Connect with us
Publicidade
Publicidade

Nacional

Sérgio Neto e Ricardo Morais, fundadores da Pure Healing, saíram da empresa

Publicado

em

Sérgio Neto e Ricardo Morais já não fazem parte da equipa da Pure Healing, tendo ficado apenas Marina Penim na gestão da empresa. Foto: Laura Ramos | Cannareporter

Sérgio Neto e Ricardo Morais, os dois fundadores da Pure Healing (PH), deixaram os seus cargos na empresa no início do mês de Agosto, deixando Marina Penim, a terceira sócia gerente, sozinha na direcção da empresa. Os três deram uma entrevista em exclusivo ao Cannareporter no ano passado, poucos meses depois de terem obtido licença do Infarmed.

A Pure Healing é uma das poucas empresas 100% portuguesas com licença do Infarmed para produção, cultivo e exportação de canábis para fins medicinais. Apostando no cultivo orgânico, a PH criou 13 postos de trabalho e tem perspectivas de crescimento para a sua plantação de 5 mil metros quadrados, perto de Alcácer do Sal, onde atingiu, no ano passado, níveis recorde de THC em duas plantas auto-florescentes — Auto Cinderella Jack (28%) e Auto Skywalker Haze (29%).

Ao telefone, Marina Penim confirmou a saída de Ricardo e Sérgio ao Cannareporter, dizendo que “as empresas têm ciclos e como tal, nesta fase houve uma mudança. O Sérgio e o Ricardo fizeram um excelente trabalho no arranque da empresa, uma luta incansável nos últimos quatro anos. Chegados aqui outras oportunidades se lhes depararam”. Marina agradeceu ainda “a partilha, o conhecimento que nos proporcionaram e as vivências do dia a dia”.

Quanto ao futuro da PH, Marina garantiu que a empresa “irá manter o foco, a mesma ideologia e a mesma determinação em fazer um cultivo destinado a ajudar quem mais dele precisa. E a colocar no mercado flor de canábis da melhor qualidade”.

4 anos de “sangue, suor e lágrimas”, que deixam “as melhores recordações”

Em declarações ao Cannareporter, Sérgio Neto disse que não houve um factor específico que tenha motivado a sua saída. “Creio que todos nós passamos por diferentes fases na vida e existem ciclos que têm duração limitada. Desde 2018, ainda antes de nascer a Pure Healing oficialmente, foram lançadas as primeiras setas que nos levaram no caminho que fomos construindo, folha a folha, teste a teste, planta por planta. É um facto que dinamizar uma start- up tem os seus desafios. O mercado da canábis em Portugal tem a idade da PH e está em constante desenvolvimento. Ao longo do tempo foram surgindo desafios que nunca estiveram nos planos, porque nem sequer existiam neste novo sector de actividade em Portugal”, afirmou, acrescentando ainda: “Guardo para mim as melhores recordações destes 4 anos”.

“A minha missão está longe de estar concluída.”

Apaixonado pela planta desde que constatou os benefícios na doença da avó, Sérgio mergulhou de cabeça na criação da empresa, com a mesma vontade de ajudar outras pessoas. “Adorei todos os dias, vivi-os com toda a energia e motivação. Um dos objectivos que estabelecemos desde o dia zero seria tornar a PH numa referência no cultivo de canábis. Em certa medida, acredito que no mínimo consegui deixar uma pequena marca nas páginas da história da canábis. Conseguimos, no primeiro ano de cultivo, fazer a planta automática de THC mais potente do mundo. É um orgulho enorme! Tivemos a Cinderella e a Skywalker a bater recordes de potência e fomos notícia por todo o mundo em 2021″, afirmou, orgulhoso. “Conheci pessoas incríveis e histórias de levar às lágrimas qualquer ser humano. Levo tudo isso para sempre no meu coração. Lamento imenso não ter conseguido ajudar mais. Existem milhões de pessoas que necessitam da ajuda de todos os profissionais da canábis um pouco por todo o mundo e não podemos falhar. Na parte que me toca, a minha missão está longe de estar concluída. Acredito no destino e acredito que o futuro depende muito do nosso esforço e dedicação”, disse ao Cannareporter. “Sangue, suor e lágrimas… hoje vejo que não há melhor descrição possível para estes 4 anos”, confessou.

Ricardo Morais escreveu na sua página de LinkedIn que é “com orgulho e com o sentido de dever cumprido” que deixa a Pure Healing: “Hoje, em Agosto de 2022, acontece um virar de página na minha vida profissional e no futuro da Pure Healing, uma vez que ambos seguiremos caminhos distintos. Foi um percurso cheio de aprendizagem, desafios, glórias, sucessos e insucessos, mas sobretudo de um enriquecimento interpessoal e profissional brutais. Sofremos, chorámos, rimos, lutámos, combatemos estigmas e preconceitos e batemos recordes… O projeto Pure Healing foi sempre pautado de muito empenho, esforço, dedicação, espírito de sacrifício, amor e carinho, mas sobretudo de um Acreditar e Querer que a Canábis efetivamente chegue a quem mais precisa – We Grow because We Care. É com orgulho e com o sentido de dever cumprido que deixo a Pure Healing. A todos aqueles que nos ajudaram a fazer da Pure Healing uma realidade o meu obrigado e eterno carinho. Viva Portugal. Viva a Canábis.”

Tanto Sérgio como Ricardo não revelaram ainda os seus planos para o futuro.

Publicidade

Mais recentes

Nacional6 horas atrás

Portugal: Exportações de canábis não param de crescer, mas Infarmed rectifica números divulgados em Março

A canábis produzida em Portugal já ruma para quatro continentes, de acordo com os dados do relatório divulgado pelo Infarmed,...

Nacional3 dias atrás

Em Portugal já foram prescritos mais de 10kg de canábis, mas só há 5 pedidos de ACM no Infarmed

As vendas de canábis para fins medicinais em Portugal ainda são pouco expressivas, mas mostram sinais de crescimento, de acordo...

Nacional3 dias atrás

Portugal: Infarmed já atribuiu 61 licenças e 172 pré-licenças relacionadas com canábis medicinal

O Infarmed — Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I.P. atribuiu, até final de Junho de 2022, 61...

Internacional3 dias atrás

Espanha substitui multas de consumo e posse de drogas por “actividades de reeducação”

Os seis grupos parlamentares espanhóis (PSOE, Unidas Podemos, PNV, ERC, Junts e EH Bildu), chegaram a acordo para a reforma...

Nacional4 dias atrás

Infarmed publica relatório sobre a evolução da actividade da canábis medicinal em Portugal

O Infarmed — Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I.P. publicou uma análise relativa às actividades desenvolvidas no sector da...

Corporações4 dias atrás

Snoop Dog e British American Tobacco investem no Sanity Group

O Sanity Group anunciou esta semana um dos maiores financiamentos numa empresa de canábis na Europa, com de 37.6 milhões de dólares...

Internacional4 dias atrás

Austrália: 1 milhão de dólares em multas por “falsas” alegações de saúde

A entidade reguladora de medicamentos australiana, a Therapeutic Goods Administration (TGA), emitiu 73 notificações de infracção sobre as alegações das...

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

Cannadouro Magazine: Número 7 já está nas bancas. Veja aqui como receber a revista em casa

O número 7 da Cannadouro Magazine já está nas bancas, com muita informação em português sobre a actualidade do mundo...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

Portugal: Mais um arguido por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial do Braga, ontem, dia 27 de setembro, deteve um homem de...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

Akanda vai exportar uma tonelada de canábis de Portugal para a Alemanha

O acordo entre a portuguesa Akanda e a Cansativa GmbH vai arrancar com a exportação de uma tonelada de canábis...