Connect with us
Publicidade
Publicidade

Desporto

NFL concede 1 milhão de dólares para investigar efeitos da canábis na dor e neuroprotecção

Publicado

em

Foto: D.R. | proofwithjillstanley.com

A NFL – National Football League (Liga de Futebol Americano) anunciou ontem a concessão de 1 milhão de dólares em financiamento para pesquisar os efeitos dos canabinóides no controlo da dor e na neuroprotecção da concussão em jogadores profissionais de futebol americano. Investigadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, e da Universidade de Regina, no Canadá, irão agora utilizar os fundos para melhorar os potenciais tratamentos alternativos na gestão da dor dos jogadores da NFL. Vários atletas utilizam canabinóides para recuperar de lesões associadas à prática desportiva.

Estas bolsas são a conclusão da primeira solicitação de propostas de pesquisa executada pelo NFL-NFLPA Joint Pain Management Committee, em Junho de 2021, que resultou em 106 inscrições.

Ensaios clínicos com canábis
Usando o formato do National Institutes of Health (NIH) para pontuar propostas, o Comité de Pesquisa e Inovação da NFL reduziu os finalistas a dez propostas para fazer apresentações orais e fornecer materiais escritos ao Comité. No final, a NFL concedeu o total de 1 milhão de dólares para dois ensaios clínicos:

(1) “Efeitos dos canabinóides na dor e recuperação de lesões relacionadas com o desporto em atletas de elite: um ensaio clínico randomizado” liderado pelos Drs. Thomas Marcotte e Mark Wallace, com colegas da Universidade da Califórnia, em San Diego.
O objectivo principal deste ensaio clínico é avaliar a eficácia terapêutica e os efeitos adversos de ∆-9-tetrahidrocanabinol (THC), canabidiol (CBD) e THC/CBD combinados, em comparação com placebo, para alívio da dor de lesão de tecidos moles pós-competição em atletas de elite. Os atletas vão vaporizar tratamentos após as lesões relacionadas com o jogo, com resultados monitorizados através de aplicativos de telefone remotos. Reunindo uma equipa de pesquisa com décadas de experiência em pesquisa clínica de canábis e uma infra-estrutura fornecida pelo Centro de Pesquisa de Canábis Medicinal, as descobertas deste estudo fornecerão dados preliminares importantes sobre a possível eficácia dos canabinóides para desportos onde existam lesões relacionadas e informar futuros estudos sobre o desenho do estudo e os desafios de implementação.

(2) “Canabinóides produzidos naturalmente para controlo da dor e neuroprotecção de concussão e participação em desportos de contacto”, liderado pelo Dr. J. Patrick Neary e investigadores da Universidade de Regina, Canadá.
O objectivo específico deste projecto é determinar se os canabinóides à base de canábis/cânhamo, ou seja, canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC), podem ser usados ​​com segurança e eficácia para o controlo da dor e reduzir o uso de medicamentos prescritos, incluindo opióides, no pós-operatório e em atletas com síndrome de concussão. Um objectivo adicional é avaliar as propriedades neuroprotectoras dos canabinóides para reduzir a incidência ou a gravidade de concussão aguda e crónica em jogadores profissionais de futebol. Nossa equipa de pesquisa de cerebrovasculares e neurofisiologistas, psicólogos clínicos, farmacocinéticos e médicos das Universidades de Regina, Saskatchewan e British Columbia, no Canadá, têm ampla experiência em patologia de concussão e pesquisa de canábis medicinal. O nosso projecto fornecerá uma base para explorar cuidados médicos alternativos relacionados com o trauma cerebral e dor musculo-esquelética crónica para jogadores profissionais de futebol.

Os canabinóides como alternativa para gestão da dor
“Queremos garantir que nossos jogadores recebam cuidados que reflictam o consenso médico mais actualizado”, disse em comunicado de Imprensa Allen Sills, director médico da NFL. “Embora o ónus da prova seja alto para os jogadores da NFL que desejam entender o impacto de qualquer decisão médica no seu desempenho, estamos gratos por termos a oportunidade de financiar estes estudos cientificamente sólidos sobre o uso de canabinóides, que podem levar à descoberta de evidências baseadas em dados que podem afectar a gestão da dor dos nossos jogadores.”

Kevin Hill, Professor Associado de Psiquiatria da Harvard Medical School e Vice-Presidente da NFL-NFLPA Joint Pain Management, referiu ainda que “a NFL está ansiosa para avançar na ciência da gestão da dor e do desempenho num esforço para melhorar a saúde e a segurança dos jogadores”.

Embora os resultados dos estudos financiados por este programa possam informar sobre estratégias alternativas de gestão da dor, eles não terão impacto sobre a Política e o Programa sobre Substâncias de Abuso em vigor, por isso apenas os atletas profissionais de elite fora da NFL participarão nos estudos financiados. Os jogadores da NFL não estão autorizados a participar.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional9 horas atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa1 dia atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações1 dia atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional4 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional4 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....