Connect with us

Internacional

Tailândia dá um passo atrás na legalização da canábis

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | Thai Post

A Câmara dos Deputados voltou atrás na legalização da canábis, com o voto favorável dos partidos Pheu Thai, Democrata e Phalang Pracharath. A regulamentação que legalizava a canábis na Tailândia volta assim para o comité de redacção para alterações, tendo a votação sido alvo de fortes críticas pelo Ministro da Saúde Pública, Anutin Charnvirakul.

A Tailândia volta a estar em destaque, depois de vários parlamentares tailandeses forçarem a suspensão do projecto de lei que regulava o uso da canábis.

Os legisladores da Câmara dos Deputados realizaram uma votação, com o resultado de 198 votos a favor contra 136 contra, destinada a suspender o projecto de lei que legalizou a canábis, em Junho, enviando-o de volta ao comité de redacção para revisão. O projecto de lei da canábis e cânhamo pode agora voltar a ser sujeito a nova apreciação em Novembro.

Partidos dividem-se em relação à legislação

Apesar de o Ministro da Saúde alegar que esta é apenas uma tentativa de criar instabilidade, os parlamentares fundamentaram o chumbo com a necessidade de disposições suficientes para impedir o uso indevido de canábis nos contextos recreativos. Depois da votação na câmara dos representantes, o Ministro da Saúde afirmou que a reprovação da votação dos partidos Pheu Thai, Democrata e Phalang Pracharath pretendia atrasar a implementação da legislação.

Este atraso pode fazer com que o processo não seja concluído na legislatura actual, que termina em 2023. O envio da legislação para o comité de redacção foi protagonizado pelo maior partido de oposição, o Pheu Thai, em conjunto com o partido Democrata, que integra a coligação de governo e o partido Phalang Pracharath.

Estes partidos fundamentam, essencialmente, que “o projecto de lei não controla a canábis, mas até a promove, deixando espaço para que seu uso passe do apenas médico ao extremamente recreativo”, disse ao Bangkok Post Sutin Klangsang, parlamentar do Pheu Thai. Os argumentos estendem-se ainda à proliferação de lojas e cafés que vendem produtos de canábis em Bangkok e outras cidades, três meses após o país se ter tornado no primeiro na Ásia a descriminalizar a canábis.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
1 ano atrás

Thai government intensionally allow themselves & communist military Neightbor to operate Blackmarket.they are NOT going for pharmaceutical as they promised when they came for consulting in 2019.

the people there have to stop the black market operation and allow real research to help patients instead of allowing everyone to sell to tourist.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos15 horas atrás

Maren Krings, autora de “H is for Hemp” apresenta o seu documentário sobre a Ucrania hoje em Lisboa

Maren Krings, fotojornlista autro-alemã e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu...

Internacional3 dias atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional3 dias atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos4 dias atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos1 semana atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem1 semana atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas1 semana atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...

Notícias2 semanas atrás

Canadá: Estudo demonstra que utilização de canábis reduz consumo de metanfetaminas

Os utilizadores de poli-drogas, indivíduos que consomem várias substâncias, recorrem frequentemente à canábis como forma de reduzir o seu consumo...

Eventos4 semanas atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa4 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...