Connect with us
Publicidade
Publicidade

Economia

EUA: Acções de canábis disparam depois de Joe Biden anunciar perdão e revisão da classificação da canábis

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos da América (EUA),  Joe Biden, surpreendeu ontem o mundo, ao revelar a sua intenção de cumprir as promessas feitas durante a campanha eleitoral: pediu às autoridades federais que iniciem um processo de revisão da classificação da canábis, de acordo com a lei federal, e anunciou o perdão de todas as ofensas pela posse e consumo da planta. Na sequência do comunicado emitido pela Casa Branca, as acções das empresas de canábis listadas nas bolsas dispararam.

De acordo com a Reuters, as acções da Tilray Brands (TLRY.O) e da Canopy Growth Corp (WEED.TO) dispararam 22% e 31%, respectivamente.

A Curaleaf (CURLF) disparou 33% enquanto que a MedMen Entreprises Inc. (MMNFF) subiu 20%.

Por seu lado, a Cresco Labs (CRLBF) subiu 24% e a ETFMG Alternative Harvest ETF (MJ.P), que inclui acções de várias empresas de canábis, também aumentou quase 20%.

O princípio do fim da “Guerra às Drogas”?
Actualmente, a canábis enquadra-se na mesma classificação da heroína e do LSD, como substância mais perigosa do que o Fentanil ou as metanfetaminas. Este é apenas o primeiro passo de um caminho que tentará reparar alguns dos danos causados pela “Guerra às Drogas”.

“Muitas vidas foram prejudicadas por causa da nossa abordagem fracassada à canábis. Está na hora de corrigirmos esses erros”, disse Biden, pedindo aos governadores estatais que sigam o exemplo.

“Assim como ninguém deveria estar numa prisão federal apenas devido à posse de canábis, ninguém deveria estar numa prisão local ou estatal por esse mesmo motivo”, acrescentou. Um membro do governo referiu ainda que mais de 6.500 pessoas com condenações federais anteriores podem usufruir dos indultos.

No entanto, o Professor Universitário, escritor e cientista Carl L. Hart confessou-se “desapontado” que não tenham sido tomadas medidas para “garantir que ninguém seja preso por possuir QUALQUER droga”. Na sua conta de Instagram, Hart apelou a Biden para legalizar todas as substâncias.

A atribuição de perdões federais

Em primeiro lugar, Biden pretende conceder um perdão a todos aqueles que têm cadastro a nível federal no que diz respeito à simples posse de canábis, tendo já dado indicações ao Procurador-Geral para desenvolver o processo administrativo de atribuição dos certificados de perdão aos cidadãos elegíveis.

Existem milhares de cidadãos norte americanos com cadastro a nível federal por posse de canábis, que têm bastantes problemas na obtenção de empregos, habitação e até oportunidades a nível educacional. Dessa forma, o presidente americano pretende minimizar e aliviar tais consequências.

Apelo aos governadores dos estados

A segunda medida passa por apelar a todos os Governadores dos vários estados americanos atribuam perdões a nível estatal, pois de acordo com Joe Biden, “se ninguém deveria estar numa prisão federal pela simples posse de canábis, também ninguém deveria ter de estar numa prisão local ou estatal”.

O passo para a descriminalização federal

Por último, o presidente pediu ao Secretário da Saúde e Serviços Humanos e ao Procurador-Geral que dêem rapidamente início ao processo de revisão da classificação da canábis, ao abrigo da lei federal.

A actual lei federal norte-americana classifica a canábis como fazendo parte do Anexo I da Lei das Substâncias Controlas (Controlled Substances Act), classificação essa que caracteriza as substâncias nela presentes como “drogas sem uso médico actualmente aceite e com um elevado potencial de abuso”. Nesta categoria incluem-se, além da canábis, a heroína, o LSD, Peyote e Ecstasy, por exemplo.

Ao estar listada no Anexo I, a canábis é actualmente considerada uma droga muito mais perigosa que o Fentanil e as metanfetaminas, drogas que cada vez mais são a causa de overdoses nos EUA.

Publicidade
Publicidade cannadouro

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Nacional11 horas atrás

Portugal: Movimento Mães pela Canábis lança petição pelo direito ao cultivo pessoal e associativo

O Movimento Mães pela Canábis, fundado em Portugal em Maio de 2022 por centenas de pacientes que procuram aceder à canábis...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

GNR: 10 meses de investigação para apreender 32 doses de haxixe e 48 de cocaína

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras, no dia 28 de novembro, deteve...

Entrevistas6 dias atrás

André Paquete Carvalho: “Amesterdão é muito aberta, mas ainda se vivem tempos de tolerância. A canábis aqui continua a ser ilegal”

As entrevistas “Trabalhar com Canábis”, publicadas na Cannadouro Magazine, procuram dar a conhecer portugueses que trabalham no sector da canábis...

Cânhamo2 semanas atrás

Canábis ou cânhamo? Estará Espanha a cometer os mesmos erros de Portugal?

A Guardia Civil anunciou recentemente a maior apreensão de canábis de sempre em Espanha, mas logo em seguida várias vozes vieram...

Nacional3 semanas atrás

Conta da Cannadouro desaparece do Instagram a 1 dia do evento

A conta de Instagram da CannaDouro terá sido apagada ou bloqueada pelo provedor da rede social. O acesso à página foi...

Cânhamo3 semanas atrás

As receitas da Pedrêz: Como fazer betão de cânhamo cofrado in situ

Em 2018, a oficina Pedrêz iniciou, na rua do Paraíso 331, no centro histórico do Porto, a construção do primeiro...

Eventos3 semanas atrás

Cannadouro regressa à Alfândega do Porto já no próximo fim-de-semana

Pouco depois de o Porto ter sido eleito pelos World Travel Awards como o melhor destino de cidade do mundo...

Internacional3 semanas atrás

Irlanda: People Before Profit quer alterar legislação para permitir o uso adulto de canábis

O partido político irlandês People Before Profit vai apresentar dentro de duas semanas um projecto de lei que pretende alterar a...

Internacional3 semanas atrás

EUA: Presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar exige extensão do indulto por delitos de canábis a militares

A presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar dos Estados Unidos da América (EUA) pediu ao presidente Joe Biden que...

Entrevistas3 semanas atrás

César Cardoso: “Construir em cânhamo é uma verdadeira alternativa verde”

Estimular a inovação na arquitectura moderna, recorrendo a materiais naturais ou reciclados, de baixo impacto ambiental, é  uma das prioridades...