Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Alemanha: “Legalização da canábis é possível se a cadeia de produção for nacional”

Publicado

em

A legalização da canábis na Alemanha é compatível com o direito internacional, desde que todo o processo se desenvolva em território nacional. Esta é a conclusão de um parecer jurídico encomendado pela produtora de canábis alemã Demecan ao gabinete de advocacia Dentons. O advogado e partner da Dentons, Peter Homberg, mostrou as possíveis soluções para pavimentar o caminho da legalização na Alemanha.

O parecer surge na sequência dos anúncios da intenção de legalização total na Alemanha e de uma análise do Parlamento alemão, que referiu que as leis europeias podem vir a ser infringidas se a legalização avançar — o que faz com que a legalização no país seja um processo muito complexo.

Neste sentido, a Demecan GmbH, uma empresa alemã com operações de produção e um contrato de fornecimento de canábis medicinal ao estado alemão, requereu um parecer jurídico relativamente à possibilidade de legalização do uso adulto de canábis na Alemanha. O parecer, realizado pelo gabinete de advocacia comercial da Dentons mostra que a legalização pode ser bem-sucedida e de uma forma compatível em termos legais com os requisitos do direito internacional e da legislação da UE

Toda a cadeia de valor deve ocorrer dentro da Alemanha

Segundo o comunicado, relativo ao parecer, toda a produção e comercialização deve acontecer na Alemanha sob supervisão do estado alemão. “A legalização da canábis recreativa na Alemanha enfrenta vários obstáculos legais – especialmente europeus e internacionais.” O advogado e partner do escritório Peter Homberg dá conta de que o parecer entregue contempla “possíveis soluções para pavimentar o caminho para a legalização da canábis recreativa na Alemanha”.

De acordo com o comunicado, foram desenvolvidos quatro cenários — e em todos é preferida uma solução onde a cadeia de fornecimento e produção é nacional. Segundo o advogado, para a legalização é particularmente importante que o cultivo de canábis ocorra na Alemanha sob controlo estatal. “Sob as condições actuais do direito internacional, o comércio transfronteiriço de canábis que contenha THC para fins recreativos não é viável sem uma violação significativa do direito internacional aplicável”.   

O Director Administrativo da Demecan, Constantin von der Groeben, comentou o parecer jurídico, que apresenta “a oportunidade de desenvolver uma solução inovadora e, assim, desempenhar um papel pioneiro internacional na Alemanha na legalização da canábis para fins recreativos.”

Publicidade

Mais recentes

Nacional4 horas atrás

Portugal: Exportações de canábis não param de crescer, mas Infarmed rectifica números divulgados em Março

A canábis produzida em Portugal já ruma para quatro continentes, de acordo com os dados do relatório divulgado pelo Infarmed,...

Nacional3 dias atrás

Em Portugal já foram prescritos mais de 10kg de canábis, mas só há 5 pedidos de ACM no Infarmed

As vendas de canábis para fins medicinais em Portugal ainda são pouco expressivas, mas mostram sinais de crescimento, de acordo...

Nacional3 dias atrás

Portugal: Infarmed já atribuiu 61 licenças e 172 pré-licenças relacionadas com canábis medicinal

O Infarmed — Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I.P. atribuiu, até final de Junho de 2022, 61...

Internacional3 dias atrás

Espanha substitui multas de consumo e posse de drogas por “actividades de reeducação”

Os seis grupos parlamentares espanhóis (PSOE, Unidas Podemos, PNV, ERC, Junts e EH Bildu), chegaram a acordo para a reforma...

Nacional4 dias atrás

Infarmed publica relatório sobre a evolução da actividade da canábis medicinal em Portugal

O Infarmed — Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I.P. publicou uma análise relativa às actividades desenvolvidas no sector da...

Corporações4 dias atrás

Snoop Dog e British American Tobacco investem no Sanity Group

O Sanity Group anunciou esta semana um dos maiores financiamentos numa empresa de canábis na Europa, com de 37.6 milhões de dólares...

Internacional4 dias atrás

Austrália: 1 milhão de dólares em multas por “falsas” alegações de saúde

A entidade reguladora de medicamentos australiana, a Therapeutic Goods Administration (TGA), emitiu 73 notificações de infracção sobre as alegações das...

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

Cannadouro Magazine: Número 7 já está nas bancas. Veja aqui como receber a revista em casa

O número 7 da Cannadouro Magazine já está nas bancas, com muita informação em português sobre a actualidade do mundo...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

Portugal: Mais um arguido por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial do Braga, ontem, dia 27 de setembro, deteve um homem de...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

Akanda vai exportar uma tonelada de canábis de Portugal para a Alemanha

O acordo entre a portuguesa Akanda e a Cansativa GmbH vai arrancar com a exportação de uma tonelada de canábis...