Connect with us

Economia

Turismo de canábis nos EUA é uma indústria de 17 mil milhões e está apenas a descolar, diz a Forbes

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

O turismo relacionado com a canábis está prestes a explodir no mundo legalizado, em especial nos Estados Unidos da América (EUA). De acordo com uma reportagem alargada da Forbes, o turismo canábico é uma indústria que vale 17 mil milhões de dólares e está apenas a começar. WeedTour, Hibnb, Emerald Farm Tours, retiros medicinais e até um guia na Lonely Planet, são exemplos de uma indústria cuja procura vai disparar nos próximos tempos.

Segundo uma pesquisa da Harris, realizada em Maio e citada pela Forbes, mais de dois terços dos adultos americanos (68%) apoiam a legalização do uso adulto, sendo que metade de todos os millennials (50%) dizem que o acesso à canábis recreativa legal é importante ao escolher um destino de férias. Mais de quatro em dez millennials (43%) dizem que escolheram especificamente um destino onde a canábis fosse legal.

Até hoje, as viagens relacionadas com a canábis foram largamente ignoradas pelos conselhos de turismo e pela indústria, deixando milhões de dólares na mesa, diz Victor Pinho, co-fundador da Emerald Farm Tours. “Eles são turistas e estão a fazer compras, estão aqui para gastar dinheiro em canábis”, diz, explicando que os seus clientes típicos gastam entre 300 a 400 dólares no dispensário durante as suas visitas, cerca de três vezes mais do que uma transacção média com os restantes locais.

Ainda não está claro qual será o tamanho da indústria emergente de turismo de canábis ou qual será o seu potencial impacto na economia do turismo norte-americana, mas os dados preliminares são muito promissores. Um estudo nacional pré-pandemia de 2020 da empresa de pesquisa de mercado MMGY Travel Intelligence descobriu que quase um em cada cinco (18%) dos viajantes de lazer americanos está interessado em experiências relacionadas com a canábis nas suas férias. O valor sobe para 62%, quando a amostra da pesquisa inclui apenas os adultos com mais de 21 anos e cujo rendimento familiar anual é superior a 50 mil dólares.

“Para cada dólar gasto numa loja de canábis, há um efeito multiplicador, com 2,8 mil milhões direccionados para a economia local” – disse Beau Whitney à Forbes

A canábis legal está a impulsionar outros negócios emergentes. Dos 25 mil milhões em vendas legais de canábis em 2021, a Forbes estima que até 4 mil milhões foram gerados por turistas, que além da canábis gastaram em restaurantes, hotéis, atracções e outras lojas, além de contribuirem para impostos estatais e municipais. “Para cada dólar gasto numa loja de canábis, há um efeito multiplicador, com 2,8 mil milhões direccionados para a economia local”, disse à Forbes Beau Whitney, fundador e economista-chefe da Whitney Economics, líder em consultoria de negócios de canábis e cânhamo nos EUA.

Leia a reportagem completa da Forbes aqui.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Saúde2 dias atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional2 dias atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional5 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional6 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional7 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional2 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos2 semanas atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...