Connect with us

Internacional

Alemanha poderá violar leis europeias com a legalização da canábis

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

A Alemanha mostrou vontade política para a legalização total da canábis, mas uma análise do Parlamento alemão refere que as leis europeias podem vir a ser infringidas se a legalização avançar. O estudo foi encomendado pelos conservadores da União Democrata Cristã, que se opõem à legalização da canábis, e afirma que dois tratados europeus, assinados pela Alemanha, poderão impedir o país de avançar.

A coligação de governo alemã composta por três partidos e liderada pelo chanceler Olaf Scholz declarou a sua intenção de legalizar a venda de canábis a adultos para fins recreativos, num objectivo que consta no acordo de coligação. A medida prometida, que trouxe o tema para discussão internacional, foi suportada essencialmente pelo Partido Verde e pelo Partido Liberal Democrata, tendo o ministro da Justiça, Marco Buschmann, estabelecido como meta para a legalização a Primavera de 2023.

No entanto, a legalização da canábis volta a estar sob fogo após a publicação de uma análise de especialistas encomendada pelos conservadores da União Democrata Cristã, que se opõe a medidas como a legalização. De acordo com a análise, a legalização corre o risco de violar a lei da UE. Um estudo do serviço científico do Bundestag, em que os advogados citam dois tratados europeus, aos quais a Alemanha está vinculada, diz que este factor impede a legalização.

A regulamentação total da canábis pode trazer à Alemanha receitas fiscais anuais e economia de custos de cerca de 4,7 mil milhões de euros e criar 27 mil novos empregos, conforme avançou a Reuters. Acredita-se que, se a Alemanha avançar, será criado um “efeito dominó” de legalização na Europa.

O que impede a Alemanha de legalizar totalmente a canábis?

Apesar do principal obstáculo identificado ter sido a convenção única da ONU de 1961 sobre estupefacientes, esta é vista cada vez mais como o desafio menor, à medida que a natureza vinculativa de várias leis europeias entrou nos radares dos legisladores. O Uruguai e o Canadá, por exemplo, acabariam por violar a Convenção da ONU quando legalizaram o uso adulto de canábis, e nada lhes aconteceu.

Em relação à lei europeia, uma decisão-quadro da UE de 2004 estipula que o fabrico, cultivo, venda, transporte, remessa ou importação e exportação de drogas deve ser punida em todos os estados membros. A decisão-quadro estipula que cada Estado-Membro deve punir as violações com “sanções penais eficazes, proporcionais e dissuasivas” 

Também o acordo de Schengen obriga os signatários ao compromisso de “impedir a exportação ilegal de narcóticos de todos os tipos, incluindo produtos de canábis, bem como a venda, aquisição e entrega desses fundos por meios administrativos e criminais”.

Resta saber como é que a Alemanha irá contornar todas estas questões. Talvez seja por isto que os intervenientes no processo legislativo alemão já tenham advertido que a legalização é um processo muito complexo e que não acontecerá antes do final de 2023 ou 2024.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional4 dias atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos4 dias atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional6 dias atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos7 dias atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional1 semana atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional1 semana atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos1 semana atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos2 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem2 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas2 semanas atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...