Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Sidarta Ribeiro preside conferência sobre neurociências, canábis e psicadélicos

Publicado

em

O Neurocientista e Professor do Instituto do Cérebro, Sidarta Ribeiro, vai ser o principal orador da Conferência “O Futuro das Neurociências, doenças mentais e tratamentos à base de psicadélicos”, que decorre online no próximo dia 29 de Março, entre as 09h e as 13h30. Organizada pelo Piauhy Labs, a Conferência ÁGORA conta ainda com a participação de Elmo Resende, director científico do Piauhy, Renato Malcher Lopes, da Universidade de Brasília (UnB), Miguel Castelo Branco, da Universidade de Coimbra e Renata Morais, do Dubai Institute of Design and Innovation (DIDI). 

A conferência Ágora, que decorre em inglês, conta com o Biocant e a Universidade de Aveiro como parceiros e vai abordar os avanços em neurociências e o processamento computacional de linguagem natural com implicações na saúde mental. O foco será o diagnóstico precoce de transtornos como a esquizofrenia e o tratamento dos transtornos do humor através da psicoterapia assistida por substâncias psicadélicas que induzem a plasticidade neural.

O principal orador, Sidarta Ribeiro, é professor titular de Neurociências do Instituto do Cérebro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e autor de mais de 100 artigos científicos, além de 5 livros, entre os quais o best-seller do New York Times “O Oráculo da Noite: A História e a Ciência dos Sonhos”. Bacharel em Biologia pela Universidade de Brasília (1993), Mestre em Biofísica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) e Doutor em Comportamento Animal pela Universidade Rockefeller (2000), com pós-doutoramento em Neurofisiologia na Universidade de Duke (2005), Sidarta tem experiência em neuroetologia, neurobiologia molecular e neurofisiologia de sistemas, com interesse nos seguintes temas: memória, sono e sonhos; plasticidade neuronal; comunicação vocal; competência simbólica em animais não humanos; psiquiatria computacional; neuroeducação; canábis medicinal; psicadélicos e políticas de drogas. A sua intervenção na conferência terá como principal foco ” As fronteiras da Neurociência e Saúde Mental no Século XXI” e abordará o potencial da canábis e dos psicadélicos nas doenças mentais.

Eduardo Sampaio, CEO do Piauhy Labs

De acordo com Eduardo Sampaio, CEO do Piauhy Labs, houve duas razões principais pelas quais o Piauhy decidiu embarcar na organização deste evento. “Um dos pilares do Piauhy Labs é uma brutal curiosidade científica, em especial pelas doenças neurológicas que têm potencial para serem tratadas com abordagens inovadoras. Em particular, acreditamos que através da modulação do sistema endocanabinóide podemos regular ainda mais a resposta anti-inflamatória e excitatória no cérebro, tratando doenças como autismo, epilepsia e Alzheimer. A segunda razão é que um dos meios para conseguir isso é compartilhar publicamente esses objectivos e reunir cientistas de classe mundial para debater sobre o futuro e explorar as próximas fronteiras das neurociências”, explicou ao Cannareporter, que é Media Partner deste evento. Na conferência serão exploradas as próximas fronteiras da saúde mental, desde as novas terapias a novos medicamentos e novas tecnologias aplicadas. A equipa de pesquisa do Piauhy Labs está actualmente a realizar pesquisas para identificar tratamentos alternativos para transtornos mentais como o autismo, esquizofrenia ou epilepsia refractária.

O potencial dos canabinóides no Autismo
Renato Malcher Lopes, da Universidade de Brasília, irá falar sobre a base neurobiológica para o uso terapêutico de canabinóides no tratamento de transtornos do espectro do Autismo. “Exploraremos informações que relacionam as funções do sistema endocanabinóide com a etiologia do autismo. Também discutiremos os dados científicos mais específicos sobre o uso de fitocanabinóides para tratar sintomas de autismo em modelos animais e em estudos clínicos em humanos. Complementaremos essa discussão com especulações, ainda incipientes, sobre os possíveis benefícios do uso da psilocibina, isoladamente ou em combinação com canabinóides, para o tratamento de tais sintomas”, explicou ao Cannareporter.

Os benefícios dos canabinóides menores e dos psicadélicos na saúde humana
Elmo Resende, director científico do Piauhy, irá abordar “Os canabinóides menores e a saúde humana”. “Falaremos sobre a importância dos canabinóides menores na saúde humana, suas extrações e identificação. Complementaremos a apresentação falando sobre a biossíntese de canabinóides e o seu potencial para a indústria farmacêutica”, refere em declarações ao Cannareporter.

Miguel Castelo Branco, da Universidade de Coimbra, apresentará “Os Mecanismos de acção dos psicadélicos e seu uso potencial em transtornos de saúde mental”. Segundo o Professor da UC, “nos últimos anos, tem havido um interesse crescente no papel dos psicadélicos e seu potencial papel na neuro terapêutica. Na verdade, eles podem ser classificados como psicoplastógenos, uma classe de compostos que promovem a plasticidade neural”. Na conferência, Castelo Branco irá discutir os mecanismos de acção dos psicadélicos e o seu uso potencial em distúrbios neuropsiquiátricos para abordar alterações comportamentais mal-adaptativas, que caracterizam essas condições cerebrais.

Já Renata Morais, do Dubai Institute of Design and Innovation, irá dedicar a sua intervenção à “Interconectividade entre inteligência artificial, metaverso e saúde mental”.

O Piauhy Labs é uma empresa farmacêutica de biotecnologia sediada na Europa, focada em neurociências e canábis medicinal, comprometida a produzir medicamentos personalizados de alta qualidade. O registo na Conferência é gratuito, mas obrigatório, e pode ser efectuado aqui.

Agenda:

  • 9:00 – 9:10: Eduardo Sampaio- CEO Piauhy Labs – “Pesquisa para o Futuro”
  • 9:15 – 9:45: Elmo Resende – “Canabinóides menores e saúde humana”
  • 9:40 -10:30: Miguel Castelo Branco – “Os Mecanismos de acção dos psicadélicos e seu uso potencial em transtornos de saúde mental”
  • 10:35 – 11:15: Renato Malcher Lopes : “As bases neurobiológicas para o uso terapêutico de canabinóides no tratamento de transtornos do espectro do autismo”
  • 11:20 – 12:00 Renata Morais : “A interconectividade entre inteligência artificial, metaverso e saúde mental”
  • 12:00 -12:40 : Sidarta Ribeiro  : Fronteiras da Neurociência e Saúde Mental no Século XXI
  • 12:45 -13:30 : Debate e Q&A

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações7 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...