Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Governo do Canadá vai rever a Lei da Canábis

Publicado

em

Os Ministros da Saúde do Canadá anunciaram a revisão legislativa da Lei da Canábis, que deverá focar-se em vários aspectos sociais da legalização integral da canábis. Um painel de especialistas independente, presidido por Morris Rosenberg, conduzirá a revisão exaustiva sobre os impactos da legalização no país. O governo pretende que a revisão venha auxiliar a legislação a adaptar-se à situação actual, para que continue a atender às necessidades e expectativas dos cidadãos do Canadá.

Estão previstas várias consultas públicas pelo painel de especialistas, que pretende envolver-se com o público, governos, povos indígenas, jovens, comunidades marginalizadas e racializadas, representantes da indústria de canábis e pessoas que utilizam a canábis para fins medicinais. O painel irá reunir-se igualmente com especialistas em áreas relevantes, como saúde pública, uso de substâncias, justiça criminal, aplicação da lei e assistência médica.

A revisão da legislação já estava preconizada na legislação canadiana. Os ministros afirmam que a reavaliação irá auxiliar a legislação a adaptar-se à situação actual, para que continue a atender às necessidades e expectativas dos cidadãos do Canadá.

O painel de especialistas, que contará com quatro membros além de Morris Rosenberg, a nomear pelo governo, fornecerá consultoria especializada e independente a ambos os Ministros sobre o progresso feito para alcançar os objectivos da Lei e ajudará a identificar áreas prioritárias para melhorar o funcionamento da legislação.

A Lei da Canábis canadiana prevê que a revisão se concentre em particular na saúde e nos hábitos de consumo de canábis dos jovens, no impacto da canábis nas pessoas e comunidades indígenas e no impacto do cultivo de plantas de canábis em um contexto habitacional. O painel ampliará esse foco para incluir:

  • Impactos económicos, sociais e ambientais da Lei;
  • Progresso no sentido de fornecer aos adultos acesso a produtos de canábis legalmente regulamentados e de menor risco;
  • Progressos alcançados na dissuasão de actividades criminosas e no deslocamento do mercado ilícito de canábis;
  • Impacto da legalização e regulamentação no acesso à canábis para fins médicos;
  • Impactos em povos indígenas, comunidades racializadas e mulheres que podem estar em maior risco de danos ou enfrentar maiores barreiras à participação no sector jurídico, com base na identidade ou em factores socio-económicos.

O governo criou igualmente o questionário “Taking Stock of Progress: Cannabis Legalization and Regulation in Canada” , onde convida o público em geral a partilhar as suas opiniões em relação à legislação da canábis no Canadá.

Publicidade
Publicidade cannadouro

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Nacional11 horas atrás

Portugal: Movimento Mães pela Canábis lança petição pelo direito ao cultivo pessoal e associativo

O Movimento Mães pela Canábis, fundado em Portugal em Maio de 2022 por centenas de pacientes que procuram aceder à canábis...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

GNR: 10 meses de investigação para apreender 32 doses de haxixe e 48 de cocaína

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras, no dia 28 de novembro, deteve...

Entrevistas6 dias atrás

André Paquete Carvalho: “Amesterdão é muito aberta, mas ainda se vivem tempos de tolerância. A canábis aqui continua a ser ilegal”

As entrevistas “Trabalhar com Canábis”, publicadas na Cannadouro Magazine, procuram dar a conhecer portugueses que trabalham no sector da canábis...

Cânhamo2 semanas atrás

Canábis ou cânhamo? Estará Espanha a cometer os mesmos erros de Portugal?

A Guardia Civil anunciou recentemente a maior apreensão de canábis de sempre em Espanha, mas logo em seguida várias vozes vieram...

Nacional3 semanas atrás

Conta da Cannadouro desaparece do Instagram a 1 dia do evento

A conta de Instagram da CannaDouro terá sido apagada ou bloqueada pelo provedor da rede social. O acesso à página foi...

Cânhamo3 semanas atrás

As receitas da Pedrêz: Como fazer betão de cânhamo cofrado in situ

Em 2018, a oficina Pedrêz iniciou, na rua do Paraíso 331, no centro histórico do Porto, a construção do primeiro...

Eventos3 semanas atrás

Cannadouro regressa à Alfândega do Porto já no próximo fim-de-semana

Pouco depois de o Porto ter sido eleito pelos World Travel Awards como o melhor destino de cidade do mundo...

Internacional3 semanas atrás

Irlanda: People Before Profit quer alterar legislação para permitir o uso adulto de canábis

O partido político irlandês People Before Profit vai apresentar dentro de duas semanas um projecto de lei que pretende alterar a...

Internacional3 semanas atrás

EUA: Presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar exige extensão do indulto por delitos de canábis a militares

A presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar dos Estados Unidos da América (EUA) pediu ao presidente Joe Biden que...

Entrevistas3 semanas atrás

César Cardoso: “Construir em cânhamo é uma verdadeira alternativa verde”

Estimular a inovação na arquitectura moderna, recorrendo a materiais naturais ou reciclados, de baixo impacto ambiental, é  uma das prioridades...