Connect with us

Saúde

O potencial terapêutico da canábis em patologias do foro oncológico

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

De acordo com a União Europeia (UE), o cancro é a segunda principal causa de mortalidade nos países da UE, após as doenças cardiovasculares. Todos os anos, 2,6 milhões de pessoas são diagnosticadas com cancro e mais 1,2 milhões de pessoas morre devido à doença. A descoberta do sistema endocanabinóide impulsionou não apenas a investigação científica sobre a planta canábis como também a sua utilização na atenuação de sintomas decorrentes de diversas patologias, nomeadamente do foro oncológico.

A investigação constante, numa área de intervenção tão importante como o cancro, é, inquestionavelmente, necessária. A maioria dos tratamentos que existem actualmente não é eficaz e provoca efeitos adversos significativos, reduzindo a qualidade de vida do paciente e colocando em causa a adesão do mesmo ao tratamento.

A procura de soluções e consequentemente de informação sobre o potencial terapêutico dos canabinóides na área de oncologia por parte de pacientes aumentou exponencialmente nos últimos anos.

Se por um lado é evidente o impacto benéfico dessa procura, nomeadamente através da legalização da canábis para fins medicinais em Portugal, por outro lado torna-se extremamente importante a intervenção por parte dos profissionais de saúde no esclarecimento e educação destes pacientes. Grande parte da informação disponível não está fundamentada em evidencia científica, promovendo a criação de falsas expectativas e obtenção de produtos por vias contestáveis, colocando em risco a saúde dos doentes.

CONTROLO DA DOR

Cannabis and Pain – Fonte: 2. Multicenter, Double-Blind, Randomized, Placebo-Controlled, Parallel-Group Study of the Efficacy, Safety, and Tolerability of THC:CBD Extract and THC Extract in Patients with Intractable Cancer-Related Pain

A dor é um sintoma associado à doença oncológica e que afeta cerca de 70 a 90% dos doentes com cancro em estádios avançados. Pode ser caracterizada como dor neuropática, quando o tumor invade o tecido nervoso, causando uma lesão ou disfunção primária do sistema nervoso central ou periférico.  Quando o tumor exerce pressão sobre algum órgão ou irradia sobre tecidos adjacentes, provoca uma dor visceral de características inflamatórias.

Não existe evidência científica que comprove a eficácia dos fitocanabinóides quando utilizados isoladamente, como monoterapia, no tratamento da dor, no entanto, quando integrados no protocolo terapêutico associados a outros analgésicos são eficazes na atenuação da dor, na redução da medicação coadjuvante (opióides) a na atenuação de efeitos adversos decorrentes de outros medicamentos.

  1. Results of a Double-Blind, Randomized, Placebo-Controlled Study of Nabiximols Oromucosal Spray as an Adjunctive Therapy in Advanced Cancer Patients with Chronic Uncontrolled Pain (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28923526/)
  2. Multicenter, Double-Blind, Randomized, Placebo-Controlled, Parallel-Group Study of the Efficacy, Safety, and Tolerability of THC:CBD Extract and THC Extract in Patients with Intractable Cancer-Related Pain (https://www.jpsmjournal.com/article/S0885-3924(09)00787-8/fulltext)
  3. The effects of cannabis, cannabinoids, and their administration routes on pain control efficacy and safety: A systematic review and network meta-analysis (https://www.japha.org/article/S1544-3191(19)30353-X/fulltext)
  4. Efficacy, tolerability and safety of cannabis-based medicines for cancer pain : A systematic review with meta-analysis of randomized controlled trials (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31073761/)

CONTROLO DE NÁUSEAS E VÓMITOS

Os antineoplásicos utilizados para tratamento de doenças oncológicas manifestam diversos efeitos adversos nos doentes, nomeadamente náuseas e vómitos. Estas manifestações secundárias são desconfortáveis para o doente e influenciam não só a sua adesão ao tratamento como a sua dieta. De acordo com ensaios clinicos realizados em humanos, os fitocanabinóides (THC) são eficazes na atenuação das náuseas e vómitos associados a tratamentos oncológicos.

  1. Oral THC:CBD cannabis extract for refractory chemotherapy-induced nausea and vomiting: a randomised, placebo-controlled, phase II crossover trial. (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32801017/)
  2. Preliminary efficacy and safety of an oromucosal standardized cannabis extract in chemotherapy-induced nausea and vomiting (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2997305/)
  3. Efficacy of dronabinol alone and in combination with ondansetron versus ondansetron alone for delayed chemotherapy-induced nausea and vomiting.(https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17355735/)
  4. Dronabinol and prochlorperazine in combination for treatment of cancer chemotherapy-induced nausea and vomiting(https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/088539249190026Z)
  5. Nabilone versus prochlorperazine for control of cancer chemotherapy-induced emesis in children: a double-blind, crossover trial(https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/3035479/)
  6. Prospective randomized double-blind trial of nabilone versus domperidone in the treatment of cytotoxic-induced emesis(https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/3017596/)

ESTIMULAÇÃO DO APETITE   

Cannabis and Pain: Cannabinoid Delivery Systems for Pain and Inflammation Treatment

A anorexia e caquexia são síndromes multifatoriais caracterizados por crescente perda de massa dos músculos esqueléticos com ou sem perda de massa gorda que não podem se completamente revertidas pelo suporte nutricional convencional e que levam a uma incapacidade funcional progressiva. Sabemos que o sistema endocanabinóide desempenha um papel crucial na regulação de várias funções biológicas, nomeadamente na regulação do apetite e vários estudos científicos comprovam o potencial terapêutico dos fitocanabinóides, nomeadamente o THC, na estimulação do apetite. Por este motivo e tendo em conta a reduzida toxicidade os fitocanabinóides representam uma ferramenta importante para pacientes oncológicos, em que a falta de apetite e a desnutrição são sintomas frequentes.

  1. Efficacy of medicinal cannabis for appetite-related symptoms in people with cancer: A systematic review (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/35360989/)
  2. Medical marijuana for cancer (https://acsjournals.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.3322/caac.21260)
  3. Pharmacokinetics of Cannabis in Cancer Cachexia-Anorexia Syndrome (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26883879/)
  4. New Prospect for Cancer Cachexia: Medical Cannabinoid (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6360413/)

QUALIDADE DE VIDA

Quando o tratamento à base de canabinóides é implementado de forma adequada e com acompanhamento de profissionais de saúde o impacto do mesmo é, inicialmente, observável através da atenuação de certos sintomas como a dor, espasticidade etc.  A modulação destes sintomas tem um impacto direto na melhoria da qualidade do sono o que por consequência promove uma melhoria do humor, redução dos níveis de ansiedade e melhoria da qualidade de vida no geral.

Qualidade de Sono:

  1. Treating insomnia symptoms with medicinal cannabis: a randomized, crossover trial of the efficacy of a cannabinoid medicine compared with placebo (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34115851/)
  2. Effect Of D-9-Tetrahydrocannabinol And Cannabidiol On Nocturnal Sleep And Early-Morning Behavior In Young Adults (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/15118485/)
  3. Medical cannabis and cannabinoids for impaired sleep: a systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34546363/)

Humor e Ansiedade:

  1. Effects of ∆9-tetrahydrocannabinol on aversive memories and anxiety: a review from human studies (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7448997/)
  2. Cannabidiol presents an inverted U-shaped dose-response curve in a simulated public speaking test. (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30328956/)
  3. Neural Basis Of Anxiolytic Effects Of Cannabidiol (CBD) In Generalized Social Anxiety Disorder: A Preliminary Report (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/20829306/)
  4. Effects of Cannabidiol (CBD) on Regional Cerebral Blood Flow (https://www.nature.com/articles/1300340)

ATIVIDADE ANTI-TUMORAL

Mechanisms of antiproliferative, proapoptotic and proautophagic effects of cannabinoids on cancer cells. – Cannabinoids as anticancer drugs: current status of preclinical research

Em modelos pré-clínicos foi possível demonstrar as propriedades anti tumorais dos fitocanabinóides (THC e CBD) em vários tipos de tumores, nomeadamente gliomas, melanoma, entre outros. O mecanismo de ação anti tumoral assenta na capacidade de bloqueio de várias vias envolvidas na progressão de células cancerígenas. Assim, e de acordo com os estudos realizados, os canabinóides exercem a sua atividade anti tumoral através da inibição da proliferação de células cancerígenas, interferindo com a angiogénese e processos metastáticos e induzindo a sua morte por autofagia e apoptose.

O efeito anti tumoral dos canabinóides demonstrado através de linhas celulares e modelos animais é notável, no entanto, não é possível garantir que se alcancem os mesmos resultados em humanos.

  1. The use of cannabinoids as anticancer agentes (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26071989/)
  2. Towards the use of cannabinoids as antitumour agentes (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22555283/)
  3. Anti-tumoral action of cannabinoids: involvement of sustained ceramide accumulation and extracellular signal-regulated kinase activation (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/10700234/)
  4. Antineoplastic activity of cannabinoids (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/1159836/)
  5. Cannabinoid action induces autophagy-mediated cell death through stimulation of ER stress in human glioma cells (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19425170/
  6. Inhibition of tumor angiogenesis by cannabinoids (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/12514108/)
  7. Cannabinoids inhibit glioma cell invasion by down-regulating matrix metalloproteinase-2 expression (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/18339876/)
  8. A combined preclinical therapy of cannabinoids and temozolomide against glioma (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21220494/)
  9. Review of Various Herbal Supplements as Complementary Treatments for Oral Cancer (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26863913/)

CONCLUSÃO

É evidente e incontestável o potencial terapêutico dos canabinóides em patologias do foro oncológico, nomeadamente a nível do controlo de diversos sintomas adversos decorrentes dos tratamentos e da própria patologia, existindo cada vez mais estudos que permitem a aquisição e consolidação de conhecimentos nesta área. A escassez de estudos que permitam examinar o potencial anti tumoral dos canabinóides em humanos é uma realidade e é da responsabilidade dos profissionais de saúde que acompanham estes doentes a clarificação dos resultados expectáveis da implementação de um tratamento à base de canabinóides.
___________________________________________________

*Soraia Tomás é Enfermeira, licenciada pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra em 2015. Desempenhou funções nos cuidados intensivos de cirurgia Cardio-Torácica e transplantação pulmonar em Lisboa. Neste momento trabalha no Spine Center, serviço de cirurgia à coluna e unidade de cuidados intensivos de cirurgia geral no Hospital da Luz em Coimbra, cidade onde reside. Entusiasta na área da Canábis Medicinal, é membro do conselho científico do Observatório Português de Canábis Medicinal, esteve presente em conferências neste âmbito (Portugal Medical Cannabis, Cannabis Europa, CannX, entre outras) e obteve uma pós-graduação em GMP’s para Canábis Medicinal, curso realizado pelo Observatório Português de Canábis Medicinal em parceria com o Laboratório Militar de Produtos Químicos e Farmacêuticos e a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa. Presidente da Direcção da APCANNA – Associação Portuguesa de Informação sobre Canábis, pretende desenvolver projetos dedicados à divulgação, educação e formação em canábis medicinal a profissionais de saúde e ao público em geral, promovendo desta forma a excelência na prática profissional e o acesso seguro e eficaz a terapias com canabinóides.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Soraia Tomás, licenciada em Enfermagem pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra em 2015, desempenhou funções nos cuidados intensivos de cirurgia Cardio-Torácica e transplantação pulmonar em Lisboa. Neste momento trabalha no Spine Center, serviço de cirurgia à coluna e unidade de cuidados intensivos de cirurgia geral no Hospital da Luz em Coimbra, cidade onde reside. Entusiasta na área da Canábis Medicinal, é membro do conselho científico do Observatório Português de Canábis Medicinal, esteve presente em conferências neste âmbito (Portugal Medical Cannabis, Cannabis Europa, CannX, entre outras) e obteve uma pós-graduação em GMP’s para Canábis Medicinal, curso realizado pelo Observatório Português de Canábis Medicinal em parceria com o Laboratório Militar de Produtos Químicos e Farmacêuticos e a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa. Presidente da Direcção Geral da APCANNA– Associação Portuguesa de Informação sobre Canábis, pretende desenvolver projetos dedicados à divulgação, educação e formação em canábis medicinal a profissionais de saúde e ao público em geral, promovendo desta forma a excelência na prática profissional e o acesso seguro e eficaz a terapias com canabinóides.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional1 semana atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos1 semana atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional1 semana atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos2 semanas atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional2 semanas atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos2 semanas atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos3 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem3 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...