Connect with us

Internacional

Austrália: 1 milhão de dólares em multas por “falsas” alegações de saúde

Publicado

em

Ouvir este artigo

A entidade reguladora de medicamentos australiana, a Therapeutic Goods Administration (TGA), emitiu 73 notificações de infracção sobre as alegações das empresas de canábis medicinal nos seus produtos, que poderiam tratar “doenças graves como cancro e epilepsia”. De acordo com o The Guardian Australia, três empresas australianas de medicamentos à base de canábis, a MGC Pharmaceuticals Ltd, a Cannatrek Ltd e a Little Green Pharma Ltd, foram alvo de uma multa colectiva no valor de 972.360 dólares por parte da TGA, devido a publicidade ilegal, tanto nos seus websites como plataformas de comunicação social, onde alegaram que o uso dos seus produtos poderiam ajudar no tratamento de certas doenças graves.

Apesar de a evidência científica ser já considerável no que respeita ao potencial terapêutico da canábis em doenças como o cancro ou a epilepsia, importa referir que, na Austrália, é ilegal fazer a promoção de medicamentos sujeitos a prescrição médica. O objectivo da lei é proteger os consumidores de alegações falsas e/ou enganosas sobre os seus efeitos, para assegurar que o devido aconselhamento médico vem unicamente de profissionais de saúde, que tenham realmente visto os pacientes e conheçam os seus historiais clínicos.

“Além disso, alguma da publicidade alegadamente sugeria ou implicava que determinados produtos medicinais de canábis eram recomendados ou aprovados por uma autoridade governamental”, disse a TGA numa declaração, citada pelo The Guardian da Austrália.

“A utilização na publicidade de alegações sobre uma doença ou condição grave é também ilegal sem autorização expressa da TGA, porque os australianos que enfrentam uma doença ou condição grave são um grupo de consumidores particularmente vulnerável”.

A professora Karen Price, presidente do Royal Australian College of General Practitioners, disse que a canábis para fins medicinais é por vezes prescrita como um “medicamento de último recurso para doenças especificas” e que, dependendo da condição médica, “a qualidade das provas varia e em alguns casos é inconclusiva ou insuficiente para sugerir qualquer benefício aos pacientes”, afirmou.

Quanto às empresas alvo de multas, apenas a MGC Pharmaceuticals, que conta também com sede na Europa e tem actualmente o seu website em manutenção, afirmou numa declaração ter “cooperado plenamente com a TGA para remediar as questões levantadas, incluindo a remoção de todas as publicações de preocupação dos seus canais de comunicação social, algumas das quais eram publicações de terceiros, e a colocação do website da empresa em manutenção”. A empresa acrescentou ainda que “o website estará novamente online em Novembro, após a acção de rebranding, com novas directrizes internas implementadas, para evitar repetir a ocorrência”, conta o The Guardian. O artigo completo pode ser lido nesta ligação.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional14 horas atrás

Conselho de Pacientes do IACM participa pela primeira vez na Comissão de Estupefacientes da ONU

O Conselho de Pacientes da IACM — International Association for Cannabinoid Medicines — vai marcar presença, pela primeira vez, na próxima...

Opinião1 dia atrás

O principal erro da legalização na Alemanha

A primavera alemã vai chegar com novas flores. A Alemanha é o terceiro país da União Europeia a legalizar totalmente a...

Eventos2 dias atrás

Spannabis volta a acolher ICBC Barcelona de 14 a 17 de Março

A International Cannabis Business Conference (ICBC) vai abrir mais uma edição da Spannabis, no próximo dia 14 de Março, com o intuito...

Comunicados de Imprensa3 dias atrás

Porto, Matosinhos, Valongo e Paredes – Oito detidos por tráfico e apreendidas mais de 8000 doses de estupefacientes

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santo Tirso, entre os dias 20 e...

Nacional4 dias atrás

Portugal: GNR apreende 3 toneladas de haxixe no Rio Guadiana

A Unidade de Controlo Costeiro e de Fronteiras (UCCF) da Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu na passada sexta-feira, dia 23...

Eventos4 dias atrás

Spannabis 2024: Barcelona acolhe a 20ª edição da maior exposição de canábis do mundo, de 15 a 17 de Março

Barcelona prepara-se para acolher a 20.ª edição da Spannabis, a maior feira de canábis do mundo, nos próximos dias 15,...

Internacional1 semana atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional1 semana atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo1 semana atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde2 semanas atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...