional1 semana atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos1 semana atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...

Eventos2 semanas atrás

EVO NXT: Festival de Produtos da Próxima Geração regressa a Málaga. Canábis estará em destaque

A 2ª edição do Festival de Negócios para os Produtos da Próxima Geração, EVO NXT, regressa a Málaga já na...

Internacional3 semanas atrás

É oficial: Alemanha é o terceiro país da Europa a legalizar o uso recreativo de canábis

O Bundesrat aprovou hoje, sexta-feira, o projecto de lei para regulamentar a utilização de canábis para fins recreativos no país....