Connect with us
Publicidade

Internacional

Biomarcadores salivares podem desvendar o mecanismo de acção dos canabinóides no Autismo

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

A Cannformatics, uma startup de biotecnologia, anunciou, através de um artigo científico publicado no jornal Cannabis and Cannabinoid Research, a identificação de 22 potenciais biomarcadores que reagem à canábis na saliva de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo. A empresa acredita que os biomarcadores na saliva podem ser uma ferramenta para os médicos com pacientes que utilizam a terapêutica da canábis medicinal.

A Cannformatics, uma startup de biotecnologia em fase inicial, anunciou que identificou 22 novos potenciais biomarcadores que respondem à canábis (Cannabis-Responsive™) de base lipídea na saliva de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Todos os 22 biomarcadores mudaram para a faixa fisiológica de crianças com desenvolvimento típico após o tratamento bem-sucedido com canábis medicinal. Estes biomarcadores incluem lipídios do sistema nervoso central que estão principalmente associados à actividade celular no cérebro, indicando o potencial da canábis medicinal para afectar a função dos neurónios em crianças com TEA.

A empresa publicou as suas descobertas na revista Cannabis and Cannabinoid Research, num artigo intitulado “O potencial dos biomarcadores responsivos à canábis à base de lipídios salivares para avaliar o tratamento de canábis medicinal em crianças com TEA”. Este é o segundo artigo do estudo piloto da empresa para o TEA. O primeiro artigo, publicado em Dezembro de 2021, estabeleceu os biomarcadores responsivos à canábis como uma ferramenta universal para medir o impacto da canábis medicinal. Juntos, os dois artigos demonstram o potencial dos biomarcadores responsivos à canábis baseados em saliva para serem uma ferramenta para médicos que tratam pacientes com canábis medicinal e empresas de ciências da vida que desenvolvem medicamentos e aplicações à base de canabinóides de próxima geração.

“Ao desbloquear o mecanismo de acção da canábis medicinal, demonstramos que os biomarcadores responsivos à canábis podem fornecer às empresas de ciências da vida e aos médicos novas ferramentas para entender o papel da canábis na manutenção da homeostase do sistema nervoso central em crianças com TEA. Este estudo também abre novas oportunidades para avaliar o tratamento em doenças neurodegenerativas, como as doenças de Alzheimer, Parkinson e Esclerose Lateral Amiotrófica, nas quais alguns desses potenciais biomarcadores responsivos à canábis à base de lipídios são conhecidos por desempenhar um papel”, disse Itzhak Kurek, PhD, CEO e co-fundador da Cannformatics. “Estamos agora em posição de levantar o capital necessário para lançar a plataforma de serviços referentes ao autismo e expandir para outras doenças neurodegenerativas”.

A publicação deste segundo artigo é “um momento crucial para a Cannformatics, pois valida totalmente a nossa tecnologia e posiciona-nos claramente como líderes em biotecnologia no tratamento de canábis medicinal”, disse Kenneth Epstein, director comercial e co-fundador da Cannformatics. “Continuamos gratos às crianças e famílias que participaram no estudo, bem como aos nossos patrocinadores Canniatric and Whole Plant Access for Autism. As descobertas deste estudo foram muito além das nossas expectativas”, concluiu.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional15 horas atrás

EUA: Safer Banking Act dá um passo em frente para a liberdade financeira do sector da canábis

Num passo importante para a indústria da canábis, o SAFER Banking Act triunfou na sua primeira avaliação pelo Senado, avançando...

Entrevistas2 dias atrás

Luio Zau: “O meu hobby é a pintura. Agora, o meu trabalho é ser espectacular”

Luio Zau, génio criativo, alter ego do artista português Luís Miguel Freire Estevinho, nascido em 1981. O espírito inquieto já...

Eventos3 dias atrás

Mini Festival Binóide realiza-se a 14 de Outubro em Lisboa

A primeira edição do Mini Festival Binóide, um evento dedicado à cultura da canábis, vai chegar a Lisboa no próximo...

Cânhamo4 dias atrás

Obelisk Farm na Greenfest Braga ’23 com Workshop de papel de Cânhamo

O cânhamo industrial está presente na Greenfest Braga ’23, através de um workshop sobre o papel de cânhamo, ministrado por...

Internacional5 dias atrás

O papel dos endocanabinóides no mecanismo cerebral de alívio do stress

No domínio da ciência médica, as descobertas inovadoras têm o poder de revolucionar o panorama dos cuidados de saúde. Recentemente,...

Internacional6 dias atrás

Holanda prepara-se para lançar projecto piloto de venda de canábis

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a canábis ainda não é legal na Holanda e o país está a...

Comunicados de Imprensa7 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém autorização para cultivar canábis para fins medicinais

A GreenBe Pharma, uma farmacêutica especialista em cultivo, obteve a autorização GACP, atribuída pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos...

Comunicados de Imprensa7 dias atrás

Portugal: SOMAÍ recebe certificação EU-GMP e obtém €5 milhões de financiamento

A SOMAÍ Pharmaceuticals Unipessoal LDA, o maior fabricante europeu de produtos farmacêuticos de canábis, tem o prazer de anunciar que...

Eventos1 semana atrás

Portugal: 3.ª edição da Medical Cannabis Europe realiza-se em Lisboa esta quinta e sexta-feira

Com mais de 25 oradores nacionais e internacionais de referência na área da canábis medicinal, a terceira edição da Medical Cannabis...

Internacional2 semanas atrás

Espanha: Será o cultivo de canábis em interior responsável pelas falhas eléctricas na Andaluzia?

Mais de 50.000 espanhóis sofreram recentemente cortes no fornecimento de electricidade, chegando a durar mais de 48 horas, em alguns casos....