Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Brittney Griner declara-se culpada por “tráfico de droga” na Rússia

Publicado

em

Foto: D.R.

“Pretendo declarar-me culpada de todas as acusações”. Foi assim que Brittney Griner, duas vezes campeã olímpica, se confessou hoje ao Tribunal onde foi ouvida, na Rússia. A basquetebolista norte-americana, de 31 anos, foi detida em Fevereiro, no aeroporto de Moscovo, por posse de óleo de canábis. A jogadora salientou que nunca teve “intenção de violar as leis russas” e explicou que foi o seu descuido e pressa ao fazer as malas que provocaram a situação. “Fiz as malas de forma apressada e as embalagens acabaram por ir parar, acidentalmente, à minha bolsa”, disse a atleta, que arrisca 10 anos de prisão. 

Brittney foi duas vezes campeã olímpica de basquetebol – Foto: D.R.

Brittney foi detida em Fevereiro de 2022, quando os agentes do aeroporto de Sheremetyevo, em Moscovo, encontraram cartuchos para vaporizador com óleo de canábis na sua mala. De acordo com a BBC, Griner tinha ido à Rússia jogar fora da época, algo que fazia como um “2º trabalho”, para ganhar mais algum dinheiro. Segundo a BBC, na Rússia as jogadoras de Basquete podem ganhar três vezes mais que nos EUA. Brittney é assumidamente gay e foi, aliás, a primeira jogadora assumida da WNBA a receber um patrocínio da Nike.

Numa carta divulgada pela sua família no Dia da Independência nos EUA, 4 de Julho, Griner confessou o medo que tinha a Biden: “Sentada aqui numa prisão russa, sozinha com os meus pensamentos e sem a protecção da minha esposa, família, amigos, camisola olímpica ou qualquer outra coisa que conquistei, estou aterrorizada com o pensamento de ficar aqui para sempre”, escreveu a bicampeã olímpica de basquetebol. “Sei muito bem que tem de lidar com muitas coisas, mas por favor, não se esqueça de mim e dos outros prisioneiros americanos. Por favor, faça tudo o que puder para nos levar para casa”, apelou Brittney.

O caso já levou a incidentes diplomáticos entre a Rússia e os Estados Unidos, com o Kremlin a negar que não tem nenhum refém dos EUA, criticando o “ruído mediático” à volta de Griner. Sergei Riabkov, vice-ministro das Relações Externas, advertiu que o “exagero público” dos norte-americanos não ajuda na negociação para a eventual troca de prisioneiros entre Moscovo e Washington. ”

“Por que deveríamos fazer uma excepção para um cidadão estrangeiro? [Griner é como] centenas e centenas de cidadãos russos, que foram condenados por transportar haxixe” – Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, à NBC

“Não podemos chamá-la de refém. Ela violou a lei russa e agora está a ser processada”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, à NBC. “Por que deveríamos fazer uma excepção para um cidadão estrangeiro? [Griner é como] centenas e centenas de cidadãos russos, que foram condenados por transportar haxixe”.

Brittney Griner está em prisão preventiva desde Fevereiro de 2022 e voltará a comparecer em tribunal no próximo dia 14 de Julho.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional42 minutos atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa23 horas atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações24 horas atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional1 dia atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional3 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional3 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....