Connect with us

Internacional

Tailândia: Ministro da Saúde quer oferecer um milhão de plantas de canábis à população

Publicado

em

Ouvir este artigo
Anutin Charnvirakul, Ministro da Saúde Pública da Tailândia. Foto: The Nation Thailand

O Ministro da Saúde Pública da Tailândia, Anutin Charnvirakul, surpreendeu, mais uma vez, o mundo, ao anunciar que quer oferecer um milhão de plantas de canábis aos tailandeses, quando o cultivo doméstico e o uso da planta forem legalizados no país, já no próximo mês de Junho. Num post do Facebook, o Ministro garantiu que os habitantes da Tailândia vão poder cultivar “quantas plantas de canábis quiserem” nas suas próprias casas, desde que seja para fins medicinais, e o registo oficial não será necessário para o auto-cultivo.

As plantas a cultivar terão de ser de grau medicinal e usadas apenas para fins medicinais, anunciou Anutin, que aproveitou para descrever também os benefícios do cultivo comercial para o país.

O Ministro da Saúde tailandês tem sido um grande defensor do acesso à canábis

Actualmente, é legal que as empresas registadas na Tailândia vendam produtos de cânhamo, com menos de 0,2% de THC (tetrahidrocanabinol), mas, com as novas regras, as pessoas poderão operar negócios e empresas relacionadas com a canábis.

“Isso permitirá que as pessoas e o governo giram mais de 10 mil milhões de Baht (cerca de 276 mil euros) por ano em receitas com canábis e cânhamo”, afirmou. “Enquanto isso, as pessoas podem mostrar os seus produtos e sabedoria relacionados com a canábis e o cânhamo e vender os seus produtos em todo o país”.

Anutin acrescentou que empresários e empresas podem competir livremente no mercado de canábis da Tailândia, pois não haverá concessões. Os pequenos vendedores não precisam de se registar na Food and Drug Administration (FDA) do país. “No entanto, grandes empresas do sector da canábis deverão solicitar permissão para operar à FDA”, acrescentou.

Os defensores locais da canábis expressaram esperança de que a flexibilização das leis sobre a canábis possa impulsionar a recuperação económica da Tailândia após a crise da Covid-19. A Tailândia tornou-se no primeiro país do Sudeste Asiático a legalizar a canábis medicinal em 2018.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Malcolm McFarlane
1 ano atrás

.

Last edited 1 ano atrás by Malcolm McFarlane
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...